Caixa de ferramentas

anti_corrupcion

Um amigo me presenteou, faz já vários meses, com este magnífico manual intitulado “Caixa de ferramentas para o controle cidadão da corrupção”. Acompanhado por um CD e com numerosos exemplos práticos, o li em busca de respostas ante um flagelo que nos atinge mais a cada dia. Agora mesmo estamos envoltos por chamados para eliminar o desvio de recursos e o roubo nas empresas estatais. Daí que mergulhei nas páginas deste livro para aprender o que nós, os indivíduos, devemos fazer frente a tais atos. Sem surpresa descubro uma palavra que é repetida vez por outra ao longo de cada capítulo: transparência. Uma campanha efetiva anticorrupção deve ser conjugada as subseqüentes aberturas e denúncias nas mídias nacionais. Para cada malversação há que se antepor a informação, a cada desfalque a mais intensa das críticas públicas.

Contudo os apelos para se eliminar o secretismo, feitos pelo General Presidente na última conferência do PCC, não parecem estar destinados a jogar toda a luz necessária sobre os atos desta natureza. Há uma seleção evidente do que se pode ou não se pode dizer, uma linha clara entre o que se permite ou não publicar. Por exemplo: até o dia de hoje não foram mostrados detalhes na imprensa nacional da corrupção no Instituto de Aeronáutica Civil que levou a destituição do seu presidente Rogelio Acevedo. Nem uma palavra ainda sobre o último escândalo no sistema bancário que colocou sob investigação vários dos seus empregados, mesmo que, todavia, nenhum dos seus altos diretores tenha sido “tocado”. E para que falar sobre o cabo de fibra óptica entre Cuba e Venezuela que não nos trouxe a Internet, mas sim rumores sobre funcionários defenestrados por roubarem parte do seu orçamento. Não são apenas cochichos: basta transitar pelo recém consertado túnel da Rua Línea para se perceber que uma boa parte dos materiais destinados a sua restauração não terminaram sendo usados na mesma. Por que a televisão não fala de TUDO isso?

Volta-se a cair no mesmo erro: a verticalidade. A luta contra a corrupção não é só tarefa de um Estado ou da Controladoria Geral da República. Todos os cidadãos devem se envolver, com a certeza de que qualquer um pode ser apontado por meter as mãos nos cofres nacionais. Se continuar primando a impressão de que existem “intocáveis”, ladrões que não podem ser julgados por motivo do seu matiz político ou tendência ideológica, então não poderemos avançar. No dia em que se vir um desses insubmergíveis criticado na televisão por desvio de mercadorias, adulteração de preços ou mentira sobre cifras produtivas, então começarei a acreditar que estamos no caminho da eliminação de tão extenso problema. Enquanto isso olho o manual que tenho agora em minhas mãos e só me parece uma lista de ações improváveis, um reservatório de ilusões impraticáveis aqui.

Tradução e administração do blog em língua portuguesa por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

13 thoughts on “Caixa de ferramentas

  1. contato

    VÍTIMAS DO TERRORISMO – MÊS DE MARÇO

    Neste março de 2012, reverenciamos a todos os que, em MARÇOS passados, tombaram pela fúria política de terroristas. Os seus algozes, sob a mentira de combater uma ditadura militar, na verdade queriam implantar uma ditadura comunista em nosso país.

    Nestes tempos de esperança, cabe-nos lutar para que recebam isonomia no tratamento que os “arautos” dos direitos humanos dispensam aos seus assassinos, que hoje recebem pensões e indenizações do Estado contra o qual pegaram em armas.

    A lembrança deles não nos motiva ao ódio e nem mesmo à contestação aos homens e agremiações alçados ao poder em decorrência de um processo político legítimo. Move-nos, verdadeiramente, o desejo de que a sociedade brasileira lhes faça justiça e resgate aos seus familiares a certeza de que não foram cidadãos de segunda classe por terem perdido a vida no confronto do qual os seus verdugos, embora derrotados, exibem, na prática, os galardões de uma vitória bastarda, urdida por um revanchismo odioso.

    A esses heróis o reconhecimento da Democracia e a garantia da nossa permanente vigilância, para que o sacrifício de suas vidas não tenha sido em vão.

    27/03/65 – Carlos Argemiro Camargo, Sargento do Exército – Paraná
    Emboscada de um grupo de militantes da Força Armada de Libertação Nacional (FALN), chefiado pelo ex-coronel Jeffersom Cardim de Alencar Osorio. Camargo foi morto a tiros. Sua mulher estava grávida de sete meses.

    31/03/69 – Manoel Da Silva Dutra – Civil – Rio de Janeiro / RJ
    Morto durante assalto ao banco Andrade Arnaud. O caso é particularmente importante porque um dos então terroristas que participaram da operação se chamava Carlos Minc. Ele vinha do Colina, que se fundiu com a VPR para formar a VAR-PALMARES.

    11/03/70 – Newton de Oliveira Nascimento – Soldado PM – Rio de Janeiro
    No dia 11/03/70, os militantes do grupo tático armado da ALN Mário de Souza Prata, Rômulo Noronha de Albuquerque e Jorge Raimundo Júnior deslocavam-se num carro Corcel azul, roubado, dirigido pelo último, quando foram interceptados no bairro de Laranjeiras- RJ por uma patrulha da PM. Suspeitando do motorista, pela pouca idade que aparentava, e verificando que Jorge Raimundo não portava habilitação, os policiais ordenaram-lhe que entrasse no veículo policial, junto com Rômulo Noronha Albuquerque, enquanto Mauro de Souza Prata, acompanhado de um dos soldados, iria dirigindo o Corcel até a delegacia mais próxima. Aproveitando-se do descuido dos policiais, que não revistaram os detidos, Mário, ao manobrar o veículo para colocá-lo à frente da viatura policial, sacou de uma arma e atirou, matando com um tiro na testa o soldado da PM Newton Oliveira Nascimento, que o escoltava no carro roubado. O soldado Newton deixou a viúva dona Luci e duas filhas menores, de quatro e dois anos.

    31/03/70 – Joaquim Melo – Investigador de Polícia – Pernambuco
    Morto por terroristas durante ação contra um “aparelho”.

    08/03/71 – Djalma Peluci Batista – Soldado PM – Rio de Janeiro
    Morto por terroristas, durante assalto ao Banco do Estado do Rio de Janeiro.

    24/03/71 – Mateus Levino dos Santos – Tenente da FAB – Pernambuco
    O PCBR necessitava roubar um carro para participar do seqüestro do cônsul norte-americano, em Recife. No dia 26/06/70, o grupo decidiu roubar um Fusca, estacionado em Jaboatão dos Guararapes, na Grande Recife, nas proximidades do Hospital da Aeronáutica. Ao tentarem render o motorista, descobriram tratar-se de um tenente da Aeronáutica. Carlos Alberto disparou dois tiros contra o militar: um na cabeça e outro no pescoço. Depois de nove meses de intenso sofrimento, morreu no dia 24 de março de 1971, deixando viúva e duas filhas menores. O imprevisto levou o PCBR a desistir do seqüestro.

    12/03/72 – Manoel dos Santos – Guarda de Segurança – São Paulo
    Morto durante assalto terrorista à fábrica de bebidas Charel Ltda.

    12/03/72 – Aníbal Figueiredo de Albuquerque – Cel R1 do Exército – SP
    Morto durante assalto à fábrica de bebidas Charel Ltda., da qual era um dos proprietários.

    12/03/73 – Pedro Mineiro – Capataz da Fazenda Capingo
    “Justiçado” por terroristas na Guerrilha do Araguaia.

    Francisco Valdir de Paula – Soldado do Exército – região do Araguaia – PA
    Instalado numa posse de terra, no município de Xambioá, fazendo parte de uma rede de informações montada na área de guerrilha, foi identificado pelos terroristas e assassinado. Seu corpo nunca foi encontrado.

  2. olá geração y.
    Sou do Brasil e lendo a matéria me perguntei: Será que a corrupção em Cuba é maior que a vista no caso brasileiro?
    Geração y!! Lutem contra a corrupção e a burocracia cubana, mas que isto não sirva de pretexto para a volta do capitalismo em Cuba, pois na minha experiencia vivida no dia-dia de um capitalismo sul-americano afirmo que não há nada pior que sustentar este sistema de patrões parasitas como o que a gente vive por aqui.

  3. É importante que o blog Generación Y nos alerte de que há corrupção nos meios oficialistas cubanos. Este tipo de notícia não é difundido pela imprensa internacional. Assim, muitas pessoas podem idealizar, ainda, que todo o PCC seja composto de gente que, apesar de historicamente equivocada, é limpa e idealista, e não aufere vantagens pessoais com seus cargos. Sugiro também que o blog informe como é que vivem os irmãos Castro, por exemplo, ?andam estes também em automóveis (coches) norte-americanos dos anos 1950? ?Moram (residem) estes em apartamentos ou casas caindo aos pedaços, como pode ser visto em várias reportagens filmadas em Cuba? Como vive e como se locomove o ex-presidente do Instituto de Aeronáutica Civil, Rogelio Acevedo? Funcionários estatais corruptos têm vida luxuosa em Cuba? ?Têm dinheiro no exterior?. Digo tudo isso porque, assistinto ou lendo reportagens sobre Cuba, a primeira impressão que se tem é de que TODOS os cubanos, inclusive os dirigentes e governantes, vivem numa linha de pobreza e penúria. Será ???!!! Se há dirigentes ou funcionários públicos ostentando riqueza, isto precisa ser denunciado para a opinião pública.

  4. Os marcianos estão chegando, pousaram dois aqui no blog, Ednei Freitas e Dóri Edson, vcs sabem o que é jornal, se sabem vão ler ou vão ler os comentários dos posts anteriores daqui do blog, dois imbecis.

  5. FICA O ALERTA PARA TODOS OS DITADORES COMUNISTAS, FIDEL, CHAVES, KIN JONG NÃO SEI DAS QUANTAS.

    Quem tentar restringir a internet vai falhar, diz Google

    ROBERTO DIAS-FOLHA
    ENVIADO ESPECIAL A BARCELONA

    O presidente do Conselho do Google, Eric Schmidt, disse que quem tentar restringir o acesso à internet vai falhar.

    “Vamos ver mais esforços assim, mas eles vão falhar”, afirmou ele. “A internet é como água, vai achar seu caminho.”

    Eric Schmidt, presidente do Conselho do Google, durante palestra no Mobile World Congress, em Barcelona
    Schmidt fez a principal palestra do dia no Mobile World Congress, em Barcelona, o principal evento anual do setor de telecomunicações.

    Ele fez uma defesa da liberdade da rede, não só em relação a governos, mas também em relação às Nações Unidas.

    “Temos que tomar cuidado com movimentos que parecem lógicos. Os princípios da internet são diferentes dos da UIT [Organização Internacional de Telecomunicações, braço da ONU para o setor]”, afirmou Schmidt. “Ela iria balcanizar a internet, de maneira a fazer com que cada pedaço seja reguladao de uma maneira diferente. Seria um desastre”, disse ele.

    O executivo mencionou as fotos e os tuítes que rodaram o mundo durante a Primavera Árabe para afirmar que a expansão da internet móvel vai cada vez mais “mudar a maneira como as pessoas se relacionam com o mundo”. “Será impossível ignorar os pedidos de ajuda dessas pessoas em momentos de guerra e sofrimento. Haverá menos espaço para ditadores”, afirmou.

  6. Se os políticos petralhas não tivessem tanta certeza da impunidade eles já teriam mandado construir cadeias mais confortáveis

    “Todo e qualquer estímulo estatal, no final, acarreta diminuição da liberdade, confisco da propriedade e perda de prosperidade.” Lew Rockwell

  7. Militares reafirmam críticas a Dilma e afrontam Amorim
    PUBLICIDADE

    LUCAS FERRAZ
    DE BRASÍLIA
    Em nota divulgada ontem, 98 militares da reserva reafirmaram recentes ataques feitos por clubes militares à presidente Dilma Rousseff e disseram não reconhecer autoridade no ministro da Defesa, Celso Amorim, para proibi-los de expressar opiniões.

    A nota, intitulada “Eles que Venham. Por Aqui Não Passarão”, também ataca a Comissão da Verdade, que apontará, sem poder de punir, responsáveis por mortes, torturas e desaparecimentos na ditadura. Aprovada no ano passado, a comissão espera só a indicação dos membros para começar a funcionar.

    “[A comissão é um] ato inconsequente de revanchismo explícito e de afronta à Lei da Anistia com o beneplácito, inaceitável, do atual governo”, diz o texto, endossado por, entre outros, 13 generais.

    Apesar de fora da ativa, todos ainda devem, por lei, seguir a hierarquia das Forças, das quais Dilma e Amorim são os chefes máximos.

    O novo texto foi divulgado no site “A Verdade Sufocada”, mantido pela mulher de Carlos Alberto Brilhante Ustra, coronel reformado do Exército e um dos que assinam o documento.

    Ustra, ex-chefe do DOI-Codi (aparelho da repressão do Exército) em São Paulo, é acusado de torturar presos políticos na ditadura, motivo pelo qual é processado na Justiça. Ele nega os crimes.

    A atual nota reafirma o teor de outra, do último dia 16, na qual os clubes Militar, Naval e de Aeronáutica fizeram críticas a Dilma, dizendo que ela se afastava de seu papel de estadista ao não “expressar desacordo” sobre declarações recentes de auxiliares e do PT contra a ditadura.

    Após mal-estar e intervenção do Planalto, de Amorim e dos comandantes das Forças, os clubes tiveram de retirar o texto da internet.

    CRÍTICA A AMORIM

    “Em uníssono, reafirmamos a validade do conteúdo do manifesto do dia 16”, afirma a nota de ontem, que lembra que o texto anterior foi tirado da internet “por ordem do ministro da Defesa, a quem não reconhecemos qualquer tipo de autoridade ou legitimidade para fazê-lo”.

    Agora, os militares dizem que o “Clube Militar [da qual a maioria faz parte] não se intimida e continuará atento e vigilante”.

    A primeira das três declarações que geraram a nota foi da ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos), para quem a Comissão da Verdade pode levar a punições, apesar da Lei da Anistia.

    Depois, Eleonora Menicucci (Mulheres) fez em discurso “críticas exacerbadas aos governos militares”, segundo o texto. Já o PT, em uma resolução, disse que deveria priorizar o resgate de seu papel para o fim da ditadura.

  8. “ELES QUE VENHAM. POR AQUI NÃO PASSARÃO!”

    Este é um alerta à Nação brasileira, assinado por homens cuja existência foi marcada por servir à Pátria, tendo como guia o seu juramento de por ela, se preciso for, dar a própria vida. São homens que representam o Exército das gerações passadas e são os responsáveis pelos fundamentos em que se alicerça o Exército do presente.

    Em uníssono, reafirmamos a validade do conteúdo do Manifesto publicado no site do Clube Militar, a partir do dia 16 de fevereiro próximo passado, e dele retirado, segundo o publicado em jornais de circulação nacional, por ordem do Ministro da Defesa, a quem não reconhecemos qualquer tipo de autoridade ou legitimidade para fazê-lo.

    O Clube Militar é uma associação civil, não subordinada a quem quer que seja, a não ser a sua Diretoria, eleita por seu quadro social, tendo mais de cento e vinte anos de gloriosa existência. Anos de luta, determinação, conquistas, vitórias e de participação efetiva em casos relevantes da História Pátria.

    A fundação do Clube, em si, constituiu-se em importante fato histórico, produzindo marcas sensíveis no contexto nacional, ação empreendida por homens determinados, gerada entre os episódios sócio-políticos e militares que marcaram o final do século XIX. Ao longo do tempo, foi partícipe de ocorrências importantes como a Abolição da Escravatura, a Proclamação da República, a questão do petróleo e a Contra-revolução de 1964, apenas para citar alguns.

    O Clube Militar não se intimida e continuará atento e vigilante, propugnando comportamento ético para nossos homens públicos, envolvidos em chocantes escândalos em série, defendendo a dignidade dos militares, hoje ferida e constrangida com salários aviltados e cortes orçamentários, estes últimos impedindo que tenhamos Forças Armadas (FFAA) a altura da necessária Segurança Externa e do perfil político-estratégico que o País já ostenta. FFAA que se mostram, em recente pesquisa, como Instituição da mais alta confiabilidade do Povo brasileiro (pesquisa da Escola de Direito da FGV-SP).

    O Clube Militar, sem sombra de dúvida, incorpora nossos valores, nossos ideais, e tem como um de seus objetivos defender, sempre, os interesses maiores da Pátria.

    Assim, esta foi a finalidade precípua do manifesto supracitado que reconhece na aprovação da “Comissão da Verdade” ato inconseqüente de revanchismo explícito e de afronta à lei da Anistia com o beneplácito, inaceitável, do atual governo.

    Assinam, abaixo, os Oficiais Generais por ordem de antiguidade e os Oficiais superiores por ordem de adesão.
    OFICIAIS GENERAIS

    Gen Gilberto Barbosa de Figueiredo
    Gen Amaury Sá Freire de Lima
    Gen Cássio Cunha
    Gen Ulisses Lisboa Perazzo Lannes
    Gen Marco Antonio Tilscher Saraiva
    Gen Aricildes de Moraes Motta
    Gen Tirteu Frota
    Gen César Augusto Nicodemus de Souza
    Gen Marco Antonio Felício da Silva
    Gen Bda Newton Mousinho de Albuquerque
    Gen Paulo César Lima de Siqueira
    Gen Manoel Theóphilo Gaspar de Oliveira
    Gen Elieser Girão Monteiro

    OFICIAIS SUPERIORES
    T Cel Carlos de Souza Scheliga
    Cel Carlos Alberto Brilhante Ustra
    Cel Ronaldo Pêcego de Morais Coutinho
    Capitão-de-Mar-e-Guerra Joannis Cristino Roidis
    Cel Seixas Marques
    Cel Pedro Moezia de Lima
    Cel Cláudio Miguez
    Cel Yvo Salvany
    Cel Ernesto Caruso
    Cel Juvêncio Saldanha Lemos
    Cel Paulo Ricardo Paiva
    Cel Raul Borges
    Cel Rubens Del Nero
    Cel Ronaldo Pimenta Carvalho
    Cel Jarbas Guimarães Pontes
    Cel Miguel Netto Armando
    Cel Florimar Ferreira Coutinho
    Cel Av Julio Cesar de Oliveira Medeiros
    Cel.Av.Luís Mauro Ferreira Gomes
    Cel Carlos Rodolfo Bopp
    Cel Nilton Correa Lampert
    Cel Horacio de Godoy
    Cel Manuel Joaquim de Araujo Goes
    Cel Luiz Veríssimo de Castro
    Cel Sergio Marinho de Carvalho
    Cel Antenor dos Santos Oliveira
    Cel Josã de Mattos Medeiros
    Cel Mario Monteiro Campos
    Cel Armando Binari Wyatt
    Cel Antonio Osvaldo Silvano
    Cel Alédio P. Fernandes
    Cel Francisco Zacarias
    Cel Paulo Baciuk
    Cel Julio da Cunha Fournier
    Cel Arnaldo N. Fleury Curado
    Cel Walter de Campos
    Cel Silvério Mendes
    Cel Luiz Carvalho Silva
    Cel Reynaldo De Biasi Silva Rocha
    Cel Wadir Abbês
    Cel Flavio Bisch Fabres
    Cel Flavio Acauan Souto
    Cel Luiz Carlos Fortes Bustamante Sá
    Cel Plotino Ladeira da Matta
    Cel Jacob Cesar Ribas Filho
    Cel Murilo Silva de Souza
    Cel Gilson Fernandes
    Cel José Leopoldino
    Cel Evani Lima e Silva
    Cel Antonio Medina Filho
    Cel José Eymard Bonfim Borges
    Cel Dirceu Wolmann Junior
    Cel Sérgio Lobo Rodrigues
    Cel Jones Amaral
    Cel Moacyr Mansur de Carvalho
    Cel Waine Canto
    Cel Moacyr Guimarães de Oliveira
    Cel Flavio Andre Teixeira
    Cel Nelson Henrique Bonança de Almeida
    Cel Roberto Fonseca
    Cel Jose Antonio Barbosa
    Cel Cav Ref Jomar Mendonça
    Cel Nilo Cardoso Daltro
    Cel Carlos Sergio Maia Mondaini
    Cel Nilo Cardoso Daltro
    Cel Vicente Deo
    Cel Av Milton Mauro Mallet Aleixo
    Cel José Roberto Marques Frazão
    Cel Luiz Solano
    Cel Flavio Andre Teixeira
    Cel Jorge Luiz Kormann
    Cel Aluísio Madruga de Moura e Souza
    Cel Aer Edno Marcolino
    Cel Paulo Cesar Romero Castelo Branco
    Cel CARLOS LEGER SHERMAN PALMER
    Capitão-de-Mar-e-Guerra Cesar Augusto Santos Azevedo
    TCel Osmar José de Barros Ribeiro
    T Cel Mayrseu Cople Bahia
    TCel José Cláudio de Carvalho Vargas
    TCel Aer Jorge Ruiz Gomes.
    TCel Aer Paulo Cezar Dockorn
    Cap de Fragata Rafael Lopes Matos
    Maj Paulo Roberto Dias da Cunha

    OFICIAIS SUBALTERNOS
    2º Ten José Vargas Jiménez

    OBS: Quero ver a petralhada covarde encarar,

  9. CORRUPÇÃO!

    A grande verdade que ninguém comenta, é, que, o ser humano só vai respeitar o bens alheios se estiver sendo observado por algum tipo de equipamento eletrônico ou por auditorias competentes e qualificadas. Também é verdade que vai respeitar os bens alheios se for pessoa ética! Mas como ser ético no mundo atual onde o lado espiritual do ser humano está sendo relegado a segundo ou terceiro plano? Como esperar que os regimes marxistas, que excluem qualquer possibilidade de vida espiritual, consigam coibir a ânsia insaciável de seus militontos em busca de dinheiro e outras prendas?
    Ética é desenvolvimento espiritual caminham de mãos dadas! Não é possível ser ético e ateu ao mesmo tempo!

  10. .
    Desista…, quem está fazendo publicidade se chama Hugo Chaves.
    Como esperado, as promessas dele não estão sendo cumpridas.
    .
    Parece que Cuba vai entrar em um segundo período especial, como mais racionamentos e mais promessas de um futuro melhor.
    Tem gente em Cuba esperando pelo futuro, a 53 anos…

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s