Amaciando o pai

Foto archivo de EFE

Para Marino Murillo, vice-presidente cubano e pai que há poucos dias viu uma filha partir para o exílio.

“Papi não te metas em nada”, aconselha a filha do outro lado da linha. A mesma filha que faz umas semanas lhe enviou algum dinheiro e um pacote com remédios e roupas. Essa que emigrou há uma década e de Berlim é o principal apoio da família que ficou em Havana. O pai engole em seco cada vez que sua primogênita repete – por telefone – que não se envolva em tarefas do Partido Comunista, nem do Comitê de Defesa da Revolução e muito menos se deixe usar em comícios de repúdio contra opositores. “Olha, aquilo está a ponto de cair e tu és o que vai ficar sujo”, rumina a jovem insistente. De modo que o aposentado obediente reduziu em vários graus sua intolerância ideológica, moderando esta raiva produzida pelos que estavam contra “seu Comandante” e até escondeu sua carteira de militante no fundo de uma gaveta.

Está mudado. Quando alguém lhe fala de política muda o assunto para clima ou beisebol. Voltou a falar com esses vizinhos dissidentes aos quais negava cumprimentos, inclusive piscando um olho cúmplice. Já as reuniões da associação de combatentes lhe parecem muito chatas, os jornais tão vazios e as palavras de ordem tão falsas… Nem sequer liga a televisão quando há discursos oficiais. O que ocorreu? Uma mistura de frustração, incômodo ante a pensão baixíssima, a corrupção dominante e o adiamento indefinido dos sonhos. Porém, no seu caso, os filhos têm sido os principais catalisadores do inconformismo, a mais enfática negação que sua ideologia poderia receber. A mais velha vive na Europa e o mais novo cruzou o estreito da Florida numa balsa. Nenhum quis ficar esperando os frutos do sistema pelo qual “Papai tanto lutou”.

Depois da partida dos seus meninos descobriu em si mesmo um homem mais moderado, capaz de aceitar que os filhos dos outros também se vão sem por isso correr para lhes jogar ovos ou insultos. Não permite que ninguém chame sua prole de “traidores” e aprendeu que o inglês falado por sua neta nascida no Arkansas não é – de modo algum – a língua do diabo. Além disso, as vitaminas que lhe enviam são tão boas, o gel para dor nas costas de alta qualidade, os dólares pela Western Union tão oportunos… Enfim, é um homem diferente. Em outubro próximo voará aos Estados Unidos para visitar os seus e planeja não regressar. O fará sem barulho, sem despedir-se, sem sequer dar baixa no único partido em que militou. Ir-se-á sem se retratar publicamente de nada, sem pedir desculpas a nenhum desses inconformados que por décadas insultou, cuspiu e denegriu. Irá.

Tradução e administração do blog em língua portuguesa por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

4 thoughts on “Amaciando o pai

  1. .
    Do twitter da Yoani sobre o assunto desta postagem.
    .
    .
    Texto “Padres e hijos” en @penultimosdias sobre los hijos de dirigentes cubanos que han emigrado http://goo.gl/2wIAr
    .
    .
    A elite emigra assim como o povo.
    Este é o paraíso que no passado, muitos defendiam.

  2. .
    Condenan a otro opositor de la UNPACU
    .
    .
    Roelvis Cuba-Sendó, de 44 años, fue condenado a un año y seis meses de prisión por los delitos de desacato y resistencia a la autoridad
    .
    JUAN CARLOS CHAVEZ
    .
    Un tribunal de Guantánamo condenó sorpresivamente a un año y seis meses de prisión a Roelvis Cuba-Sendó, un destacado opositor pacífico y activista de derechos humanos de la ilegal Unión Patriótica Cubana (UNPACU).
    .
    Cuba-Sendó, de 44 años, fue acusado por los supuestos delitos de desacato y resistencia a la autoridad, según denunciaron fuentes de la disidencia interna. En junio había sido arrestado hasta en dos oportunidades después de reunirse con otros opositores locales. Su juicio se realizó sin garantías procesales.
    .
    “Roelvis es una víctima más de la represión y el seguimiento de la dictadura cubana. Ha sido injustamente encarcelado”, dijo a El Nuevo Herald, Rogelio Tabío López, integrante de UNPACU en el oriente de la isla.
    .
    El caso del opositor Cuba-Sendó se suma a una consistente y violenta política de represión y cero tolerancia del gobierno de los hermanos Castro contra la oposición interna y el movimiento de derechos humanos.
    .
    Mustelier había sido acusado por la Fiscalía cubana de desorden público y atentado contra un funcionario de gobierno. El proceso judicial se realizó en cuestión de días y sin testigos presenciales a pesar de la gravedad de los cargos. Tampoco nunca le permitieron contar con un abogado, según explicó Alina Fonseca Guevara, esposa de Mustelier.
    (Continua)
    .
    .
    http://www.elnuevoherald.com/2012/08/30/1289801/condenan-a-otro-opositor-de-la.html
    .
    Mais uma prisão de caráter político.
    Naturalmente toda a questão jurídica envolvida no processo é ignorada para o bem da ditadura dos irmãos Castros.

  3. .
    Menos alimentos y alza de precios en Cuba
    .
    .
    JUAN CARLOS CHAVEZ
    .
    Un informe de la Oficina Nacional de Estadísticas (ONE) de Cuba concluyó que la producción nacional de alimentos en el 2011 fue menor que los niveles alcanzados hace cinco años, al tiempo que registró un aumento de 20 por ciento en los precios de los alimentos. En el corto plazo los índices negativos podrían continuar marcando la tónica debido a que el gobierno impuso recientemente tarifas de aduana a los alimentos, comidas y otros artículos traídos por visitantes o enviados del extranjero.
    .
    Los resultados confirman una vez más la caótica situación de la economía de la isla y ponen de relieve el hecho que la recuperación del campo es uno de los retos más duros que enfrentan las autoridades tras décadas de abandono y políticas erradas.
    (Continua)
    .
    http://www.elnuevoherald.com/2012/09/01/1291216/menos-alimentos-y-alza-de-precios.html
    .
    .
    A produção de alimentos em Cuba oscila, mas não apresenta um crescimento mais evidente.
    Está tudo na mesma e já faz mais de dois anos que foram adotadas medidas para estimular a agricultura.

  4. .
    Do twitter da Yoani.
    .
    .
    yoanisanchez: #Cuba La peculiar y triste historia de mi pasaporte… repleto de visas pero sin ningun permiso de salida 😦 http://t.co/aEcerorE
    .
    .
    É um vídeo da Yaoni colocado no Yotube, onde ela descreve o conteúdo do seu passaporte, que está cheio de visas de entrada, mas não tem nenhuma autorização de saída do seu próprio país.
    Praticamente o passaporte tem todas as sua folhas esgotadas, mas nunca serviu para nada.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s