Reformas linguisticas

metalenguaje

Não se preocupe leitor, porque este texto não versa sobre o que você pensa. Não é um apelo à Real Academia da Língua Espanhola para que agilize o processo de aceitação de novos termos, nem sequer um pedido para devolver complexidade à língua castelhana. Nada disso. Faz um bom tempo que pendurei o avental de filóloga e, agora, entendo mais de bytes do que sílabas e de tweets do que conjugações. Falo melhor desses volteios peculiares que são utilizados em Cuba para designar os fenômenos econômicos, políticos e sociais. As “reformas” que vivemos parecem estar se sucedendo mais no campo da lingüística e da semântica do que na realidade concreta. Darei alguns exemplos… Não se desespere.

Em nosso país deu-se para chamar “atualização do modelo socialista” a medidas que simplesmente estão agregando elementos de economia de mercado ao sistema. Designa-se como “trabalho por conta própria” o que em qualquer outro lugar do mundo é conhecido como “setor privado”. Os desempregados tampouco são catalogados com a palavra correspondente, mas sim levam o rótulo de “trabalhadores disponíveis”, um modo muito suavizado de descrever o drama da demissão. Nos hospitais quando se restringe muito o número de radiografias e de ultra-sons explica-se como uma possibilidade para “aumentar o nível do diagnóstico clínico”. O que, traduzido para uma demonstração veraz, quer dizer que o médico deve descobrir com seus olhos e suas mãos de uma fratura até uma hemorragia interna.

Para o discurso oficial a frustração popular com as reformas é apenas o sinal de “incompreensões e indisciplina”. Se, além disso, essa inconformidade desemboca num protesto de rua, então os participantes não são nem “indignados”, nem “proletários reclamando seus direitos”, mas sim “mercenários” e “contra-revolucionários”. Nesta Ilha a expressão “o povo” é um dos tantos pseudônimos que o poder tem, desse modo  já se pode imaginar as confusões criadas frequentemente. Quando se lê “por decisão do povo soberano…” ou “com a participação de todo o povo”, poder-se-ia substituir o sujeito de cada uma destas frases por “o Partido Comunista”. Tampouco o vírus da cólera pode ser mencionado por suas seis letras, pois o jornal Granma já cunhou a frase “doença diarréica aguda”. E esses bairros paupérrimos que se estendem pela periferia da cidade, cuidado em chamá-los de favelas ou vilas miséria! Esses são para a semântica distorcida que nos rodeia, “comunidades de baixos recursos”.

Já não entendo nada e você tampouco. Uma metalinguagem apropriou-se de nossas vidas e nenhuma palavra é o que parece. Porém acredite-me leitor, e “não se preocupe”, que é justamente a forma com a qual dizemos diariamente “a situação é preocupante”

Tradução e administração do blog em língua portuguesa por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

4 thoughts on “Reformas linguisticas

  1. Inteligência militar revela que a Amante do Lula era a “mulher invisível” que negociava diamantes africanos na Europa
    Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
    Leia também o site Fique Alerta – http://www.fiquealerta.net
    Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.net

    Exclusivo – O Rosegate revela mais duas bombas. Não existem registros nos anais da FAB de viagens internacionais feitas por Rosemary Novoa Noronha nos aviões da Presidência da República, embora a ex-chefe do gabinete paulista de Dilma tenha viajado 24 vezes ao exterior com o amigo e chefe Lula. Por tal informação, passada reservadamente pela inteligência das Forças Armadas ao Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, a “Doutora Rose” seria a “mulher invisível” que trabalhava para Lula.

    Outro bomba. Rosemary utilizava um passaporte exclusivo de membros do primeiro escalão governamental para viagens de negócio ao exterior que fazia sem a presença do amigo Lula. Serviços de inteligência das Forças Armadas receberam informes de que Rose participaria de negócios com diamantes em pelo menos cinco países: Bélgica, Holanda, França, Inglaterra e Alemanha. As pedras preciosas seriam originárias de negócios ocultos feitos pela cúpula petralha na África, principalmente Angola. Tal informação também foi passada à PGR pelos militares.

    Foram detectadas dezenas de viagens não-oficiais de Rosemary ao exterior, para “passeios de negócios”. O passaporte especial a denunciou. Foram 23 para a França. Para Suíça, ocorreram 18, por via terrestre, partindo de Paris, e mais quatro por via aérea. Rose também fez 12 deslocamentos de avião para a Inglaterra. Outras sete viagens para o Caribe e os Estados Unidos, aconteceram de navio – de acordo com a inteligência militar brasileira.

    Tais informações sigilosas sobre o Rosegate não aparecem nas 600 páginas do inquérito da Operação Porto Seguro. Militares também estão checando o informe, que circula pela internet, de que, numa viagem de Lula a Portugal, Doutora Rose teria levado, na mala diplomática, 25 milhões de Euros. O valor, que teria sido declarado à receita portuguesa, seguiu em carro forte para depósito na agência central do Banco Espírito Santo, na cidade do Porto.

    Como os documentos sobre tal operação estariam arquivados na Aduana do aeroporto internacional Francisco de Sá Carneiro, a petralhada morre de medo que se confirme o informe do e-mail denúncia – segundo o qual Rose mandou fazer o depósito tendo Luiz Inácio Lula da Silva como o possível beneficiário de um seguro que fora feito para evitar “algum sinistro” com tanto dinheiro.

    Diante de novas denúncias que surgem com o Rosegate, o Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, se prepara para pedir, a qualquer momento, a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico de Luiz Inácio Lula da Silva & Família. A solicitação é um desdobramento do julgamento do Mensalão e servirá para alimentar de informações o Processo Investigatório 2.474. Correndo em segredo de Justiça no Supremo Tribunal Federal, desde 2007, com 77 volumes de fatos concretos, o trabalho investiga as relações de negócios entre o PT, o Banco BMG, e o mito Lula.

    Gurgel quer saber como e onde Lula aplica os recursos que recebe nas palestras que vem dando no Brasil e no exterior. O Instituto Lula também pode ser alvo do Procurador, para saber quem são as pessoas físicas e jurídicas que andam financiando as atividades políticas de Lula. A maior preocupação do ex-presidente é com a Polícia e a Receita Federal. Lula foi informado de que servidores fora do controle do Governo – mas agindo dentro da lei e do dever de ofício – teriam informações comprometedoras sobre ele e seus filhos.

    Se tudo vier à tona, o processo do Mensalão vai parecer roubo de galinha no quintal do vizinho mais próximo…

  2. .
    Reportan más de 400 arrestos temporales en Cuba
    .
    .
    JUAN CARLOS CHAVEZ
    .
    Informe denuncia carácter arbitrario de las detenciones por motivos políticos
    .
    La policía cubana intensificó su ofensiva contra la oposición pacífica y realizó 410 arrestos de corta duración en noviembre, según el informe mensual de la Comisión Cubana de Derechos Humanos y Reconciliación Nacional (CCDHRN), radicada en La Habana.
    .
    “En los últimos años se ha manifestado una tendencia creciente al aumento de la violencia policial durante las detenciones, a pesar de la actitud sumamente pacífica de los disidentes” dijo la CCDHRN, que dirige el activista Elizardo Sánchez Santa Cruz.
    .
    El informe concluyó que el número de arrestos va en aumento respecto a estadísticas pasadas. Durante todo el año 2010 fueron 2,074; en 2011 se ordenaron 4,123.
    (Continua)
    .
    .
    http://www.elnuevoherald.com/2012/12/04/1357309/reportan-mas-de-400-arrestos-temporales.html
    .
    .
    A ditadura militar cubana continua a bater as pessoas e as prende-las, sem ter maiores preocupações sobre qualquer tipo de questionamento legal, isso em pleno ano de 2012 ou no século XXI.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s