Liderança

#Cuba Ingenio y necesidad para #remendar  un #ventilador

Noel conserta as pás de um ventilador. Tem sua pequena oficina numa entrada da favela do Cerro. Repara pranchas elétricas, batedoras, enrola todo tipo de motores obsoletos e se entende com as panelas elétricas para arroz e os aquecedores de água. Não é um trabalho que dê muitos lucros. Parte dos clientes pede serviços fiados e depois não os volta a ver; outros querem pagar em prestações que acabam não pagando. Contudo, além do minguado sustento, esse trabalho proporciona a Noel uma experiência única. A cada dia entra em contato com as pessoas, com muitas pessoas. Fala, opina, contam-lhe o que passou na antena parabólica ilegal e, sobretudo escuta, abre os ouvidos ao que dizem. Desse modo converteu-se, no seu pequeno cubículo cheio de graxa e fios, num formador de opinião, num líder apreciado por suas habilidades e respeitado por suas palavras.

Cuba está cheia de gente como Noel, anônima, sensível e que conhece a realidade de uma forma que nenhum ministro poderia chegar, mesmo que com assessores muito competentes. Pessoas que não saem nas telas da televisão, nem são um número em nenhum desfile, porém têm o carisma natural e o contato com a população para liderar mudanças. No momento só conhecemos aquelas com que conseguimos interagir ou encontrar pessoalmente, ainda que sejam milhares. Nunca redigiriam uma plataforma política, contudo sabem na ponta da língua os problemas mais prementes que ocorrem na nossa sociedade. Tampouco assinariam uma demanda exigindo melhoria dos direitos humanos, nem fariam um blog, nem praticariam jornalismo independente ou advocacia autônoma. A palavra “ativista” lhes assusta e chamar-lhes de opositores poderia dar fim a vida que agora levam. São – sem dizê-lo – tudo isso e muito mais. São cidadãos com consciência aos quais dói a situação do seu país.

O futuro da nossa nação estará influído de cubanos assim. Veremos chegar à vida pública tantos que hoje estão atrás de uma bancada numa oficina, dando uma aula ou preenchendo formulários em alguma dependência estatal. E quando sentirem que há um marco de respeito para dizerem suas opiniões publicamente surgirão por todos os lados. É importante que no momento em que decidam dar esse passo não se defrontem com a nossa desconfiança nem com a nossa confrontação, mas sim com o nosso abraço. Porque enquanto Noel conserta a pá quebrada de um ventilador, eu sinto que algum dia terá também a capacidade de unir os pedaços partidos e separados da nossa realidade. O mesmo cuidado com que pega o plástico e lida com o motor, terá na liderança social que amanhã exibirá.

Tradução e administração do blog em língua portuguesa por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s