Em Cuba não há droga?

Imagen tomada de www.informador.com.mx/

Eu tinha uma ceratite bem agressiva no olho esquerdo. Era o resultado da pouca higiene do albergue e das sucessivas conjuntivites mal cuidadas. Receitaram-me um tratamento complexo, porém depois de um mês de colírios continuava sem notar melhora alguma. Ardiam-me os olhos ao contemplar as paredes pintadas de branco e as zonas onde se projetasse a luz do sol. As linhas dos livretos apareciam borradas e examinar minhas próprias unhas era impossível. Yanet, a menina que dormia na cama em frente me contou o que acontecia. “Roubam-te a homatropina para tomarem-na, curtem uma tremenda viagem e depois preenchem o frasco com outra coisa”, disse-me num sussurro em frente às duchas. Desse modo me pus a vigiar cada noite minha posição e comprovei que era verdade. O medicamento que devia me curar era consumido por alguns colegas de albergue misturado com um pouco de água… Não era a toa que a minha córnea não sarava.

Elefantes azuis, caminhos de matéria plástica, braços que se alongavam ao horizonte. Escapar, voar, pular de uma janela sem sofrer dano… Até ao mesmíssimo abismo eram as sensações perseguidas por muitas daquelas adolescentes afastadas de seus pais e que viviam sob os poucos valores éticos transmitidos pelos professores. Algumas noites os rapazes faziam, na área desportiva, uma infusão da flor conhecida como “campana” conhecida como a droga do pobre. No final do meu décimo grau começaram a também entrar naquele pré-universitário os pós para inalar e “erva” em pacotes pequenos. Eram trazidas principalmente pelos estudantes que viviam no paupérrimo bairro de El Romerillo. Risadinhas nas aulas matinais depois da ingestão, olhadas extraviadas que transpassavam o quadro-negro e a libido exacerbada com todos aqueles “estímulos para viver”. Com doses regulares já não se sente nem o ardor da fome no estômago, confirmavam-me algumas amigas já “fisgadas” Por sorte nunca me deixei tentar.

Ao terminar a bolsa de estudos soube que fora dos muros daquele lugar a mesma situação se repetia, porém em maior escala. Na minha região de San Leopoldo aprendi a reconhecer as pálpebras semi-abertas dos “colocados”, a fraqueza e a pele mortiça do consumidor empedernido e a atitude agressiva de alguns que depois de darem “um toque” acreditavam-se os reis do mundo. Quando os anos dois mil chegaram aumentaram as ofertas no mercado da evasão: melca, marijuana, coca – esta última a uns 50 pesos conversíveis o gramo atualmente – pastilhas EPO, Parkisonil rosado e verde, pedra, Popper e todo tipo de psicotrópicos. Os compradores são de variados estratos sociais, porém em sua maioria buscam escapar, passar um momento, saírem da rotina e deixarem para trás a asfixia cotidiana. Inalam, bebem, fumam e depois são vistos a bailar por toda a noite na discoteca. Passada a euforia ficam dormindo frente a esta mesma tela de televisão onde Raúl Castro assegura que “em Cuba não há droga”.

Tradução e administração do blog em língua portuguesa por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

8 thoughts on “Em Cuba não há droga?

  1. .
    Do twitter da Yoani.
    .
    .
    #Cuba @Eliecer_Cuba ya en el #Aeropuerto de La #Habana http://twitpic.com/c0dpph
    ;
    ;
    Eliécer Ávila era em 2008 um estudante da Universidade de Ciências Informáticas (UCI) que interpelo a Ricardo Alarcón em 2008. Foi filmado pela imprensa internacional e surpreendeu ao fazer duras perguntas sobre liberdade.

  2. .
    Do twitter da Yoani sobre a eleição dos deputados cubanos para a Assembléia Nacional.
    .
    .
    Nuestra #AsambleaNacional conglomerado diverso de edades, orígenes sociales, razas y género, pero con una sola filiación política
    .
    Nuestra #AsambleaNacional 612 diputados que dicen representar una nación, cuando en realidad sólo hablan en nombre de una ideología
    .
    #AsambleaNacional pantomima de la pluralidad, con estadísticas pensadas para impresionar, aunque sin diversidad de pensamiento
    .
    Nuestra #AsambleaNacional un arcoiris con siete bandas del mismo color… rojo… quizás verdeolivo…
    .
    Nuestra #AsambleaNacional un manso grupo de individuos aplaudiendo en el Palacio de las Convenciones de La #Habana
    .
    Nuestra #AsambleaNacional nunca ha rechazado una propuesta de ley, siempre ha votado por unanimidad o mayoria
    .
    Nuestra #AsambleaNacional aprobó una resolución “suicida” cuando modificó la constitución haciéndola inmodificable para el propio parlamento
    .
    #Cuna Ni #RaulCastro cree en la #AsambleaNacional pues la mayoría de las “reformas” que ha implementado han sido a golpe de #DECRETAZO
    .
    .
    .
    Realmente uma assembléia que apenas se reúne duas vezes ao ano, apenas existe para fins decorativos e com a eleição de hoje (3 de fevereiro de 2013) somente teremos notícias da atuação deste deputados eleitos daqui a alguns meses.
    .
    Até lá não vai se ler uma só notícia sobre o “trabalho” destes deputados hoje eleitos.
    Mas receberemos várias notícias sobre os irmão Castros, a verdadeira fonte de poder em Cuba.

  3. No Brasil a droga está sendo pulverizada pelas FARC, em todas as classes sociais, com objetido único de destruir os resquícios do capitalismo, para ficar mais fácil instalar o marxismo cubano! Em Cuba não há necessidade de destruir as resistências ao marxismo, pois elas não existem!
    8)

  4. Ex-ministro iraniano encontrado na Alemanha com cheque milionário venezuelano

    AFP – Agence France-Presse

    Publicação: 03/02/2013 18:55 Atualização:

    O ex-ministro iraniano das Finanças, Tahmasb Mazaheri, foi revistado na Alemanha em posse de um cheque do Banco da Venezuela no valor de 300 milhões de bolívares (US$ 70 milhões), noticiou neste domingo o jornal Bild am Sonntag.

    Mazaheri, que também chefiou o Banco Central iraniano de 2007 a 2008, foi revistado pelos agentes de alfândega do aeroporto de Düsseldorf (oeste) em 21 de janeiro passado, procedente da Turquia, detalhou o periódico.

    Segundo a fonte, o cheque milionário do Banco Central da Venezuela foi encontrado em um dos bolsos da bagagem de mão do ex-ministro.

    Os serviços de alfândega estão investigando se há um possível crime de lavagem de dinheiro, de acordo com o jornal.

    Segundo o Bild am Sonntag, Mazaheri afirmou que o cheque serviria para financiar a construção de 10.000 residências por parte do governo venezuelano.8)

    http://encurta.com/bac6B

  5. .
    .
    Do twitter da Yoani.
    .
    .
    Un fragil y apenas audible #FidelCastro aparece en #TV http://twitpic.com/c0qh1m
    .
    .
    .
    Fidel agora sempre aparece recurvado, uma pose bastante diferente de tempos atrás, quando quase sempre conversava com os seus interlocutores, olhando de cima para baixo, pois tem cerca de 1,91 m de altura.
    .
    Apesar da sua aparência frágil talvez ainda seja influente no governo e seja ainda o responsável pela imobilidade do país e pelas inúmeras prisões a ativistas.
    .
    Apesar da idade (86 anos), ele é um dos candidatos a eleição a deputados da Assembléia Nacional.
    O tabloide Granma diz em uma matéria sobre sua aparição: El Comandante en Jefe Fidel Castro.
    Ele comanda um país falido.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s