O velho ato de repúdio

Talvez vocês não saibam – porque não se conta tudo num blog – porém o primeiro ato de repúdio que vi na minha vida foi quando só tinha cinco anos. A agitação no casarão chamou a atenção das duas meninas que éramos minha irmã e eu. Assomamos a grade do corredor estreito para olhar para o piso de baixo. As pessoas gritavam e levantavam o punho em volta da porta de uma vizinha. Com tão pouca idade não tinha a menor idéia do que se passava. Mais ainda, quando agora relembro o acontecimento apenas tenho a recordação do frio do corrimão nos meus dedos e um curto instante dos que vociferavam. Anos depois pude ordenar aquele caleidoscópio de evocações infantis e soube que havia sido testemunha da violência desatada contra quem queria emigrar pelo porto de Mariel.

Pois bem, desde aquilo tenho vivido então vários atos de repúdio de perto. Seja como vítima, observadora, ou jornalista… Nunca – vale à pena esclarecer – como participante. Recordo um especialmente violento que experimentei junto as Damas de Branco, onde as hordas da intolerância nos cuspiram, empurraram e até puxaram os cabelos. Porém o de ontem a noite foi inédito para mim. O piquete de extremistas que impediu a projeção do filme de Dado Galvão em Feira de Santana era algo mais do que uma soma de adeptos incondicionais do governo cubano. Todos tinham, por exemplo, o mesmo documento – impresso a cores – com uma fieira de mentiras sobre minha pessoa, tão maniqueístas como fáceis de rebater numa simples conversação. Repetiam um roteiro idêntico e guiado, sem ter a menor intenção de escutar a réplica que eu poderia lhes dar. Gritavam, interrompiam, num momento tornaram-se violentos e de vez em quando exibiam um coro de palavras de ordem dessas que já não são ditas em Cuba.

Contudo, com a ajuda do Senador Eduardo Suplicy e a calma ante as adversidades que me caracteriza, conseguimos começar a falar. Resumo: só sabiam berrar e repetir as mesmas frases, como autômatos programados. Assim a reunião foi muito interessante. Eles tinham as veias do pescoço inchadas, eu esboçava um sorriso. Eles me faziam ataques pessoais, eu conduzia a discussão ao nível de Cuba que sempre será mais importante que esta humilde servidora. Eles queriam me linchar, eu conversar. Eles obedeciam a ordens, eu sou uma alma livre. No fim da noite sentia-me como depois de uma batalha contra os demônios do mesmo extremismo que atiçou os atos de repúdio daquele ano oitenta em Cuba. A diferença é que desta vez eu conhecia o mecanismo que fomenta estas atitudes, eu podia ver o longo braço que os move desde a Praça da Revolução em Havana.

Tradução e administração do blog em língua portuguesa por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

188 thoughts on “O velho ato de repúdio

  1. O POVO BRASILEIRO TEVE A HONRA EM RECEPCIONÁ-LA E OUVI-LA. OS BADERNEIROS QUE TENTARAM IMPEDIR A SUA VOZ SÃO PROFISSIONAIS BEM PAGOS, COISA COMUM NO BRASIL, PRINCIPALMENTE EM COMÍCIOS ELEITORAIS. É PRÁTICA DOS PARTIDOS DE ESQUERDA E DA TURMA ATRASADA DO PT (que foi financiado por Fidel no início de sua jornada. Estão retribuindo os US$ milhões que receberam). A GRANDE MAIORIA DO POVO É RECEPTIVA E LIBERAL. A IMPRENSA DEU TOTAL APOIO A SUA ESTADA NO BRASIL. ESPERO QUE AS COISAS BOAS TENHAM APAGADO AS AÇÕES DOS BADERNEIROS PROFISSIONAIS (são bem pagos para fazer estas manifestações). PENA É O GOVERNO DO PT TER O RABO PRESO COM O FIDEL.
    ESPERO QUE O POVO CUBANO CONSIGA VIVER EM UMA DEMOCRACIA PLENA, ONDE O PODER É DAS LEIS E NÃO DE DITADORES.

  2. Me admiro até agora que nossa presidenta Dilma, não tenha se colocado na imprensa ou nos órgãos de comunicação, contra o que vem acontecendo com a Blogueira Yoani Sánchez no Brasil, visto, pelo que ela própria passou neste Pais nos anos 60. Como Dilma , Yoani chamada de revolucionária, não foi defendida por ela, não houve sensibilidade com o ocorrido a sua chegada ao Brasil? Estou chocada por esta orquestração de pessoas tão ignorantes e que só mostra a dualidade de suas idéias .

  3. Yoani, o povo Brasileiro é solidário e receptivo. Não concordamos com esses poucos baderneiros pagos que te insultaram em nosso país. Espero que pelo menos tenha servido para demonstrar que nossa Democracia é sólida, com liberdade de expressão e de imprensa, ao contrário da Venezuela e de sua Cuba. Parabéns, Guerreira, o Brasil torce por você e por uma ilha democrática. Viva a Democracia! Viva o Brasil! Viva Cuba!

  4. ARTIGO – CACÁ DIEGUES

    Não é muito fácil, para uma pessoa da minha idade, falar sobre Cuba. Para minha geração, Cuba foi um modelo de sonho, esperança de um inédito socialismo democrático, com liberdades individuais, direitos e oportunidades iguais para todos, liderado por rapazes como nós, com menos de 30 anos de idade, num país miscigenado como o nosso, ao som de rumba, mambo e bolero.
    Nada poderia nos produzir mais euforia que a noite de Ano Novo em que Fidel Castro entrou em Havana e tomou o poder com seus guerrilheiros barbudos. Eu tinha 18 anos e estava nas ruas, com meus colegas da UNE e os companheiros do futuro Cinema Novo, celebrando a vitória da beleza e da justiça, como diria Paulo Martins em “Terra em transe”. Isso ninguém esquece. Mesmo que o sonho se transforme em pesadelo, permanece em nossos corações na sua forma original.
    Nossa proximidade afetiva e cultural com o cinema cubano alimentou, durante anos, nossa tolerância com o que de errado víamos acontecer na ilha. Os cineastas brasileiros sempre tiveram a absoluta solidariedade dos cineastas cubanos liderados por Alfredo Guevara, Tomás Gutierrez Aléa e Julio Garcia Espinoza. Nos piores momentos da ditadura militar no Brasil, nunca nos faltaram moralmente (apoiando nossos filmes e nossos projetos cinematográficos) e materialmente (recebendo alguns de nós em exílio ou na escola de cinema de San Antonio), sem nada em troca.
    Mas, ao longo do tempo, foi ficando desconfortável defender Cuba. Era como se a mulher amada estivesse fugindo com outro, a dor de corno reprime o amor.
    A agressão na Baía dos Porcos, a desumanidade do embargo comercial, a barbárie de Guantánamo, o terrorismo de estado (vejam “A hora mais escura”, de Kathryn Bigelow), os cubanos presos em Miami, todos os erros e crimes da política externa americana não podem justificar o silêncio diante da falta de liberdade, do controle da vida dos cidadãos, da perseguição aos homossexuais, das misérias da ditadura de Fidel Castro. Não quero viver num mundo em que seja obrigado a escolher entre dois males. Prefiro continuar sonhando.
    Em dado momento, a União Soviética se ocupou de Cuba, garantindo sua sobrevivência ao embargo. Com isso, o regime pôde investir correta e fartamente em educação e saúde, com resultados gloriosos. Mas de que serve ser alfabetizado se não posso ler o que bem entender? De que serve estar fisicamente bem se não posso levar meu corpo para onde bem quiser?
    Quando a União Soviética desmoronou, deixando Cuba à deriva, o regime cubano tentou resistir por sua própria conta e o resultado foi um período de extrema miséria, cujas consequências eram o desejo de fuga em massa da população e o endurecimento do regime para conter o desagrado geral. Aí começou a história de Yoani Sánchez.
    Embora não seja nenhum Hermano Viana (um dos meus heróis do pensamento contemporâneo), uso a web com alguma frequência. Mas não tenho muita paciência, concentração e habilidade para estar acessando os muitos blogs interessantes ou que poderiam vir a me interessar. Não é que eu subestime a tecnologia, a tecnologia é que me superestima.
    Assim, nunca li uma só linha do blog de Yoani Sánchez, o Generácion Y. Mas, independentemente do que pudesse achar dele e dela, todos devem ter o direito de se manifestar pacificamente, em qualquer país ou circunstância, mesmo que sejam agentes do demônio (em Cuba, agentes da CIA são presos ou talvez fuzilados, não é provável que recebam passaporte). Essa é aliás uma grande contribuição da internet à civilização — ser quase incontrolável.
    Aí a moça vem ao Brasil e é recebida a pedra e pau. Como relataram os jornais, as TVs e o próprio senador Eduardo Suplicy, puxaram-lhe os cabelos, jogaram-lhe objetos, bloquearam sua locomoção, impediram que se projetasse o filme de Dado Galvão em que ela aparece (nem sei direito do que trata o filme, mas é uma pena que nossas associações de classe cinematográfica não se tenham manifestado a propósito dessa censura informal e selvagem contra um cineasta brasileiro).
    Os manifestantes, que também têm o direito de dizer o que quiserem, preferiram fazê-lo a cassetete, lembrando vulgares policiais da repressão. Como disse o senador Suplicy, deviam ter tido mais coragem de ouvir.
    É evidente que a autorização do governo cubano para que Yoani Sánchez viajasse, depois de suas 20 tentativas fracassadas, é sinal de um processo de abertura política gradual e de lenta transformação econômica. Estranho é que brasileiros sectários, supostamente em defesa de Cuba, provoquem uma reação que só faz prejudicar esse projeto de novos rumos no horizonte político do país.
    Impedir pela força que a blogueira se manifeste, pondo em risco sua integridade física, não é só inaceitável gesto de intolerância, como também um golpe traiçoeiro nesse projeto de reaproximação de Cuba com a democracia, em convivência com o resto do mundo. É isso o que deviam desejar aqueles que ainda têm Cuba no coração.
    Cacá Diegues é cineasta

  5. Olá Yoani,realmente como percebeu, os movimentos de repúdio em sua visita ao Brasil não foram espontâneos. Ao contrário, há indícios de que foram orquestrados pela própria embaixada cubana e pelo partido atualmente no poder. Saiba que isso é sem precedentes em nossa história!! A maioria das pessoas no Brasil ignora a situação em Cuba, como ignora muitas outras coisas! Infelizmente nossa população é embrutecida pela má educação que as faz “analfabetos funcionais”, ou seja, aqui a maioria das pessoas não lê, não estuda, é totalmente influenciada pela televisão e acaba se tornando massa de manobra nas mãos de poderosos mal intencionados. Assim, saiba que definitivamente esses extremistas não representam nosso povo, aliás sequer existiam até sua chegada! Peço que não leve uma má recordação de nossa gente, no fundo a maioria de nosso povo, instruída ou não, ama a liberdade e a apóia em sua luta pacífica pela democracia. Precisamos de muitas pessoas como você por aqui também!!
    Por fim, li seu livro e a admiro muito. É com muito carinho que lhe desejo uma boa viagem e muitas conquistas!!! Parabéns!!!

  6. Cara Yoani Sánchez
    No Brasil, acredite se quiser, 38% do universitários são analfabetos funcionais!
    A maioria desses valentes que te hostilizaram são, com certeza, oriundos dessa classe de iletrados que se transformou na alegria do partido dos corruPTos, pois são presa fácil da sua doutrina jurássica e todos se tornaram cães dóceis a ladrar facilmente e ferozmente ao menor sinal da nomenklatura petralha!
    Pessoas esclarecidas e que pensam jamais vão compactuar com essa quadrilha marxista que ama o atraso e a ineficiência!
    Os petralhas são facilmente identificáveis pelas arestas embrutecidas de seus espíritos, com certeza fruto da sua ignorância e falta de visão!
    8)

  7. Prezada Yoani,

    Ontem fiz um texto sobre sua presença no Brasil e critiquei a falta de segurança que o Brasil lhe ofereceu, a saber:

    “DOMINGO, 24 DE FEVEREIRO DE 2013

    CONGRESSO NACIONAL RECUSA-SE A PEDIR SEGURANÇA À BLOGUEIRA YOANI E SUBMETE A SOBERANIA NACIONAL AO FORO DE SÃO PAULO

    O caso é vergonhoso e não teve a repercussão devida nos meios de comunicação: a Câmara dos Deputados recusou-se a encaminhar ao Ministério da Justiça pedido de segurança para a dissidente cubana Yoani Sánchez, a qual sofreu no Brasil perseguição de grupos esquerdistas ligados à ditadura cubana. Os oposicionistas que encaminharam o pedido foram neutralizados por parlamentares cooptados pelo Governo Federal.

    A moça, que veio pregar liberdade de expressão, foi impedida de falar por trogloditas em território brasileiro num caso nebuloso que envolveu espionagem, militantes esquerdistas e agentes estatais brasileiros e cubanos. Nada disso sensibilizou os congressistas, que desistiram de defender as leis brasileiras. Note-se que esta articulação política internacional para perseguir Yoani é apenas um reflexo do Foro de São Paulo, cujos partidos esquerdistas (PT, PC do B, Partido Comunista de Cuba etc.) vêm há anos articulando ações políticas em conjunto. Cada vez mais, a presença do Foro de São Paulo é sentida no cenário político nacional e determina os rumos do Brasil.

    Segue abaixo a confissão de culpa do Congresso Nacional:

    “20/02/2013 – 20h36 Agência Câmara Notícias, reportagem de Carol Siqueira, edição de Pierre Triboli

    Obstrução de partidos governistas impede votação de proteção a blogueira cubana

    Deputados do PT, do PMDB, do PDT e do PCdoB entraram em obstrução e impediram a votação, nesta quarta-feira (20), do requerimento do deputado Mendonça Filho (DEM-PE) pela proteção policial à blogueira cubana Yoani Sánchez durante a sua estada no Brasil. Os deputados dos partidos em obstrução ficam dispensados de marcar presença na votação em Plenário. Dessa forma, apenas 237 deputados registraram seu voto, mas seriam necessários 257 votantes para validar a votação.

    Yoani Sánchez esteve na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, a convite do PSDB. No evento, houve tumulto por parte de defensores do regime cubano.

    Na sessão de terça-feira (19), o DEM já havia tentado votar um requerimento que, além da segurança, tentava garantir a investigação da denúncia de que o coordenador de Novas Mídias e Outras Linguagens de Participação da Secretaria-Geral da Presidência da República, Ricardo Poppi Martins, teria recebido um dossiê elaborado pela Embaixada de Cuba, supostamente feito para desacreditar a jornalista.

    O deputado Mendonça Filho retirou o pedido de investigação para tentar viabilizar o requerimento de proteção policial, mas não houve acordo.

    Benefício indesejado

    Os partidos contrários ao requerimento argumentam que a blogueira não pediu proteção à Câmara e, assim, não caberia ao Plenário conceder um benefício indesejado. Para a líder do PCdoB, deputada Manuela D’Ávila (RS), a medida pode ferir o direito individual da blogueira. ‘Não podemos ferir a individualidade de uma pessoa. Vamos, de maneira autoritária, colocar a patrulha?’ declarou.

    O mesmo argumento foi utilizado pelo deputado Miro Teixeira (PDT-RJ). ‘Se houver violência para impedir a atuação da blogueira, quem praticar a violência terá de ser preso. Votar um requerimento para que a Polícia Federal dê segurança a alguém que não pediu é uma atitude que deve ser rejeitada’, disse.

    Alguns parlamentares criticaram a ofensiva da oposição em defesa da blogueira cubana. O deputado Sílvio Costa (PTB-PE) chamou de ‘baboseira’ a discussão do requerimento, enquanto o líder do Psol, deputado Ivan Valente (SP), considerou a manobra um “factoide” para chamar a atenção dos meios de comunicação.

    Yoani Sánchez ganhou notoriedade com o blog ‘Generación Y’, que critica o regime cubano. Ela chegou ao País na madrugada da segunda-feira (18) e, desde então, tem sido alvo de protestos de defensores do regime castrista.

    Liberdade de expressão

    A oposição, por outro lado, defendeu veementemente a aprovação do requerimento. O líder do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), lamentou o tratamento recebido no País por Yoani, que foi proibida de falar em Feira de Santana (BA), por conta do tumulto gerado por simpatizantes do governo cubano.

    Durante a visita à Bahia, os manifestantes impediram a divulgação do documentário ‘Conexão Cuba-Honduras’, que trata da liberdade de expressão e tem a participação da blogueira.

    Carlos Sampaio, no entanto, criticou o regime castrista. “Um único partido, uma única imprensa. Que país é esse que os simpatizantes do PT e do PCdoB querem defender?” questionou.

    O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), ressaltou que o discurso de Yoani Sánchez merece ser ouvido. ‘Essa idealista veio ao País para tentar convencer os jovens brasileiros, para mostrar que não cabe mais um regime ditatorial como o de Cuba’, disse.

    O líder do DEM, deputado Ronaldo Caiado (GO), comparou o tratamento recebido pela blogueira ao tratamento dado a Cesare Battisti, italiano militante de esquerda que foi condenado no seu país e recebeu asilo no Brasil. Segundo o deputado, o governo teria colocado a sua máquina para defender o italiano e, agora, um servidor do Planalto teria recebido a missão de disseminar um dossiê contra a cubana.

    ‘Battisti, assassino, tem respaldo do Planalto. Uma simples blogueira recebe tratamento contrário para ser proibida de caminhar pelo Brasil e explicar a situação daquele país’, disse Caiado.

    O líder do PR, deputado Anthony Garotinho (RJ), também defendeu a aprovação do requerimento. ‘O mesmo direito assegurado aos que querem elogiar o governo cubano pelos avanços na área da saúde e da educação também tem de ser assegurado aos que querem criticar a falta de democracia naquele país’, disse.

    Dos partidos da base aliada ao governo, apenas o PP se manifestou a favor do requerimento”

    Fonte: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/POLITICA/435926-OBSTRUCAO-DE-PARTIDOS-GOVERNISTAS-IMPEDE-VOTACAO-DE-PROTECAO-A-BLOGUEIRA-CUBANA.html

    O ANTIPETRALHA http://oantipetralha.blogspot.com.br/

  8. Yoani é uma mulher especial, mãe de um adolescente, formada em filologia, vive com um jornalista cubano dissidente da ditadura dos castros. O que mais chama a atenção na atitude de Yoani, é a coragem que reveste a alma dessa guerreira ao enfrentar um regime que já assassinou mais de cem mil dissidentes incluindo vinte mil executados no Paredón. Essa fibra de uma mãe aliada a serenidade de uma deusa que não teme o futuro inspira as pessoas a refletirem, a buscar seus direitos plenos e não servir apenas de peças serviçais como massa de manobra de grupelhos corruptos que desejam manter o povo refém das bolsas misérias, e apoderando-se da chave do cofre da Nação ad eternum.

  9. Sobre demônios e anjos! Ou de como foram os protestos no Brasil contra a blogueira… na visão da blogueira apresentada no texto acima.

    ELES
    • Adeptos incondicionais do governo cubano;
    • Violentos, só sabiam berrar e repetir as mesmas frases;
    • Com uma fieira de mentiras sobre minha pessoa;
    • Autômatos programados;
    • Faziam-me ataques pessoais, queriam me linchar;
    • Obedeciam a ordens, o longo braço que os move desde a Praça da Revolução em Havana;
    • Um piquete de extremistas;
    • Um grupo de gente me insultando;
    • Uma batalha contra os demônios.

    VOCÊ
    • A calma ante as adversidades me caracteriza;
    • Esta humilde servidora;
    • Eu só queria conversar;
    • Eu sou uma alma livre.

  10. Os petralhas que hostilizaram Yoani Sánchez nem mesmo estão defendendo o comunismo, que, exceto em universidades brasileiras e de outros países da América Latina, já morreu. Como disse Reinaldo Azevedo em post de hoje (24/02) de seu blog “Como escreveu Reinaldo Azevedo em seu blog, “não é que eles (OS AGRESSORES DE YOANI)amem tanto o comunismo… eles amam mesmo é a ditadura”. (…) “Aqueles patetas fantasiados de Che Guevara que hostilizaram Yoani, a absurda participação de um funcionário graduado do governo na conspirata armada pela embaixada cubana, as grosserias que contra ela desferiram parlamentares de esquerda, tudo isso é a evidência não de amor pelo comunismo, mas do ódio à liberdade. Com a sua simplicidade, com a sua verve mais tímida do que encantatória, com algumas formulações muitas vezes óbvias sobre o que é ser livre, Yoani não trouxe à luz apenas as violências do regime político cubano; ela conseguiu denunciar também as tentações totalitárias que ainda estão muito vivas no Brasil. Não é que essa gente que saiu urrando contra ela ainda acredite no comunismo. Mas é certo que essa gente ainda acredita na ditadura. Em Cuba ou aqui”.
    Pode-se depreender isso por alguns comentários de alguns “manés” que se acham muito inteligentes e originais, urrando seus insultos a quem defende Yoani, nos comentários em jornais e blogs. Eu me chamo Manoel, mas os “manés” são os idiotas e/ou desonestos que defendem ditaduras, seja a cubana ou qualquer outra, de esquerda ou direita. Já não restam comunistas nem mesmo na China, como diz o mesmo Reinaldo Azevedo, com quem concordo. O Brasil tem alguns em universidades. Mas o ódio à liberdade permanece.

  11. Absurdos velados! Poetas covardes! Intelectuais medíocres!

    É vergonhosa a hostilização imposta a Yoani Sánchez. É um absurdo velado, como tantos outros que vivenciamos. Os poetas e os amantes da liberdade calaram-se? Acovardaram-se! Onde está a indignação nos sites de comunicação e nas redes sociais? Compartilham-se mensagens de autoajuda, equilíbrio interior e LIBERDADE! Mas nos últimos cinco dias não foram vistas nestes, mensagens de repúdio à violência articulada por intelectuais medíocres. Não é possível que tais atitudes representem a opinião do povo brasileiro. Há que ser primado antes de qualquer idealismo, o ideal da Liberdade de expressão, aquele professado por Voltaire em sua frase: “posso não concordar com nenhuma de suas palavras, mas defenderei até a morte, seu direito de dizê-las”. Aquele professado por todas as vítimas das ditaduras impostas ao Brasil por longos períodos da sua história. Aquele ideal de quem concebe, apreende e é adepto ao comunismo. Não o comunismo “Leninista”, “Stalinista” e “Castrista”, mas sim, o comunismo de Marx e Engels, que tem como premissa a não-alienação. E o que é a não-alienação senão o direito de conhecer e expressar o sistema sob o qual estamos regidos? É isso que defende Yoani Sánchez!!!!!!
    Abaixo a hostilização a Yoani Sánchez! Abaixo a hipocrisia política e filosófica no Brasil!!!
    Alessandra Amâncio
    22/02/2013

  12. Estes protestos não foram de brasileiros e sim de petralhas e comunistas que mamam nas tetas do país e fibnanciados com o dinheiro do povo q trabalha para esses vagabundos q se dizem representantes do povo. Yoany, vc é o exemplo q todo brasileiro precisa seguir para combatermos a praga vermelha e podre q tomou conta do meu Brasil….

  13. Lamentável a atitude de alguns brasileiros em relação à visita de Yoani Sánchez. Nunca vi algo tão lamentavelmente anti-democrático. As ações daquela minoria enraivecida me causaram arrepios, pois me fizeram lembrar da ditadura militar que vivemos em nosso País. Yoani Sánchez, por favor, não deixe que a atitude de uma minoria acéfala faça você pensar que não é bem vinda ao Brasil! A maioria de nossos cidadãos é composta por pessoas de bem, trabalhadoras que amam a liberdade de expressão.

  14. Ótimo comentário. Esses defensores da ditadura cubana, incluindo Dona Dilma e outros, deveriam se envergonhar. Argumentam que tal regime opressor possibilitou: “otimo sistema de saúde, educação, segurança, etc”. É como defender o bandido “dono” do morro, que, em menor escala, faz a mesma coisa. Também argumentam que a Yoani é uma fantoche que recebe dinheiro dos EUA. Quem dera surgissem milhares de fantoches como ela, recebendo verbas de milhares de países para acabar com ditaduras imundas, como as de Cuba, Coréia do Norte, Angola, Zimbábue, Irã, Venezuela, Bolívia, etc. Mas não se referem ao dinheiro que os guerrilheiros Fidel e Che Guevara receberam da ex_URSS para espalhar a ditadura comunista pelo mundo. Aliás, essa minoria barulhenta pró-ditadura acaba esquecendo que o Brasil já está há 10 anos com regime pró-cubano e nossa saúde, educação, segurança, etc, apresentam os piores índices do mundo. A vantagem é que em Cuba não tem mensalão, porque não precisa pagar parlamentares para comprar votos, pois não existe Congresso, nem Senado e, de quebra, o Fidel ainda é o STF. Imagigem se o Brasil ficar com as duas bandas podres: a opressão de Cuba e o atual sistema social daqui. Aliás, já está na hora do judiciário rever essas indenizações e pensões milionárias que estão sendo pagas aos guerrilheiros que tentataram implantar o regime cubano no Brasil em 1964. Imaginem o que seria de nós, se esses soldados da ditadura tivessem ganhado a revolução. Esses manifestantes deveriam desembarcar em Havana, onde receberiam de cara uma foice e um martelo, subiriam numa carroça e iriam direto para um canavial para produzir alguma coisa de útil…Fora Ditadura !!!!

  15. É de um caráter antagônico que extrapola a compreensão mais primária que possa existir. Quando alguns, muitos, brasileiros tratam com ojeriza e manifestações e rebeldia taxando de Persona Non Grata. A blogueira Yoani Sánchez.
    *

    Pois, ela esta lutando para conquistar o que nos conquistamos através da mesma luta que ela se dispõe, quase que solitária, em fazê-la.

    *
    É muito confortável estar e viver num Brasil sem mais ditadura e tatuar, nos braços ou peito, às figuras do Ditador, Tirano e Dono de Cuba, Fidel Castro e sua – também – vítima Che Guevara.
    *

    Gostaria de sugerir duas reflexões aos rebeldes afetos a Fidel – literalmente – Castro… Se a ilha de Cuba é esse paraíso – mentiroso – que muitos acreditam. Por que não mudam-se pra lá e por que é que milhares de cubanos morreram e ainda morrerão, devorados por tubarões. Numa tentativa de ganharem a liberdade???
    *
    O nosso problema é que tem muita gente assistindo, se informando e se educando com: SÔNIA ABRÃO, LUCIANA GIMENEZ, DATENA, BBB DA GLOBO, RATINHO E AQUELES VERMES TELEVISIVOS QUE VIVEM DA DESGRAÇA ALHEIA.
    *
    Cecél Garcia

  16. As vezes sinto vergonha de ser brasileiro quando vejo o comportamento de certos compatriotas. Não entendo como se pode ter este tipo de comportamento que vi nesta última semana. Nós que sofremos tanto tempo com uma ditadura aqui, onde tudo era proibido, não podemos ter atitudes como estas que vimos.

  17. Querida Yoani nem todos somos manipulados. Tive vergonha de ver a falta de educação dos comunistas que ainda insistem em viver de olhos fechados. O mesmo partido que sempre lutou pela liberdade de expressão agora tenta calar uma jornalista que mostra ao mundo que CUBA não é tão bela assim. É fácil ser pedra, o duro é ser telhado. Peço desculpas pelos Idiotas que ainda circulam no Brasil.

  18. Cara e nobre Yoani, sou seu fã e envergonho-me pela atitude dos Comunistas disfarçados sob o Partido dos Trabalhadores que aos poucos vai instaurando uma ditadura.

    O PT juntamente com o PMDB dão mostras de uma aliança que visa a supremacia política em todas as esferas estabelecendo um poder proeminente do Executivo sobre o Legislativo e o Judiciário, tal qual, fizeram os militares através AI-5 em 1968. Atraindo os partido menores com promessas de cargos e corrompendo os políticos cresce esse movimento em busca do poder absoluto sob o comando do PT, cujo os articuladores, outrora lutaram contra o sistema militar, sob o falso argumento de representarem o proletariado brasileiro e os trabalhadores humildes. Agora no poder desejam governar o Brasil por tempo indeterminado instaurando assim um poder ditatorial aniquilando à força qualquer possibilidade de reação da sociedade, sob a falsa alegação de um socialismo democrático vão mantendo o povo escravizado pelo discurso demagogo que ilude prometendo riqueza e bem estar social àqueles que não conseguem julgar por si próprios o que é bom ou ruim, certo ou errado.

    O Brasil está entre os últimos colocados nas pesquisas sobre qualidade da educação, atendimento médico, qualidade de vida para idosos, segurança. Além disso, durante o último ano a Bolsa de Valores do Brasil teve a segunda maior queda do mundo. As forças armadas pouco fazem e dizem que não tem condições nem de enfrentar a Argentina por mais de 30 minutos.

    O nosso País não merece isso! Embora sejamos na grande maioria pobres e incultos, somos sim, honestos, trabalhadores, descentes e corajosos por isso não podemos nos calar diante desta força negra do mal que assola a Nação, denominada DITADURA

  19. Praticamente coreografada a manifestação, meio estranho, brasileiros que se movem a fim de algum movimento social, no nosso país é raro, ainda mais tratando-se de um movimento social cubano. Alias, ninguém realmente sabe algo de concreto que ocorre no Brasil, muito menos o movimento de uma Jornalista Cubana. Chega ser tão patético essa manifestação forjada contra o direito fundamental da Liberdade de Expressão.

    E no Brasil até quando as pessoas com o Direito da Liberdade de Expressão continuarão alienadas e se comportando como macacos!?

  20. Sinto uma profunda vergonha dessas manifestações antidemocráticas e orquestradas. Gente totalmente desqualificada, semi-analfabetas, que tem o displante de querer calar quem realmente tem algo a dizer.
    Assisti suas duas entrevistas na televisão, o Canal Livre da BAnd, e o Roda Viva da TVBrasil. Gosto dessa visão pragmática, que começa a nossa volta. Voce dismistifica a “Cuba” do imaginário da esquerda brasileira. A esquerda tá órfã e não sabe pra onde vai. Aqui passou a usar velhos hábitos da direita: negócios escusos, corrupção. Aos poucos vemos que as coisas nada se parecem com a propaganda que fazem.
    Lhe desejo sorte na sua empreitada, e quero que voce saiba que o Brasil é muito mais que o PT, que o Lula, que a Dilma. O povo e os pensamentos são muito mais diversos do que parece. Que voce volte mais vezes ao Brasil, vai ser sempre bem-vinda. Tem muitos homens de bem que a admiram.

  21. Yoani, sou brasileiro e gostaria de dizer que aquela minoria de autômatos comandados por um partido político não representa nossa nação. Esse partido político, o PT, que nos anos 70 e 80 lutou contra a ditadura de direita, está agora aos poucos instalando uma ditadura de esquerda, com atos como o que você sofreu, onde tentam tirar de uma pessoa um dos direitos fundamentais da democracia, que é a liberdade de expressão. Peço DESCULPAS por aquela corja de malucos sem idéia própria, e digo-te que você representa para mim a essência da luta pela liberdade. Espero que você consiga fomentar e até liderar em Cuba a revolução democrática que se faz necessária. Afinal, como você disse no programa Roda Viva do qual você participou, não interessa se a ditadura é de direita ou de esquerda, tem que ser combatida. Minha sincera admiração por vocÊ ! Fique com Deus !

  22. Yoani a com certeza maioria dos Brasileiros admiram a tua integridade, coragem e honradez, as manifestações são típicas das viúvas do comunismo, particularmente do PT, que não representam de nenhuma maneira o Brasil, vários lideranças do PT são CRIMINOSOS condenados pela Justiça Brasileira, por CORRUPÇÂO E FORMAÇÂO DE QUADRILHA e aguardando cumprimento da prisão.
    Quanto a militância é paga, não é espontânea, a serviço do partido como em cuba.

    O embaixador de Cuba deveria ser repreendido e devolvido para Cuba, por distribuir cartilhas denegrindo vc, ao invés delas devia nos explicar como anda a vida dos nossos Irmãos Cubanos…

    Parabéns apoiarei teu blog e tua causa aqui no Brasil !!!

    CUBA LIVRE DO CASTRISMO !!!!

    Bem vinda ao Brasil !!! Vc é um exemplo de luta contra ditadores-sociopatas !!!

  23. A passagem da ativista política cubana, Yoani Sanchez, pelo Brasil foi marcada por um show de lucidez, objetividade e coragem, virtudes raramente encontradas em políticos brasileiros, inclusive nos da oposição. Questionada sobre a real situação de Cuba, a blogueira não desperdiçou palavras nem argumentos. De forma objetiva, confirmou tudo o que já sabíamos: em Cuba não existe democracia, os direitos humanos são desrespeitados, inexiste liberdade de expressão e associação, e a situação econômica é de crise crônica, mantendo o país num estado de pobreza permanente.Enfim, a passagem do cometa Yoani foi positiva no sentido de colocar um pouco de luz sobre a situação de Cuba. Ela o fez com tanta transparência e altivez que nem os gritos da militância fascista conseguiu abafar.Continuando o seu périplo por outros países da América e da Europa, Yoani Sanchez poderá fazer pela queda da ditadura cubana o que, talvez, ninguém tenha feito, até agora.

  24. a que responde

    A jornalista cubana Yoany Sánches está para deixar o Brasil, continuando sua viagem de 80 dias, indo agora para a Europa e depois outros cantos. Parte em paz, depois dos derradeiros dias no Rio de Janeiro onde não foi molestada pela porcada petista que atazanou sua vida desde que desembarcou no país, até sair de São Paulo, sua penúltima jornada.

    Escrevo que foi molestada pelos petistas quando eles, especialmente os aboletados na blogosfera lulopetista, dizem que foi achincalhada por “movimentos” de esquerda. Mentira. Toda repressão à sua presença no Brasil foi orquestrada pela ditadura cubana com anuência do governo petista e participação explicita até de ministros de Estado.

    Volto ao caso Yoany depois de destinar mais que duas horas assistindo toda sua entrevista no programa Roda Viva na TV Cultura de São Paulo, que acabou minutos atrás. Para dizer que ela é uma jornalista que trabalha como blogueira, porque em Cuba jornalista é blogueiro ou trabalha no “jornal” Granma, órgão oficial do partido comunista.

    O qual, aproveito para lembrar, tem grande aceitação pelos cubanos, que correm atrás das edições que se esgotam rapidamente nos pontos de distribuição gratuita, para aproveitar-lhe como papel higiênico, que como as bananas é artigo burguês, de luxo, na miserável ditadura cubana.

    Foram dezenas de perguntas. Ela respondeu concisa e claramente a todas. Todas. Com um detalhe: não fugiu uma vez sequer ao tema de cada pergunta. Respondeu exata e tão somente o que foi perguntado. Nenhum floreio, nenhum ponto de vista diverso a concorrer para uma explicação, uma justificativa, devaneio e o que seja. Perguntada sobre A respondeu sobre A, de B respondeu sobre B e assim em todas, sem exceção.

    Não é à toa que a porcada petista achou melhor berrar e lhe esfregar dólar no rosto do que perguntar. E ouvir. Até porque, como ela disse, nem sabem sobre o que ela escreve.

    E não foi à toa que ela postou em seu twitter ter reparado não terem ido ao Rio de Janeiro para agredi-la. E aí deu um palpite, o único: não lhes mandaram, não lhes pagaram as despesas, não organizaram a baderna.

    Jornalista de bom faro, Yoani percebeu na curta passagem pelo Brasil que os petistas são iguais aos cubanos comunistas castristas para se manifestar: só com tudo pago, transporte, camiseta, boné, cartazes e no mínimo um lanchinho por conta do partido. Gente asquerosa.
    Trem Azul – 25/02/2013

  25. Olá Yoani,

    Gostaria de deizer que você enche de orgulho as pessoas que vivem na realidade!
    Parabéns pelo seu raciocinio lucido e integro! Nunca perca a lucidez !
    Muita força ! Estamos todos juntos!

  26. Yo estaba muy contento con su visita a Brasil, pido disculpas por algunos brasileños han dificultado un poco desinformado su visita. Pero quiero que sepas que yo y la gran mayoría de los brasileños están de su lado. Felicitaciones por su lucha y gracias por visitar mi país.

  27. Parabéns Yoani Sanches . Acredito que 99% do povo Brasileiro Apoiam a sua Luta pela Liberdade.
    Eu Particularmente , aprendi muito com Você , pela sua Paciencia , Sabedoria pela sua Simpatia e muito Bonita.
    Outra coisa , é a facilidade sua de expor suas idéias, com muita objetividade , o que não vemos por aqui.
    Os Jornalistas Brasileiros , na minha opinião são muito Fracos e ignorantes. Volte Sempre Yoani Sanches . Vou te acompanhar sempre pelo seu Blog. Abraços

  28. Yoani Sanches>Sou brasileiro e assim como você conhece ao povo Cubano Eu conheço aos brasileiros e tenho ABSOLUTA CERTEZA que a maioria dos Brasileiros,que não se represnta por AQUELES Bizonhos e Manipulaods Estudantes,Apóia sua defesa a VERDADEIRA LIBERDADE em CUBA…””””Gostaria que respondesse a essa pergunta que pra mim é de fundamental importancia”””” Quem Planejou os lugares que Você iria visitar no Brasil???Foi você mesma ou foi sugerido por outra pessoa…Penso que não foi voce que fez a escolha dos LOCAIS para serem visitados,pois esses que visitastes não REPRESENTAM de MANEIRA ALGUMA a vontade da maioria da população do BRASIL..O Governo Brasileiro tem em GASTOS com o BOLSA FAMILIA BILHÔES DE REAIS…E o Estado da Bahia é um dos estados que recebem mais dinheiro mais de 2 BILHÔES de Reais…Fiz a pergunta ACIMA penso que esses locais “CARTAS MARCADS”,pré-estabelicidos,por pessoas que Já sabiam qual seria a reação dos MANIPULADOS BIZONHOS SONHADORES e te destinou para Lá,para que houvesse uma “REPERCUÇÂO” na Imprensa INTERNACIONAL,como houve,e fosse TIDO O BRASIL com um apoiador do Governo Castrita,coisa que não é VERDADE!As eleições presidencial no Brasil mostra que temos posições diferentes…Deus Abençõevocê e sua familia!!

  29. Parabéns Yoane. Todos aqui já expressaram o repúdio aos fanáticos que não a deixaram falar. Como já manifetado, 99% dos brasileiros a apoiam em sua luta pela liberdade. Estes jovens são mentes fracas, que foram manipuladas. Passados algumas décadas, quando já tiverem atingido os albores da maturidade, irão se envergonhar do que fizeram.
    Mas ainda assim, mesmo com esse espectáculo vergonhoso, eles lhe deram a oportunidade de mostrar de forma serena, que está lutando apenas por liberdade de expressão e democracia, enquanto eles lutam para defender as ditaduras.

    VIVA A DEMOCRACIRA E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO. Muito grato por mostrar aos brasileiros o quanto isto é importante.

  30. Meus parabéns Yoane, pela sua postura e educação frente a esses bossais e retardados!! Venha mais vezes ao Brasil que você será sempre bem vinda com suas idéias libertárias!!Esses petrálias, pensem que Cuba é de propriedade exclusiva do hermanos Castros, e não de toda linda população cubana que anseia por liberdade de pensamento e opinião. Isso é tudo que eles queriam implantar no Brasil, sorte que quando eles chegaram no poder nossa democracia já estava estabilizada!!

  31. Parabéns Yoani.

    Acredito que um Estado muda quando existem pessoas como você que não tem medo de nada e enfrentando todos os obstáculos. Todas as pessoas têm que ser livres, pois ninguém é dono de ninguém. Todo tem sim, que respeitar e ser respeitado no seu direito de ir e vir e sem ser cerceado. O mundo está mudando, a democracia está “quase” em toda a parte. Um povo não pode ser oprimido por meia dúzia de pessoas poderosas. O povo tem que se levantar também. O povo tem que conhecer todos os detalhes que se passa no meio político de sua Nação. Para isto querida Yoani, tem que existir pessoas igual a você, decidida e corajosa. Tento também fazer alguma coisa pelo mundo escrevendo no meu blog http://WWW.PROCONSTITUICAO.COM.BR que é um instrumento para eu clamar pelo ENSINO OBRIGATÓRIO DA CONSTITUICAO FEDERAL NAS SALAS DE AULA DE TODO O BRASIL. Não sei se vou conseguir ver a CONSTITUICAO FEDERAL COMO ENSINO OBRIGATÓRIO, mas, eu tento escrevendo uma vez ou outra.

    O meu blog é http://WWW.PROCONSTITUICAO.COM.BR. Sei que você está com a agenda cheia para acessar esse blog, mas, quando tiver tempo, dê uma lida nele, por favor. O SOBRE do blog diz:

    ” Este site pertence a DJAIR L. CRUZ djairlemos@hotmail.com que é formado em Análise de Sistemas e atua no desenvolvimento e implantação de sistemas em plataforma mainframe.

    O Site procura lutar pelo ensino obrigatório da Constituição Federal nas escolas do Brasil para que o cidadão consiga entender os assuntos de seu interesse. Com o ensino obrigatório da Constituição Federal, o cidadão saberá o que é uma emenda à Constituição. Saberá o que é uma medida provisória. Saberá a diferença entre uma lei ordinária e uma lei complementar. Saberá como funciona o Congresso Nacional e outros assuntos relevantes à sua cidadania. ”

    Então Yoani. Felicidades pra você. Que Deus te ilumine e te dê cada vez mais coragem nessa sua incrível caminhada para o sucesso.

    Um grande abraço.
    DJAIR L. CRUZ – djairlemos@hotmail.comhttp://www.proconstituicao.com.br

  32. THANKS YOU, MS YOANI SANCHEZ

    João Fernando Gouveia (jfbgouveia@gmail.com)
    Sou sulamericano, sou brasileiro,
    sou baiano, soteropolitano
    sou da trupe do Caetano
    e não sou burro.

    Vejo tanta gente burra
    arrotando independência,
    Paga com meus impostos,
    usurpar e achincalhar a democracia.
    E, é por isso que lhe agradeço
    sua vinda à Bahia
    Terra em que os absurdos precedem os fatos,
    para me comprovar
    que existem ratos
    em negociatas de porão;
    quanto ainda de descortesia e alienação
    subserviência e indecência,
    recrutamento ideológico falido
    ainda sobrevive como ativista,
    quanto da ideia fascista
    ainda persiste de plantão.

    Lembro: nós lutávamos
    como podíamos
    com lápis, caneta, giz e consciência
    pela liberdade de expressão,
    vozes mudas na imensidão.
    “Eles”, agora no poder
    com força de tropa de choque, de BOPE,

    erguem com as mentiras a opressão,
    fazendo-nos engolir
    a voz embargada e o pensamento,
    senão, o saco é convencimento.

    Gracias, senhora caribenha
    agora, aqui, já temos
    a Lei Maria da Penha,
    para proteger a mulher.
    Gracias, jovem dama
    por nos ter lembrado
    a pobreza de espírito,
    a intolerância política que invade,
    assaltando a verdade.
    Por nos ter alertado
    que viver numa democracia
    é, subitamente, mais instigante
    pelos direitos que conquistamos
    e, às vezes, os mal usamos.

    Gracias a la vida
    (cantou a inesquecível Mercedes)
    que me há dado tanto,
    vida que me deu o direito de pensar
    de contestar e de me exprimir
    de ser diferente, contraditório
    e de poder ir
    a qualquer lugar.

    Lembremos Rousseau:
    não concordar
    não significa conspirar.

    Muchas gracias, Yoani Sanches
    por me fazer refletir.
    tenho que pensar e agir
    conforme nos moldam os “Castros”
    com sua cartilha oficial
    tão surrada
    onde sempre é inimigo da revolução
    aquele que diverge do estabelecido
    do imposto, do paredão?
    Deve prevalecer um único partido,
    um líder fabricado e imposto
    mesmo a contra gosto,
    a ideologia absoluta que induz
    à desgastada estrutura de poder?

    Senhorita, Sanchez
    as imagens são claras
    o ódio estampado nas caras
    são de almas ignaras
    que não desmonta
    o que a sua presença demonstra:
    a inteligência vence a força
    a astúcia surpreende a ignomínia
    a coerência ressalta os princípios
    a lógica se sobrepõe à covardia
    o verbo convenceu.

    Meus respeitos, Ms Sanchez,
    perdoemos…
    “Eles” sabem muito bem o que fazem.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s