Fora de serviço

1ras_conversaciones_telefonicas_espanol

Pesa mais do que um “casamento difícil” dizia minha avó daquele enorme telefone negro que havia na casa de uma vizinha. Tinha um cabo muito curto e depois de fazer uma chamada meu dedo indicador ficava manchado do pó que havia debaixo do discador. Ainda assim aguardava, ansiosa, o grito que anunciava para minha mãe que lhe chamavam do trabalho ou de alguma província. Corríamos escadas acima para colar o ouvido no auricular e escutar o que uma voz quase metálica dizia do outro lado. Entre as mais de dez famílias que habitavam aquele solar só havia duas com linhas telefônicas. Desse modo que brigar com os donos de artefato tão importante era ficar desamparado, sem comunicação.

Se em março de 2008 Raúl Castro houvesse imaginado o papel que a telefonia móvel desempenharia na incipiente sociedade civil cubana, provavelmente nunca haveria liberado seu uso. Antes desta data os cubanos tinham que achar um estrangeiro que firmasse o contrato de celular e depois lhes permitissem usar o serviço. O desejado cartão SIM só podia ser adquirido pelos mesmos que desfrutavam das hospedagens nos hotéis e dos automóveis alugados, enfim, pelas pessoas que não haviam nascido nesta Ilha. Afortunadamente este apartheid já terminou há quatro anos e até agora mais de 1,2 milhões de usuários contrataram os serviços pré-pagos da Cubacel. Tal cifra não deveria sequer nos alegrar, pois, contudo estamos muito atrás do resto das nações latino-americanas.

Não obstante as limitações que traz o seu alto custo, a baixa cobertura em muitas zonas do país e a suspensão temporária dos serviços para usuários incômodos, a telefonia celular terminou por mudar nossas vidas. Atualmente a possibilidade de enviar e receber mensagens de texto potencializou o contato entre os cidadãos, o intercâmbio de notícias e a inestimável possibilidade de publicar no Twitter sem acesso a Internet. Faz uns dias começou a vigorar um barateamento de 44% para os sms nacionais, mesmo que, todavia, estejamos a anos luz dos preços vigentes no resto do mundo. Se o objetivo da única empresa de telefonia do país é atrair mais clientes desse modo para obter benefícios maiores, terá que aceitar também o efeito colateral da liberação informativa e comunicativa que isto carreará. Cubacel calcula os benefícios econômicos, porém é incapaz de acautelar – em seu potencial verdadeiro – a poderosa ferramenta social que agora levamos em nosso bolso.

Tradução e administração do blog em língua portuguesa por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

49 thoughts on “Fora de serviço

  1. Antes da privatização do sistema telefônico brasileiro estávamos quase igual à Cuba, senão pior! Graças as privatizações do governo Fernando Henrique (PSDB) saímos da idade média e hoje temos mais de 200 milhões de celulares. O PT era contra e usou essas privatizações para conseguir eleger o Sapo Barbudo em 2002 e depois a Dilma em 2010. Para o PT privatização é crime de lesa pátria, mas………….

    ———————–

    Para tucano, privatizações de aeroportos mostram ‘estelionato eleitoral’ do PT
    O senador Alvaro Dias (PR) afirmou que o partido da presidente Dilma ‘acabou’ após o leilão realizado na segunda-feira e que concessão demonstra a ‘incapacidade’ administrativa da sigla.

    “O PT acabou. Com as suas bandeiras foi sepultado. Poderia se afirmar que houve estelionato eleitoral. Na campanha [de 2010] o PT dizia que o adversário privatizaria o país, o PT jamais. Privatizações jamais. No entanto, é o PT que privatiza”, disse.

    Para o tucano, as privatizações dos três aeroportos revela a incoerência do discurso petista e demonstra a “incapacidade” administrativa do partido em realizar as obras necessárias para dotar o país de aeroportos modernos.

    “A privatização é a melhor saída para melhorar a infraestrutura e impulsionar o desenvolvimento nacional”, ressaltou Dias, sem deixar de criticar o modelo de leilão escolhido pelo governo federal. “Vai dar certo? Não podemos afirmar. Desejamos que sim.” Com informações da Agência Senado

  2. petistas copiaram
    os tucanos

    “Há um software pirata em execução no Brasil. Porque o original é nosso. Quem concebeu essa construção macroeconômica de câmbio flutuante, superavit primário, foi o PSDB. A Lei de Responsabilidade Fiscal, as privatizações, o Proer, que foi fundamental para a solidez do nosso sistema financeiro”

    Falou ainda, hoje, que houve “demora excessiva” na privatização dos aeroportos de Cumbica, Viracopos e Brasília .

    E completou, “Temos que esperar e até nos alegrar quando as pessoas mudam de posição”, alfinetou o tucano, referindo o PT e suas críticas às privatizações de FHC. trem azul

  3. No Brasil é comum ver catadores de latinhas, de papelão, mendigos e favelados conversando tranquilamente no celular, apesar dos preços abusivos inflados pelos super impostos do governo federal, que, depois, é desviado para as cuecas dos militontos corruPTos do PT e da base aliada, que, por sua vez, sem o dinheiro do mensalão petista podem morrer à mingua… Em Cuba deve acontecer o mesmo, ou seja, muitos impostos que servem pra pagar os super salários da classe dirigente do PCC e do alto escalão do exército….Afinal, eles precisam de Vodka e chocolate brasileiros pra sobreviver. O povo já tem a caderneta de racionamento e não precisa desses luxos!

  4. AS ILHAS DA FANTASIA
    .

    O governo brasileiro existe em duas dimensões, duas frequências diferentes. Em uma delas, corre a retórica; na outra, os fatos. As duas programações pouco ou nada têm em comum, mas cada uma serve a um propósito específico.

    Tomem-se os direitos humanos, que, a presidente anunciou, seriam uma prioridade nas relações internacionais. O discurso continua ali, chiando como um disco velho, mas, na prática, nada mudou em relação ao período pré-Dilma.

    Na recente visita presidencial a Cuba, não houve um só gesto, uma só manifestação, que revelasse alguma preocupação do governo brasileiro com relação às violações dos direitos humanos na ilha. Violação simbolizada pela morte recente de um prisioneiro político em greve de fome.

    Nosso governo diz que a cooperação econômica é o melhor caminho para promover mudanças democráticas naquele país. Cooperação que, na prática, tem por objetivo dar sobrevida à ditadura que o PT reverencia e que muitos dos seus integrantes lamentam não poder implantar por aqui.

    Dizia-se que a ditadura em Cuba era apenas um instrumento necessário para evitar a volta do capitalismo. Curiosamente, hoje, é a volta do capitalismo que entra na equação para ajudar a manter a ditadura do partido único, que os amigos cubanos do PT defendem e justificam.

    Além da alegação sobre as mudanças democráticas e da intenção de dar sobrevida à ditadura, outro fator que explicaria a “cooperação” seriam os bons negócios para as empresas brasileiras que venderão bens e serviços para Cuba. Tudo coberto, obviamente, pelos empréstimos do BNDES ao governo cubano, que não costuma ser bom pagador em razão da pobreza fiscal e cambial da ilha.

    Ou seja, tais empréstimos são candidatos a virar doação dos contribuintes brasileiros, que, se fossem indagados a respeito, provavelmente prefeririam destinar esses recursos a fundo meio perdido para alavancar o desenvolvimento das regiões mais pobres do nosso país, criando também demanda para nossas empresas. Não é demais lembrar que temos o 84º IDH e a 77ª renda per capita do mundo.

    Na Síria, o Brasil é cúmplice da barbárie praticada contra o povo pelo ditador Bashar Al Assad, que, anos atrás, assinou um acordo de cooperação com o PT. Não se sabe no que exatamente Assad está cooperando com o partido (seus dirigentes deveriam explicar), mas os petistas vêm honrando o compromisso, pois cooperam com Assad para tentar aliviar a pressão internacional contra o tirano.

    O governo do PT coopera também com o Irã para que o regime dos aiatolás ganhe tempo e se aproxime do objetivo de construir uma bomba atômica. A presidente da República corteja a comunidade judaica com discursos, mas, na diplomacia, ajuda quem sonha promover um novo Holocausto do povo judeu.

    O PT é muito sensível nos direitos humanos quando lhe convém. Sempre que pode, promove um circo, com a ajuda do governo federal, contra adversários políticos que procuram cumprir a lei. Mas a violência policial nos governos do PT e de aliados do PT é como se não existisse.

    Quando um governador é aliado do PT, pode mandar a polícia bater à vontade, ferir, lesar, quem sabe matar… Mas, se é de um partido adversário e tem responsabilidades na segurança pública e na defesa da ordem, saiba que os aparatos petistas irão persegui-lo implacavelmente, ainda que faça tudo certo.

    As duas dimensões e duas frequências diferentes do governo brasileiro não se restringem aos direitos humanos. Em relação à economia, por exemplo, no chiado do disco velho, o PT continua pregando contra o “neoliberalismo”. Mas, diante da própria incapacidade de resolver o problema aeroportuário, vai privatizar os aeroportos e oferecer o dinheiro subsidiado do BNDES para as concessionárias fazerem os investimentos. Financia calúnias contra o processo de privatização dos anos 90, mas inaugura outra modalidade: a privatização do dinheiro público, como nunca antes na história deste país… Talvez seja esse o tal socialismo para o século 21.

    Ainda na economia, o governo continua falando em “PAC”, o programa que, na teoria, se destinava a coordenar e acelerar o crescimento. Mas o Brasil tem crescido menos que todos os principais emergentes. O que deveria ser coordenado ficou cada vez mais enrolado, e o que deveria ser acelerado parou ou andou em marcha lenta. Acelerada mesmo, só a propaganda da suposta aceleração.

    São dois mundos distintos, o da retórica e o dos fatos, mas que caminham paralelamente, cada um com sua função.

    José Serra (PSDB)

  5. PRIVATIZAÇÕES TUCANAS X PRIVATARIAS PETISTAS

    Nesses jogos de cartas marcadas os trapaceiros estão no PT

    Não há nenhum Estado ou Município brasileiro governado pelo PT que sirva de exemplo de gestão eficiente. Não há porque o PT é um partido desdotado de pensadores, empreendedores e realizadores e seus gestores são embasados por ideais retrógrados de apaniguados e até mesmo de gente inescrupulosa e capaz de todo tipo de descometimento político e gerencial para ser mantido num cargo público. Tanto é verdade que as poucas mentes pensantes que fundaram o PT estão desiludidas com as descomposturas das aves novas do ninho petista, todas elas à serviço de próprios interesses no mercado de base de troca da carcomida política nacional.

    Não sou especialista nesses jogos sujos de poder, até porque nunca soube de uma nação bem sucedida que tenha sido embasada por especialistas em trapaças políticas e ideológicas; mas por pensadores e empreendedores, sim. Aliás, todas as nações desenvolvidas do mundo foram e são embasadas por pensadores, empreendedores e realizadores; jamais por déspotas, populistas e fisiologistas, quase sempre adeptos ou simpatizantes de tiranias e totalitarismos.

    O PT tornou-se um partido genuinamente fisiologista, com vocação totalitária e especialista em trapaças ideológicas e jogos financeiros sujos, por isso mesmo jamais será hegemônico no poder, por uma forte e consistente razão: porque a fundamentação que o consolidou ao longo dos anos em que era oposição a tudo e a todos, agora se revela, de forma cristalina, uma farsa, um embuste e um simulacro, tanto nos discursos quanto nas práticas.

    Não há como negar que Lula e o PT ganharam visibilidade fazendo greves contra o patronato metalúrgico do ABC; chantageando a cúpula patricial do poder e praticando extorsão sindical por melhores salários para todas as categorias de trabalhadores. Hoje vemos o PT refém das próprias espertezas, com Dilma, seus ministros e governos aliados chamando os grevistas de bandidos.

    Lula e o PT conquistaram os idosos defendendo salário digno, com reajustes justos para aposentados e pensionistas, e hoje esses contingentes de brasileiros que passaram suas vidas contribuindo com a previdência estão esquecidos e preteridos pelo PT em todos os seus direitos e conquistas. Não há como negar isso.

    O governo do PT alega que não há recursos para reajustar os salários das forças de segurança do país, nem dos aposentados e pensionistas, mas leva adiante o maior desfalque financeiro da história do país, envolvendo uma fábula de dinheiro nosso que vem sendo doado à fundo perdido aos déspotas e tiranos de Cuba, Venezuela, Nicarágua e até para o dinossauro do Irã, Ahmadinejad.

    O PT chegou ao poder em 2002 porque infundiu na cabeça dos tolos o “famigerado mito da privataria”. Em 2006 e novamente em 2010, vimos o ignaro Lula, Dilma e a petralhada inteira fazendo terrorismo eleitoral e acusando os tucanos de pretenderem privatizar o Banco do Brasil, Caixa Econômica, Petrobras, estradas federais, bancos estaduais, garimpos, aeroportos e até mesmo a Amazônia.

    Nenhum petista terá argumentos para negar os embustes políticos e as contradições ideológicas do PT apontadas aqui. Não nega porque o Brasil inteiro viu na TV Lula, Dilma, Ciro Gomes e toda a camarilha metida a socialista atacando as privatizações empreendidas durante o governo FHC.

    Ora, o PT ganhou as três últimas eleições e está no poder há 9 anos graças aos vigaristas e embusteiros que atacaram as privatizações bem-sucedidas das TELECOMUNICAÇÕES, ELETROS, VALE DO RIO DOCE e outras. Tanto é verdade que tiveram 9 anos e não reverteram nenhuma privatização. Ao contrário, continuam privatizando bancos estaduais, estradas federais, jazidas de minérios nobres, a mão de obras em todas as estatais (na Petrobras há 4 terceirizados para cada funcionário de carreira) e agora mesmo privatizaram os mais importantes aeroportos do país, sem contar a Amazônia, que vem sendo ocupada por onguistas e naturalistas exaltados a serviços de grandes corporações estrangeiras.

    Todos os adversários do PT que defenderam as privatizações foram demonizados com a pecha de NEOLIBERAIS. Eu mesmo fui caluniado diversas vezes pelos petistas que viram uma série de vídeos curtos nos quais eu defendendo as privatizações e sustento com convicção a tese de que o Brasil carece e urgentemente, de um choque de LIBERALISMO ECONÔMICO para ganhar eficiência em diversas áreas deficitárias, dentre eles os aeroportos e portos.

    Ontem, após três marteladas, os três principais aeroportos do país (Cumbica, Viracopos e Brasília) foram vendidos. O negócio vai render ao governo federal a bagatela de R$ R$ 24,5 bilhões e o bancão oficial (BNDES) vai financiar 80% do empreendimento aos novos donos.

    Com essas transações o embuste do PT fica completamente desmistificado e jogo de PRIVATIZAÇÕES TUCANAS X PRIVATARIAS PETISTAS está zero à zero, com todas as notas carimbadas com o mesmo selo NEOLIBERAL que os trapaceiros do PT tanto repudiavam e que só agora, com atraso de 16 anos, entenderam o óbvio: que é melhor privatizar em benefício da eficiência e qualidade dos serviços, do que estatizar a pretexto de apaniguar gente incompetente e interessada somente em estabilidade de emprego e outras fajutices inspiradas no charlatanismo sindical dos velhos tempos em que não havia milionários no PT, nem na família do Lula.

    Ruy Câmara
    Escritor

  6. brasil tem que
    descer do muro

    O jornal britânico Financial Times diz hoje que, prestes a se tornar potência global, o Brasil não poderá mais “ser amigo de todos”. O título do artigo é “Política externa do Brasil não pode ficar para sempre em cima do muro”

    O tradicional diário econômico dedica na matéria meia página sobre a blogueira cubana Yoani Sánchez, a quem chama de principal voz da oposição da ditadura comunista cubana, e comenta o risível papel do Brasil quando a oposicionista pediu ajuda para viajar.

    O governo petista lhe deu visto de entrada, como se fosse algo importante, ou como se fosse difícil para um jornalista conseguí-lo, e deixou a decisão na mão dos irmãos ditadores da pobre ilha, sabendo que não deixariam a Yaoni sair – e não deixaram.

    O que ocorre de fato é que o lulopetismo não quer saber da Yoani, porque ela fala mal do Fidel e seu irmão ditador-reserva. Os facínoras são admirados pelo petezéu.

    A matéria do Financial Times menciona também Dilma não ter respondido críticas aos direitos humanos na ditadura, preferindo apontar o dedo para os Estados Unidos, criticando-lhe Guantânamo.

    Aí trata-se de uma postura básica de petista: acusado de algo, em vez de se defender um petista diz que tem mais gente igual. Foi o caso do Lula naquela entrevista a uma jornalista arranjada lá na França, no jardim dum palácio, respondendo aos desvios do Mensalão – todos os partidos o fazem, respondeu o apedeuta.

    Mas o artigo comenta que mesmo assim Dilma é melhor que Lula, dando como exemplo ter condenado o apedrejamento de uma mulher no Irã. O jornal interpreta que este fato teria levado o bucólico presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad a não vistar o Brasil em seu último périplo por republiquetas bananeiras da América do Sul. trem azul

  7. Cubanos são resgatados após quase duas semanas à deriva no mar

    Seis cubanos que tentavam fugir de Cuba a bordo de uma balsa improvisada foram resgatados na região costeira do México, após terem passado quase duas semanas à deriva no mar.

    Cubanos passaram quase duas semanas à deriva

    Eles foram encontrados perto do balneário turístico de Isla de Mujeres.

    Os cubanos disseram que estavam a caminho de Honduras.

    .

  8. Ministra dos Direitos Humanos dos Bandidos reprova uso de crianças pelos militares grevistas baianos: Ótimo, então, avise o MST e todos os outros “movimentos sociais”

    A Ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direito Humanos Seletivos, no dia 07/02/2012, criticou a atitude dos militares grevistas baianos de colocarem as crianças como escudos humanos.

    Eu realmente não sei ao certo se isto realmente aconteceu. Sei, sim, que as mulheres estavam próximas ao local, presumivelmente para levar-lhes alimentos e água. Todavia, em se tratando de movimentos grevistas construídos pelo próprio PT, não ouso colocar minha mão no fogo pelos policiais daquele estado.

    Todavia, considero bem oportuna a declaração da ministra, notadamente porque tem sido o PT quem tem historicamente provido os movimentos sociais das mais torpes técnicas de guerra de guerrilha e sabotagem da opinião pública. Há casos em que os próprios integrantes do MST mataram crianças para fazer delas os seus mártires. Então, se vale para a greve não desejada pelo PT, deve o mesmo valer para todos os cidadãos, ou não?

  9. A primeira mentira marxista é a utopia. Pretendem – ou pretendiam – criar um mundo inviável, uma espécie de paraíso terrenal. Na busca desse paraíso, vale tudo: assassinatos, massacre, tortura, censura, gulags, distorsão da história. A URSS, desde seus primórdios, foi uma mentira colossal, a mais imponente do século passado. Um assassino como Stalin foi transfigurado em herói, santo e mesmo deus. Idem Mao Tse Tung. Ou Envers Hodja. Ou Ceaucescu. Ou mesmo Fidel Castro, tiranete menor que apesar de ter levado um país à miséria e assassinado milhares de dissidentes, ainda hoje é reverenciado no Brasil, a ponto de a presidente do país ter ido lamber-lhe as botas.

    A elite intelectual de todos os países do Ocidente participou desta mentira e o Brasil não poderia ficar atrás. Mentiroso mor, Jorge Amado, até hoje celebrado como grande escritor. Mentirosos menos reputados: Luiz Carlos Prestes, Darcy Ribeiro, Ariano Suassuna, Oscar Niemeyer, Zuenir Ventura, Chico Buarque, Luís Fernando Veríssimo, Tarso Genro. E milhares de outros. Comunista é aquele tipo de mitômano que, segundo os estudiosos, acaba se convencendo de que a mentira é verdade.JANER CRISTALDO

  10. O desastre do lulismo na educação

    O Brasil teve por dois mandatos um presidente que manifestou orgulho por jamais ter lido um livro. O resultado está aí: prioridades erradas, conduzidas por interesses meramente populistas:
    Com 3,8 milhões de crianças e jovens fora da escola e padrões de ensino muito ruins, o Brasil terá muita dificuldade para se manter entre as maiores e mais prósperas economias, diante de competidores empenhados em investir seriamente em boa educação, ciência e tecnologia. Para dezenas de milhões de pessoas, o atraso educacional continuará limitando o acesso a empregos modernos e a padrões de bem-estar comparáveis com aqueles alcançados há muito tempo nas sociedades mais desenvolvidas. Mesmo a criação de vagas será dificultada, porque as empresas perderão espaço – como já vêm perdendo – para indústrias mais eficientes, mais equipadas com tecnologia e operadas por pessoal qualificado. Oportunidades de emprego são oportunidades de bem-estar e de vida melhor para o trabalhador e sua família.
    Más políticas para a educação põem em risco esses valores e ainda condenam os indivíduos, por seu despreparo, a uma cidadania muito rudimentar. Não há como evitar pensamentos pessimistas depois de conhecer o último relatório do movimento Todos pela Educação, divulgado nessa terça-feira. O relatório confirma, com dados assustadores, as piores avaliações das políticas educacionais seguidas nos últimos nove anos – marcadas por prioridades erradas e orientadas por interesses populistas.

  11. Dilma afasta general que travava com civilidade os grevistas!!!
    .
    Vejam:
    General que chorou ao ganhar bolo de grevistas é afastado de funções na Bahia
    Exército e governo federal não gostaram da postura, que, para governador baiano, enfraqueceu negociações… Ele tinha que dar porrada e quebrar todos!
    .
    Dilma ficou indignada:
    A postura do general G. Dias, que foi chefe da segurança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (lula ladrão), desagradou não só o Exército, como o Palácio do Planalto. A presidente Dilma Rousseff durante o dia não escondeu a sua “indignação” com o episódio. Chegou a comentar que considerou “inaceitável” a postura do general G. Dias de “apagar velinhas”, mesmo sendo seu aniversário, passando a ideia de que estava confraternizando com os manifestantes.

    Se a dilma queria que os militares matassem e arrebentassem com os profissionais da PM, por quê eles não podiam defender a pátria, da mesma maneira, contra os terroristas marxistas que estavam a mando do fidel e queriam instaurar uma ditadura, aqui, nos moldes da cubana? E sem perguntar para os brasileiros se era isso que queriam, ou seja, decidiram por nós que socialismo é melhor para nós e começaram a roubar bancos, sequestrar diplomatas dos EUA, explodir bombas matando inocentes que nada tinham com isso.

  12. Os abutres degenerados do PT e seus sócios comparsas neste reinado do rei SAPO já ceifaram muito mais vidas inocentes do que o nefasto regime militar. Ao menos os FARDADOS botavam a cara a bater, já na facção delituosa PT todos os murídeos sem raça quando pegos com as mãos borradas do erário cinicamente vem a público e desfaçatamente alegam: EU NÃO SABIA DE NADA… A coisa pública está sendo desviada a luz do dia, onde milhares padecem e falecem nas filas do SUS

  13. Equipe de Dilma aborta visita em obra abandonada

    A equipe de reportagem do jornal “Estado de S.Paulo” flagrou, na estrada que passa pela cidade de Missão Velha, no Ceará, caminhão carregando as grades de proteção, toldos e o palanque que foram desmontados às pressas, depois que a presidente Dilma cancelou a viagem que faria à região para visitar um trecho da obra da Ferrovia Transnordestina. A viagem foi abortada depois que o Palácio do Planalto constatou o abandono da obra, conforme o próprio jornal já havia denunciado em dezembro do ano passado. A presidente anta escapou do constrangimento de “inspecionar” uma obra fantasma. Leia no site do “Estadão” a reportagem na íntegra.
    Via:Blog do Alvaro Dias

  14. Mandamentos do PT:

    1. Transformarás mentiras em verdades;
    2. Condenarás a tudo que for contra o Partido;
    3. Dirás sempre ” Não sabia de nada”;
    4. Farás tudo para te perpetuares no poder;
    5. Enriquecerás às custas do dinheiro do contribuinte;
    6. Aliar-te-ás a qualquer partido para te manteres no poder;
    7. Blindarás teus companheiros;
    8. Jamais trabalharás;
    9. Protegerás Ditadores e Assassinos, de outros Países;
    10. Evidenciarás sempre o Marketing da Pobreza.

  15. VENEZUELA
    Precandidato opositor pide un compromiso para ‘liberar’ al país de la ‘invasión castrista’

    ‘El actual Gobierno venezolano sigue las instrucciones de quienes arruinaron a Cuba y mantienen a su pueblo en humillantes condiciones de penuria’, dice Pablo Pérez.

    El precandidato presidencial de la oposición venezolana y gobernador del estado de Zulia, Pablo Pérez, invitó a sus cuatro contendores en las primarias del domingo a suscribir un compromiso para “liberar” al país de la “invasión castrista” y mantenerlo “fuera de la influencia de todo imperialismo o intento de colonización, cualquiera sea su signo ideológico”, informaron medios venezolanos.

    Pérez, segundo en las encuestas para las primarias, por detrás de Henrique Capriles, dijo en una carta abierta a los demás precandidatos opositores que el “dilema central” que enfrentan los venezolanos en este momento es el de “la soberanía nacional enajenada”.

    “Dentro de un plan de colonización rigurosamente obedecido por los cómplices nacionales del Gobierno cubano, Venezuela está invadida en sus centros neurálgicos por agentes del Gobierno cubano (…) El actual Gobierno venezolano sigue las instrucciones de quienes arruinaron a Cuba y mantienen a su pueblo en humillantes condiciones de penuria”, dijo Pérez en su carta.

    “El régimen cubano se ha convertido en principal usufructuario de nuestras riquezas, apropiándose de nuestras divisas y de las ganancias generadas por el petróleo, recursos que Venezuela requiere para no tener damnificados, ni sufrir desnutrición, ni desempleo y salir de la pobreza que se ha extendido estructuralmente y ha degenerado los servicios públicos y la seguridad social”, agregó.

    Denunció como “lo más grave y peligroso” que “agentes cubanos” estén “sustituyendo a los oficiales venezolanos” en el control de la Fuerza Armada Nacional. “Los agentes cubanos están decidiendo para qué y cómo tenemos una institución militar, orientándola no en el sentido del interés nacional venezolano, sino como un instrumento de la estrategia global castrista”, dijo.

    “Esta penetración cubana en la estructura de la nación venezolana es el principal problema que hoy enfrenta el país, no sólo por el daño económico inmediato que redunda en perjuicio directo de nuestro pueblo, sino porque su objetivo es quebrantar nuestra soberanía y convertirnos en colonia de una nación manejada a su vez por una tiranía cruel y decadente”, advirtió.

    Los otros precandidatos opositores son, además de Capriles, María Corina Machado, Pablo Medina y Diego Arria.

    Las encuestas dan a Capriles, gobernador del estado de Miranda, como favorito para las primarias del domingo.

    Pérez invitó a los candidatos de la Mesa de la Unidad Democrática a firmar el compromiso de “asumir como objetivo primordial (…) la recuperación de la soberanía nacional y el manejo de nuestras riquezas, hoy en manos de intereses extranjeros”.

  16. O candidato presidencial venezuelano de oposição, de Zulia, Pablo Pérez, convidou os quatro candidatos nas primárias no domingo para assinar um compromisso de “libertar” o país da “invasão dos Castro” e manter “fora da influência de toda a tentativa do imperialismo ou da colonização, independentemente da sua faixa ideológica, ” relatou os meios de comunicação venezuelanos .

    Perez, em segundo lugar nas sondagens para as primárias, atrás de Henrique Capriles disse em uma carta aberta aos outros candidatos da oposição que o “dilema central” enfrentado pelos venezuelanos no momento é “alienação da soberania nacional”.

    “Dentro de um plano de resolução rigorosamente obedecida pelos cúmplices nacionais do governo de Cuba, Venezuela é invadido em seus hubs por agentes do governo cubano (…) O atual governo venezuelano segue as instruções daqueles que arruinou Cuba e manter a sua população em condições humilhantes de dificuldades “, disse Perez em sua carta.

    “O regime cubano tornou-se o inquilino principal de nossa riqueza, da nossa moeda e se apropriou das divisas geradas pelo petróleo, a Venezuela necessita de recursos para os menos favorecidos, os que sofrem de desnutrição, desemprego e da pobreza que tem estruturalmente se degenerou sem os serviços públicos e de segurança social “, acrescentou.

    Ele denunciou como ” muito grave e perigosa”. Que “agentes cubanos” estão “substituindo os oficiais venezuelanos” no controle das Forças Armadas Nacionais “Os agentes cubanos estão decidindo o que e como devem agir um militar, orientando não no sentido do interesse nacional venezuelano, mas como um instrumento da estratégia global de Castro”, disse ele.

    “Essa penetração cubana na estrutura da nação venezuelana é o principal problema que o país enfrenta hoje, não só danos econômicos imediatos, resultando em dano direto ao nosso povo, mas porque seu objetivo é quebrar a nossa soberania e se tornar uma colônia de uma nação dirigida por sua vez por uma tirania cruel e decadente “, disse ele.

    Os outros candidatos da oposição são, além de Capriles, Corina Maria Machado, Pablo Medina e Diego Arria.

  17. 06/02 – 17:35 (Eduardo) -”No governo dos outros é refresco…” O Coturno Noturno também exemplifica bem com o post abaixo (fotos nos blog).
    __________________________________

    Fevereiro verde-oliva onde só havia abril vermelho. Ou pimenta nos olhos dos outros é colírio.

    A greve é legal ou ilegal? Os militares têm direito a fazer greve? É outro papo. A Justiça está aí para resolver estes impasses. O que não dá para admitir é a cara de pau do governo petista em querer demonizar o movimento dos militares pelo fato de que eles estão se articulando nacionalmente e até mesmo propondo atos tão corriqueiros como o bloqueio de estradas e destruição de bens. Não é assim que o PT ensinou a fazer greve no Brasil? O que é mesmo que o MST, apoiado pelo PT, financiado pelo governo federal, faz há décadas? E o governador Jacques Wagner não dava churrascadas para os sem-terra que invadiam prédios públicos na Bahia, já como governador? Churrascadas de 650 quilos de picanha por dia para depredadores de bens públicos! Este mesmo governador não apoiava greves da categoria quando ainda não tinha entrado para a política e era apenas um sindicaleiro? Qual é a surpresa? Se convivemos todos os anos com o abril vermelho do MST, não deveria gerar tanta polêmica este fevereiro verde-oliva da PM da Bahia. Pimenta nos olhos dos outros é colírio.

    Vejam as técnicas do MST, apoiado pelo PT…

    E relembrem como o PT incentiva o “fantástico” MST…

    Postado por O EDITOR – 09/02/2012 – Coturno Noturno

  18. Quando é que a dilma vai entregar nossa soberania Aos castro’s? Quando é que os oficiais cubanos vão substituir nossos “MILICOS DE MERDA” como ela gosta de chamar os oficiais do nosso Exército!
    Nossas divisas já começaram a sangrar em direção as cuecas castristas, via BNDS!

  19. Os evangélicos finalmente descobriram o óbvio: PT os queria somente pra ganhar as eleições, depois era pra dar um pé na bunda, mesmo! Assim como os cornos são os últimos a saber, os evangélicos descobriram os planos dos petralhas pra acabar com suas atividades no Brasil e, depois, quem sabe, mandá-los todos para o gulag petralha!

    Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo
    BRASÍLIA – “Nós e os católicos vamos derrotar Haddad em São Paulo”, ameaçou nesta quinta-feira, 9, o líder do PR no Senado, Magno Malta (ES), ao se referir à retaliação contra o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. Malta anunciou que os evangélicos vão reagir ao que o ministro teria dito no Fórum Social Mundial, em Porto Alegre. Segundo o senador do PR, Carvalho disse que a próxima batalha ideológica será com os evangélicos, “conservadores que têm uma visão do mundo controlada por pastores de televisão”. Pregador evangélico, Malta sugeriu na quarta-feira a Carvalho que “lave a boca com álcool”.

    Após rebater da tribuna do Senado, na quarta-feira, 8, à noite, a declaração de Carvalho (a quem chamou de “safado”, mentiroso” e “camaleão”), o líder do PR prevê que a declaração do ministro terá “ampla repercussão” na campanha do ex-ministro da Educação Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo. No seu entender, a rejeição ao PT e à senadora Marta Suplicy (PT-SP), principal cabo eleitoral de Haddad, além da iniciativa do então ministro de criar o “kit gay”, como chama o material contra a homofobia preparado pela pasta, são fatores que vão “esmagar” a candidatura petista. “O Haddad se derruba sozinho”, afirmou. “Se a oposição colar isso nele, ele já nasceu morto”.

    Magno Malta informou que nem o ministro nem ninguém do governo o procurou para falar de sua reação ao discurso de Carvalho no fórum de Porto Alegre. “Se ele me procurar, eu não falo com esse boca-suja, só falo com sua chefe”, explica, referindo-se à presidente Dilma Rousseff. “Quem fala pelos cotovelos, tem de pagar”, disse.

    O líder informou que na próxima terça-feira se reunirá com parlamentares da Frente Evangélica para acertar a “grande marcha” que pretende realizar em Brasília contra o secretário-geral da presidência. “O ministro boca-suja terá de se desmentir”, previu. O senador vai ainda sugerir a cada um dos líderes evangélicos que entrem com um processo contra Gilberto Carvalho, “para que ele diga quem são os evangélicos conservadores”.

    Malta disse que sua irritação contra Carvalho se deve ainda ao descaso com que ele trata a ajuda que recebeu dos evangélicos, por seu intermédio, nas eleições do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff. “Ali os evangélicos eram a joia da coroado”, lembrou. Outro ponto de sua irritação, conforme frisou, é o “esquecimento” do ministro em relação ao fato de tê-lo procurado quando da CPI dos Bingos, criada por um requerimento de sua iniciativa. Malta disse que Carvalho aguardava o momento de falar à comissão “abrigado” em seu gabinete.

  20. ISTO É DEMOCRACIA, CAPITALISMO, LIBERDADE DE EXPRESSÃO

    China lança unidade de TV estatal dentro dos EUA
    A China, país dirigido por um Partido Comunista, agora tem dentro dos Estados Unidos, terra dos livres, uma unidade de sua TV estatal, a CCTV.
    A CCTV America, como foi batizada a subsidiária da empresa chinesa nos EUA, estreou sua programação na segunda-feira 6, com cem jornalistas espalhados por 15 escritórios no Continente Americano, segundo uma reportagem da Associated Press.
    A CCTV America tentará oferecer “uma cobertura noticiosa alternativa”, como informa o site da emissora.
    ________________________________________________________________________________
    Comento: Quero ver a comunistralha deixar os EUA abrir um canal de TV, em Cuba, na China ou na Coreia do Norte.

  21. PRIVATARIA PETISTA

    PT reage a FHC: ‘Disputa ideológica sobre privatização não acabou’

    Na véspera de completar 32 anos, o PT voltou a defender o controle da mídia, pregando a democratização dos meios de comunicação, e decidiu partir para o confronto com o PSDB. Incomodada com as declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, para quem os leilões dos aeroportos “desmistificam o demônio privatista”, a cúpula do PT retomou o tema privatizações e radicalizou o discurso.

    ALÉM DE QUERER CENSURAR A MÍDIA, AGORA A QUADRILHA ESTÁ VENDENDO NOSSAS ESTATAIS POR PREÇOS IRRISÓRIOS, POIS NEM SABIA REALMENTE QUANTO VALIA, CONFORME DEMONSTRA OS ÁGIOS EXORBITANTES, DE QUASE 500%, QUE ATINGIRAM ALGUNS AEROPORTOS!

    PEDIMOS A ONU QUE MONITORE AS CONTAS DA QUADRILHA NO EXTERIOR PARA QUE O DINHEIRO ROUBADO DOS BRASILEIROS VOLTE! EXISTEM EVIDÊNCIAS DE QUE AS PROPINAS PAGAS PELAS EMPRESAS QUE GANHARAM AS CONCORRÊNCIAS CHEGAM QUASE A 30% DO VALOR FINAL!

  22. Presidente Dilma, levante e governe! Já passou da hora! Ou: Incompetência e imprudência

    A presidanta Dilma Rousseff, a Cleópatra do Paranoá, ficou mal-acostumada com o jornalismo dos Crodoaldos Valérios, que a cobrem de elogios muito especialmente por sua enorme capacidade de não fazer nada, de manter tudo mais ou menos como está para ver como é que fica. Não vai aqui juízo severo demais ou excessivamente generalista. Dilma teve de demitir sete ministros de estado sob suspeita de corrupção. Sim, aplausos a ela que os demitiu! Mas, se for o caso, vaias a ela, que os nomeou! Ou esse detalhe há de passar despercebido para que a vocação para o elogio não se deixe contaminar pela realidade? Chamo a atenção para este fato porque Dilma no papel de ombudsman do governo Dilma, como tenho apontado, pode seduzir os mordomos subservientes e fiéis, mas tem lá seus limites, não? Essa absurda mobilização de Polícias Militares, que lança na insegurança milhões de brasileiros, está dizendo com todas as letras: “Presidente Dilma, levante e governe! Já passou da hora”. Volto a esse ponto depois de algumas outras considerações.
    Leia mais no Blog

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/presidente-dilma-levante-e-governe-ja-passou-da-hora-ou-incompetencia-e-imprudencia/

  23. HAVANA, 9 FEV (ANSA) – Estão surgindo em Cuba grupos populacionais com diferentes rendas, aos quais correspondem diferentes níveis de preços, uma tendência que deve se acentuar, comentou hoje o analista econômico Ariel Terrero.

    Terrero afirmou, em entrevista à imprensa local, que, a partir das mudanças decretadas pelo governo desde 2008, “vão se formando de forma rápida setores de diferentes rendas na sociedade”.

    Segundo ele, os trabalhadores autônomos, os agricultores favorecidos pelas novas tarifas e pela distribuição de terras estatais ociosas em usufruto e cidadãos que recebem remessas do estrangeiro têm um maior poder aquisitivo e devem ultrapassar a cifra de 500 mil ainda neste ano.

    “Estamos falando de uma parcela que não é pequena ainda que não seja maioria”, acrescentou, destacando que a partir desta distribuição “surgem diferentes faixas de preço que irão se manter porque correspondem a determinadas capacidades de demandas”.
    Fonte:Ansalatina.com.br
    _______________________________________________________________________________________Comento: Viva o neoliberalismo cubano,viva o livre mercado, viva o fim dos irmãos Castro, viva o fim do comunismo em Cuba.

  24. Fim de semana chegando, para desopilar o figado.

    RIFA DO BURRO

    Certa vez três meninos, Amador, Macedo e Gilmar foram ao campo e, por 100 reais, compraram o burro de um velho camponês.
    O homem combinou entregar-lhes o animal no dia seguinte.
    Mas quando eles voltaram para levar o burro, o camponês lhes disse:
    – Sinto muito, amigos, mas tenho uma má notícia. O burro morreu.
    – Então devolva-nos o dinheiro!
    – Não posso, já o gastei todo.
    – Então, de qualquer forma, queremos o burro.
    – E para que o querem? O que vão fazer com ele?
    – Nós vamos rifá-lo.
    – Estão loucos? Como vão rifar um burro morto?
    – Obviamente não vamos dizer a ninguém que ele está morto.
    Um mês depois, o camponês se encontrou novamente com os três garotos e lhes perguntou:
    – E então, o que aconteceu com o burro?
    – Como lhe dissemos, o rifamos.
    Vendemos 500 números a 2 reais cada um e arrecadamos 1.000 reais.
    – E ninguém se queixou?
    – Só o ganhador. Porém lhe devolvemos os 2 reais e ficou tudo resolvido.
    – Os meninos cresceram e fundaram um banco chamado Bradesco, uma igreja chamada Universal e o último tornou-se Presidente do Supremo Tribunal Federal!
    Amador Aguiar, Edir Macedo e Gilmar Mendes.

  25. Augusto Nunes vai direto ao ponto, como sempre.(mfgomes:10/02/2012)

    O PT garante que acabou de inventar a privatização que não privatiza

    Desde 1997, quando o presidente Fernando Henrique Cardoso decidiu reduzir o peso e aumentar a eficácia do mamute estatal, o PT fez o que pôde para transformar a privatização no oitavo pecado capital. Sempre de olho na próxima eleição e de costas para as próximas gerações, a seita chefiada por Lula passou 15 anos enxergando mais uma perfídia infiltrada na “herança maldita” no que foi um notável avanço civilizatório. Graças ao governo FHC, o Brasil ficou menos primitivo.

    A privatização dos três principais aeroportos informa que os pastores do atraso enfim capitularam, constatei nesta quarta-feira no comentário de 1 minuto para o site de VEJA. A teimosia insensata da companheirada custou muitos bilhões de reais, desperdiçados pelo governo em remendos, puxadinhos e outros monumentos ao improviso erguidos para distrair a atenção de eleitores tapeados por promessas que seguem acampadas nos palanques.

    Os defensores do Estado obeso também consumiram o estoque de paciência de multidões de passageiros flagelados por congestionamentos nos saguões, nas salas de embarque, nas imediações das esteiras de bagagens, nas filas de táxi. O tempo que se perdeu é irrecuperável. Mas antes tarde do que nunca. “O ‘reposicionamento dos petistas em relação aos aeroportos nos livrou, para todo o sempre, do estelionato eleitoral em torno das privatizações”, registrou o senador Aloysio Nunes Ferreira, do PSDB paulista.

    Ainda não, avisa a discurseira dos pastores decididos a ensinar ao rebanho que, embora os aeroportos tenham sido privatizados, não houve privatização nenhuma. “Querem confundir uma coisa com outra”, ensina o inevitável José Dirceu. “O que houve foi uma concessão”. O guerrilheiro de festim vive criticando o governo paulista por ter entregue à iniciativa privada, em regime de concessão, a administração das rodovias estaduais. “Os tucanos privatizaram o patrimônio rodoviário”, berra desde o século passado. É o que acaba de fazer o governo federal com a fatia mais valiosa do patrimônio aeroportuário, mas para isso existe a novilíngua companheira. “Privatização”, no dicionário do PT, virou “concessão”.

    As ovelhas vão balir como ordenam os guias. Tomara que o eleitorado não seja tão paspalho. Ou que já não sejam tantos os brasileiros idiotizados com direito a voto.

  26. JOSÉ DIRCEU, O CHEFE DA QUADRILHA

    (Texto extraído do Relatório do Ministro do STF, Ministro Joaquim Barbosa)

    Para o Procurador-Geral da República, relativamente ao réu JOSÉ DIRCEU, “Provou-se que o acusado, para articular o apoio parlamentar às ações do governo, associou-se aos dirigentes do seu partido e a empresários do setor de publicidade e financeiro para corromper parlamentares. As provas coligidas no curso do inquérito e da instrução criminal comprovaram, sem sombra de dúvida, que JOSÉ DIRCEU agiu sempre no comando das ações dos demais integrantes dos núcleos político e operacional do grupo criminoso. Era, enfim, o chefe da quadrilha. (…) Nesse sentido, há vários depoimentos nos autos. MARCOS VALÉRIO (…) confirmou que JOSÉ DIRCEU comandava as operações que estavam sendo feitas para financiar os acordos políticos com os líderes partidários (…)” (fls. 45.123/45.124).

    Sustenta, ainda, que “Outros fatos podem ser referidos para comprovar que JOSÉ DIRCEU integrava e comandava o grupo criminoso. O primeiro refere-se à viagem que MARCOS VALÉRIO, ROGÉRIO TOLENTINO e EMERSON PALMIERI fizeram a Portugal para reunirem-se com o Presidente da Portugal Telecom. JOSÉ DIRCEU, na condição de Ministro-Chefe da Casa Civil, estava acompanhando as negociações desenvolvidas pelo grupo Portugal Telecom, com a intervenção do Banco Espírito Santo, para a aquisição da Telemig. No bojo dessas tratativas, surgiu a possibilidade de a Portugal Telecom doar o equivalente a 8 milhões de euros, equivalente, à época, a 24 milhões de reais, para o pagamento de dívidas de campanha do Partido dos Trabalhadores” (fls. 45.127).

    O Procurador-Geral da República afirma que “outro fato que também comprova o envolvimento de JOSÉ DIRCEU e os vínculos que mantinha com MARCOS VALÉRIO e seu grupo, refere-se a uma reunião ocorrida na Casa Civil entre JOSÉ DIRCEU e Ricardo Espírito Santo, presidente do Banco Espírito Santo no Brasil, com a participação de MARCOS VALÉRIO e DELÚBIO SOARES” (fls. 45.132).

    Aponta, ainda, outra prova contra o réu JOSÉ DIRCEU, consistente na “ajuda que MARCOS VALÉRIO deu a JOSÉ DIRCEU para solucionar problemas então enfrentados por sua ex-esposa, que pretendia vender um imóvel, obter um empréstimo e arranjar um emprego. Sobre esse fato, é interessante ler o depoimento de MARCOS VALÉRIO (…)” (fls. 45.133).

  27. Obviedades estratégicas

    Olavo de Carvalho

    Diário do Comércio, 6 de fevereiro de 2012

    Se vocês querem algum dia ter no Brasil um movimento conservador vigoroso, apto a conquistar e exercer o poder, comecem por meditar os seguintes pontos:

    1. Os grupos que dominam a política, a mídia e o mercado livreiro provêm das universidades e especialmente do movimento estudantil. A elevação dos líderes estudantis às posições de poder leva aproximadamente trinta anos. Quem domina as universidades hoje dominará o país em trinta anos.

    2. Dominar as universidades não é um processo espontâneo. É o resultado de um trabalho sistemático de ocupação de espaços, de remoção dos adversários, de interproteção mafiosa e de conquista progressiva dos altos postos, que não rende frutos em menos de uma geração: mais trinta anos, que podem se reduzir a dez porque a conquista da hegemonia universitária e a formação da nova geração de estudantes não são fases estanques, mas fundidas e superpostas. O tempo necessário para a formação de um movimento político viável é, pois, de quarenta anos aproximadamente.

    O acerto desse cálculo é ilustrado por exemplos inumeráveis. Data dos anos 60 o início da conquista das universidades da Europa, dos EUA e da América Latina pela “nova esquerda” inspirada na Escola de Frankfurt e naquilo que seus críticos viriam a rotular, sem muita precisão, de “marxismo cultural”. Decorridas quatro décadas, a ideologia do “politicamente correto”, do feminismo, do gayzismo, do abortismo, do racialismo e do ódio anti-ocidental e anticristão dominava, e domina até hoje, a política, a mídia e o mercado editorial em toda essa área – um terço da superfície terrestre.

    3. O trabalho de conquista, primeiro das universidades, depois do poder em geral, depende de duas condições: (a) só pode ser empreendido por organizações estáveis e duradouras, capazes de esforço concentrado e sistemático ao longo de pelo menos duas gerações; (b) exige organizações que estejam firmemente decididas a realizá-lo e que vejam nele a sua obrigação mais essencial e incontornável, ao ponto de sacrificar a ele todos os seus demais interesses políticos, sociais, culturais, financeiros etc.

    Em todo o planeta, há quase dois séculos, só se interessaram seriamente por esse objetivo as organizações ligadas ao movimento revolucionário mundial em todas as suas variantes internas (comunismo, nazifascismo, terceiromundismo, “nova esquerda” etc.) Nenhuma outra. Não estranha que a mentalidade revolucionária, em suas várias versões, incluindo as mais inconscientes de si próprias, tenha se tornado a chave dominante do pensamento político – e até da moralidade pública – em todo o mundo ocidental. Hoje em dia, uma nova versão do movimento revolucionário – o radicalismo islâmico – está fazendo um sério, bem organizado e bem financiado esforço para conquistar as universidades da Europa e dos EUA. Se esse esforço for bem sucedido, será impossível evitar a islamização forçada do Ocidente no prazo de uma ou duas gerações.

    4. Os grupos conservadores, liberais (no sentido brasileiro), cristãos, judeus sionistas etc. têm-se limitado a opor à hegemonia revolucionária nas universidades o combate intelectual, a “guerra cultural” ou “luta de idéias”. Apostam nisso o melhor das suas forças. Mas é estratégia absolutamente impotente, pois o que está em jogo não é realmente nenhuma “luta de idéias” e sim uma luta pela conquista dos meios materiais e sociais de difundir idéias – coisa totalmente diversa. Você pode provar mil vezes que tem a idéia certa, mas, se o sujeito que tem a idéia errada é o dono das universidades, da mídia e do movimento editorial, o que vai continuar prevalecendo é a idéia errada. Basta ler revistas como New Criterion ou a Salisbury Review para notar que, em comparação com a “esquerda”, os conservadores têm hoje uma superioridade intelectual monstruosa. Nem por isso eles mandam no que quer que seja. Em política, a superioridade intelectual tem apenas um valor instrumental muito relativo. Se você não sabe usá-la para quebrar a autoridade do adversário, para tomar o cargo dele e colocar lá alguém da sua confiança, ela não serve para absolutamente nada. O movimento revolucionário já entendeu há tempos que “ocupar espaços” não é vencer debates letrados. Concentrando-se na “luta de idéias”, recusando-se nobremente a praticar a ocupação de espaços, a infiltração nos postos decisivos e o boicote aos adversários, os conservadores deixam a estes o exercício do poder e se contentam com a satisfação subjetiva de sentir que são mais inteligentes e moralmente melhores. O senso solidariedade mafiosa, então, escapa-lhes por completo. Dificilmente um conservador ou liberal chega a reitor, a ministro ou mesmo a diretor de departamento, sem imediatamente rodear-se de auxiliares esquerdistas, só para provar a si próprio (e para grande satisfação do adversário) que seu respeito pelas pessoas está “acima de divergências ideológicas”. Essa boniteza moral é fonte de tantos malefícios políticos, que chega a ser criminosa.

    5. A luta pela ocupação de espaços pode comportar uma parte de debate político-ideológico, mas tem de ser uma parte bem modesta. O essencial não é vencer as “idéias” do adversário, mas o próprio adversário, pouco importando que seja por meios sem qualquer conteúdo ideológico explícito. Trata-se de ocupar o seu lugar, e não de provar que ele está do lado errado. Isso se obtém melhor pela desmoralização profissional, pela prova de incompetência ou de corrupção, pela humilhação pública, do que por um respeitoso “debate de idéias” que só faz conferir dignidade intelectual a quem, no mais das vezes, não tem nenhuma.

  28. O preço da corrupção no Brasil

    Um estudo realizado pelo Departamento de Competitividade e Tecnologia (Decomtec) da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo) revelou os prejuízos econômicos e sociais que a corrupção causa ao País. O valor chega a R$ 69 bilhões de reais por ano.
    As denúncias de corrupção vêm de todos os cantos do país e de todos os setores – públicos e privados. Denunciadas em parte pela imprensa, em parte por setores privados fiscalizadores, não se havia medido ainda o tamanho do rombo e o mais alarmante: o prejuízo que este montante de dinheiro causa em setores fundamentais, como educação, saúde, infraestrutura, habitação e saneamento. O relatório da Fiesp informa que o custo disso chega até R$ 69 bilhões de reais ao ano. Segundo o levantamento, a renda per capita do País poderia ser de US$ 9 mil, 15,5% mais elevada que o nível atual.
    Segundo dados de 2008, a pesquisa aponta que o custo médio anual da corrupção no Brasil representa de 1,38% a 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB), ou seja, gira em torno de R$ R$ 41,5 bilhões a R$ 69,1 bilhões.

    Entre 180 países, o Brasil está na 75ª colocação, no ranking da corrupção elaborado pela Transparência Internacional. Numa escala de zero a 10, sendo que números mais altos representam países menos corruptos, o Brasil tem nota 3,7. A média mundial é 4,03 pontos. Além disso, o levantamento também traz simulações de quanto a União poderia investir, em diversas áreas econômicas e sociais, caso a corrupção fosse menos elevada. Veja abaixo o quanto poderia ser investido do dinheiro gasto em corrupção no Brasil.
    Educação – O número de matriculados na rede pública do ensino fundamental saltaria de 34,5 milhões para 51 milhões de alunos. Um aumento de 47,%, que incluiria mais de 16 milhões de jovens e crianças.
    Saúde – Nos hospitais públicos do SUS, a quantidade de leitos para internação, que hoje é de 367.397, poderia crescer 89%, que significariam 327.012 leitos a mais para os pacientes.
    Habitação – O número de moradias populares cresceria consideravelmente. A perspectiva do PAC é atender 3.960.000 de famílias; sem a corrupção, outras 2.940.371 poderiam entrar nessa meta, ou seja, aumentaria 74,3%.
    Saneamento – A quantidade de domicílios atendidos, segundo a estimativa atual do PAC, é de 22.500.00. O serviço poderia crescer em 103,8%, somando mais 23.347.547 casas com esgotos. Isso diminuiria os riscos de saúde na população e a mortalidade infantil.
    Infraestrutura – Os 2.518 km de ferrovias, conforme as metas do PAC, seriam acrescidos de 13.230 km, aumento de 525% para escoamento de produção. Os portos também sentiriam a diferença, os 12 que o País possui poderiam saltar para 184, um incremento de 1537%. Além disso, o montante absorvido pela corrupção poderia ser utilizado para a construção de 277 novos aeroportos, um crescimento de 1383%.
    * Revistaideias

  29. Socialismo bolivariano do Século 21 no Brasil

    São Paulo – cuja capital completou 458 anos em 25 de janeiro e é cobiçada pela quadrilha de Lula que age dentro e fora do governo – é responsável por 40% do PIB, portanto da produção, dos empregos e do trabalho do Brasil inteiro.
    Sem São Paulo, Minas Gerais, Paraná e alguns estados ainda não dominados pelo PT, o Brasil já seria uma Venezuela miserável, com o PT reinando há 9 anos. Vide a rápida deterioração do outrora pujante estado da Bahia, ruindo após 5 anos de “governo” PT.

    O Brasil completará uma década perdida neste final de ano.
    10 anos de corrupção, impunidade, desmandos, incompetência, aparelhamento e saque do patrimônio público (PRIVATALHAÇÃO) por parte da quadrilha internacional de corruPTos que age dentro e fora do governo federal.
    Dezenas de bilhões de reais são saqueados anualmente pela organização que faz parte do Foro de S. Paulo, grupo de organizações de esquerda e de narcotraficantes que se apóiam na América Latina para se perpetuarem no poder. Assim, o PT de Lula (presidente de facto no governo de fachada do poste ou da posta Dilma) transformou uma potência emergente independente (que sempre foi não-alinhada) em um satélite de Cuba e filial da Venezuela, colônia da China comunista.
    Refinarias, gasodutos, túneis, usinas hidrelétricas, metrôs e portos são confiscados em comum acordo, construídos com dinheiro do BNDES (do contribuinte brasileiro), doados e trambicados pelo desgoverno lulopetista aos países vizinhos bolivarianos: a matriz Cuba/Venezuela (porto, metrô, pontes, refinarias), e seus satélites:
    Bolívia (refinarias, gasoduto, preço do gás), Equador (usina hidrelétrica), Argentina e Paraguai (quebra do Tratado de Itaipú e triplicação da tarifa elétrica paga a esse país), Peru, Nicarágua, etc.
    A prova de que Lula é lacaio de Chávez e dos Castro está no fato de seu poste seguir na peregrinação submissa e humilhante para beijar os pés e as mãos desses tiranos.
    Mais um capítulo dessa humilhante subordinação ao império bolivariano foi a viagem do poste de Lula (presidente de facto do Brasil, contrariando a Constituição Federal) a Cuba para garantir projeto de US$ 800 milhões financiados pelo Banco Nacional (do Brasil) de Desenvolvimento Econômico e Social (dos vizinhos bolivarianos). Trata-se do porto de Mariel, obra da Odebrecht (que pagou inúmeras “palestras” e ’tours’ de Lulla pela América Latina para lavar o dinheiro sujo pago pela preferência nos projetos) obra faraônica que será paga com o dinheiro brasileiro que certamente nunca será ressarcido ao Brasil pela falida Cuba.

    Além de ratificar ‘projetos’ e maracutaias de seu chefe na ilha-prisão, a criatura superou seu ‘criador’ na sordidez em relação aos direitos humanos. Chegou à ilha-prisão dias após a morte do preso político Wilman Villar e provavelmente riu sobre o fato durante sua reunião secreta de uma hora e meia com o morto-vivo Fidel Castro. Superando Lulla, Dilma fez pouco caso dos milhares de prisioneiros políticos e mártires da ditadura castrista e ainda ‘acusou’ os Estados Unidos de manterem terroristas da Al Qaeda presos em Guantánamo como se isso fosse uma enorme afronta ao seu governo e aos direitos humanos.
    Lula riu com Fidel Castro quando morreu o dissidente Orlando Zapata Tamayo e o comparou com bandidos comuns. Dilmula comparou o preso político Wilman Villar, que morrera em greve de fome antes de sua chegada, a terroristas ligados aos atentados de 11 de setembro de 2001. Uma vez terrorista, sempre terrorista apoiando seus iguais.

  30. Cubanos que tentavam fugir da ilha-prisão são regastados a deriva no mar. Vejam no link abaixo

    http://tvuol.uol.com.br/assistir.htm?video=cubanos-sao-resgatados-apos-duas-semanas-a-deriva-no-mar-04020C983272E4A12326&orderBy=mais-recentes&edFilter=all&time=all&q=cuba&originalQuery=cuba&currentPage=1

    Os esquerdistas brasileiros defendem Cuba com tanto vigor. Alguém já tentou viver como um cubano no país sequestrado pelos irmãos Castro? Como um cubano, não como um turista ou um convidado.Nunca me responderam essa pergunta. Ainda aguardo respostas.

  31. La oposición venezolana presentará un único candidato para vencer a Chávez

    Pocos ataques y muchas sonrisas. Las elecciones primarias de la oposición venezolana se distinguen de otras competiciones políticas. Los cinco aspirantes, convocados por la Mesa de la Unidad Democrática (MUD) —una insólita coalición de más de 20 partidos que van desde la centro-derecha hasta la izquierda más radical—, comparten el mismo objetivo: impedir que el presidente venezolano Hugo Chávez se reelija por tercera vez consecutiva tras 13 años en el poder. Los partidos opositores, que ya han vencido matemáticamente a Chávez, han concluido que para derrotarle es necesario unirse.

    El siguiente paso es vencer el miedo de los electores. Todos los venezolanos con derecho a voto —dentro y fuera del país— podrán participar. Pero se espera que solo acudan a las urnas quienes no teman ser identificados con la oposición. El miedo no es infundado: desde 2004, el Gobierno ha utilizado la base de datos de electores que solicitaron un referendo revocatorio contra Chávez para purgar la administración pública de “traidores”. El oficialista Partido Socialista Unido de Venezuela también ha advertido a los suyos que quien se atreva a votar este domingo, automáticamente dejará de ser uno de sus militantes.

    La oposición insiste en que el secreto del voto está garantizado. “El Gobierno tiene miedo y por eso quiere asustarnos a todos los venezolanos con una especie de amenaza velada”, ha dicho Ramón Guillermo Aveledo, coordinador general de la MUD, una y otra vez, por radio, prensa y televisión.

    Una encuesta realizada en enero apunta que estas elecciones interesan a por lo menos menos un 25% de los electores del país. Tanto en los comicios regionales de 2008 como en las parlamentarias de 2009, la oposición ha demostrado que es capaz de obtener cerca de cuatro millones de votos. Pero se necesitan más destronar a Chávez.

    “Matemáticamente, Chávez ha sido derrotado varias veces. La oposición ha sacado más votos que él en las últimas elecciones. El problema es transformar esa posibilidad matemática en una posibilidad política”, sostiene Teodoro Petkoff, editor del diario TalCual, exdirigente del Movimiento al Socialismo (MAS) y unos de los más férreos críticos del Gobierno. Petkoff calcula que para poder ganarle a Chávez es preciso “arrancarle” al menos un 10% de sus voto. ¿Cómo debería ser el candidato? Un socialdemócrata, cree Petkoff, de lenguaje sencillo, combativo, que esté dispuesto a responder a los insultos de Chávez “con una palabrota” cuando sea necesario.

    Cinco candidatos se han inscrito en la carrera para alcanzar esa meta. Ellos son: el gobernador del Estado capitalino de Miranda, Henrique Capriles Radonski; el gobernador del Estado petrolero de Zulia, Pablo Pérez; la diputada independiente María Corina Machado; el exembajador Diego Arria; y el exparlamentario y disidente del chavismo Pablo Medina. El candidato favorito, con 55,9% de la intención de voto, es Capriles Radonski: abogado, soltero y a punto de cumplir 40 años.

    Capriles comenzó en la política casi a la par de Chávez. Fue presidente de la Cámara de Diputados en 1998. Fue dos veces alcalde del municipio capitalino de Baruta, entre 2000 y 2008, y luego fue electo gobernador de Miranda. Estuvo preso entre mayo y septiembre de 2004, luego de ser acusado por el Gobierno de participar en el asalto a la embajada de Cuba en Caracas durante el golpe de Estado del 11 de abril de 2002, que derrocó a Chávez por 48 horas. Fue juzgado y absuelto por este mismo delito en cuatro oportunidades. Él ha prometido ser el presidente de todos los venezolanos: “De los que piensan como yo y de los que piensen distinto a mí” ha dicho a lo largo de su campaña, con la fe de que ese discurso de reconciliación se traduzca en votos este domingo.

    El país

  32. Cuba e seu comércio

    O Jornal da Band mostrou, durante a semana toda, reportagens especiais sobre Cuba. É impressionante. Aquele povo vive oprimido. Muita gente passa fome. É bem pior do que a gente pensa. Não sei como muitos (entre eles Lula e Dilma) idolatram a família Castro. A maioria dos cubanos odeia —mas não pode se manifestar. Pouquíssimos deles sabem o que é Facebook ou Twitter.

    Tem uma historinha, de que na década de 70 um jornal americano mandou pra lá um repórter. O editor combinou com o jornalista: “Como lá não existe liberdade de imprensa, você nos escreve carta, com caneta. Se a carta vier com tinta azul, saberemos que o que você está escrevendo é verdade. Se vier com tinta verde, saberemos aqui que é tudo mentira, que é o contrário do que foi escrito. Assim, a gente engana os sensores cubanos, que lêem as cartas de todos.

    E assim foi feito. Uma semana depois chega ao editor uma carta do jornalista, escrita com letra azul: “Cuba é uma maravilha! O povo feliz, festeja pelas ruas o tempo todo. Não há desemprego, todos ganham bem. Os cubanos veneram Fidel Castro, desejando-lhe vida eterna”.

    Como a carta veio escrita com caneta azul, era, pois — conforme o combinado — verdade. O editor do jornal ficou pasmo: “Não é possível! Cuba tá bem assim!”

    E continou lendo o relato do jornalista: “Em Cuba, o comércio é muito forte. Os supermercados ficam lotados, o povo comprando o que gosta, com preços incrivelmente baratos. No comércio cubano tem de tudo menos caneta de cor verde.

  33. Os canalhas dos castro´s censuram até a correspondência do povo?

    A ONU tem que invadir esse país pra libertar os cubanos dessa ditadura indecente!

    Liberdade para os Cubanos e Guantânamo para os castro´s e seus cães!

  34. Calote bolivariano na Monstrobras
    Sob o petismo, a Petrobras, essa caixa-preta “soviética”, sacrificou os negócios à ideologia. O tirano caloteiro da Venezuela não cumpre o que foi pactuado nos contratos. Aliás, era o esperado. Só os nostálgicos lulo-petistas acreditam em déspotas.

    Terminou, em 31 de janeiro, mais um prazo que complacentemente a Petrobrás vem concedendo à estatal venezuelana PDVSA para que cumpra, afinal, sua parte na sociedade para a construção da Refinaria Abreu e Lima, em Ipojuca (PE). Há muito tempo está mais do que evidente que a empresa controlada pelo governo bolivariano de Hugo Chávez não é sócia confiável. A PDVSA deveria se responsabilizar por 40% do custo da obra, mas, até agora, não colocou nenhum centavo.
    A diretoria da Petrobrás, mesmo assim, anuncia que “nos próximos dias” decidirá se prorroga o prazo mais uma vez ou se cancela a parceria. Nunca foram explicitadas as razões técnicas para essa parceria – de inspiração político-ideológica -, e a incapacidade da parte venezuelana de cumprir o que foi acertado já deveria ter levado a Petrobrás a desistir da parceria. A empresa brasileira tem outra grande oportunidade para fazer isso. Não deveria desperdiçá-la novamente.
    Estabelecida em 2005, por iniciativa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva – então vivamente interessado em estabelecer alianças com governos de inspiração esquerdista e de discurso antiamericano, como o do venezuelano Hugo Chávez, certamente imaginando que tais alianças fortaleceriam sua liderança regional -, a parceria entre o Brasil e a Venezuela para a construção da refinaria em Pernambuco não saiu do papel.
    O acordo previa que a Petrobrás se responsabilizaria por 60% dos custos da obra e a PDVSA, pelos restantes 40%. A refinaria foi projetada para processar 230 mil barris de petróleo por dia, uma parte proveniente do Campo de Carabobo, na Venezuela, e outra do complexo de Marlim, na Bacia de Santos, em partes iguais. Cada uma delas exigiria equipamentos específicos, por causa da diferença dos óleos desses campos.
    O BNDES concedeu financiamento de R$ 10 bilhões para a construção da Refinaria Abreu e Lima. As duas sócias deveriam se responsabilizar por esse empréstimo, na proporção de sua participação na sociedade.
    Mas, envolvida em uma crise operacional e financeira – que se agrava à medida que o governo de Chávez a utiliza cada vez mais para a execução de programas de cunho assistencialista -, a PDVSA vem encontrando dificuldades para oferecer as garantias bancárias exigidas para assumir sua parcela no financiamento.ORLANDO TAMBOSI

  35. SOBRE CAXUMBA E COMUNISMO

    É o que os franceses chamam de “glissement de mots”. As palavras vão escorregando e acabam adquirindo um sentido oposto ao que antes significavam. Claro que tais escorregadelas não são inocentes. No século passado ocorreu uma, e das mais graves. A Rússia criou a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas. E os europeus criaram a social-democracia. Os comunistas, num lampejo de marketing, associaram o socialismo europeu ao socialismo soviético. E toda Europa virou – pelo menos para os botocudos – socialista. Como se o socialismo comunista algo tivesse a ver com o socialismo social-democrata. Mas o sofisma pegou.

    A humanidade marchava, então, rumo ao socialismo. Só que no socialismo de cá a imprensa era livre, livre era a expressão do pensamento, havia eleições com muitos partidos, e os cidadãos podiam ir e vir para onde bem entendessem. No socialismo de lá, todo pensamento dissidente era censurado, quem insistia em manifestar-se contra o regime ia para um gulag, havia um partido só e eleições, quando as haviam, eram sempre uma farsa, como ainda são, vide Putin. E quem quisesse sair do país que perdesse toda e qualquer esperança. Que razões teria alguém para sair do paraíso?

    A palavrinha social-democrata adquiriu tanto prestígio que até um torturador oriundo do nazismo, da noite para o dia, virou social-democrata. Falo de François Mitterrand. Sua eleição é um desses mistérios que confunde qualquer analista político. Ninguém desconhecia sua participação no governo pró-nazista de Vichy, do qual recebeu, na primavera de 43, a Francisque, a mais alta condecoração conferida pelo marechal Pétain. Tampouco era desconhecida sua participação decisiva, como ministro do Interior, na guerra da Argélia e nas torturas praticadas pelo Exército francês. Defensor de uma Argélia francesa, Miterrand reprimiu com ferocidade os movimentos insurrecionais. Em setembro de 53, declarou: “Para mim, a manutenção da presença francesa na África do Norte, de Bizerte a Casablanca, é o primeiro imperativo de toda política”. Em 54, afirmou na tribuna da Assembléia Nacional: “A rebelião argelina não pode encontrar senão uma forma terminal: a guerra”.

    Para as esquerdas, virou socialista, tout court. Mas não era do detentor da Francisque que pretendia falar. E sim de Eugenio Bucci, articulista do Estadão, que pretende salvar os restos podres do socialismo, no caso, o socialismo comunista. Na edição de ontem, Bucci escrevia sobre a Yoani Sánchez, a blogueira cubana que se tornou internacionalmente conhecida contestando a ditadura dos irmãos Castro. E antes de ir adiante, vou esclarecendo que essa moça não me cheira bem. Desde quando, em uma ditadura, um cidadão pode denunciá-la, urbi et orbi, sem sofrer sanções? Há algo errado nisso tudo. Mas vamos ao Bucci:

    “Com freqüência os relatos sobre as desventuras da blogueira vêm junto com um discurso que procura caracterizar a ditadura cubana como a tragédia inevitável, fatal, de qualquer sonho socialista. Esse discurso se vale de Yoani para mentir, o que é bem fácil constatar. Todas as mudanças sociais vieram embaladas por ideais de igualdade, como a Revolução Francesa, ou de igualdade de oportunidades, como a Revolução Americana”.

    Ora, se todas as mudanças sociais vieram embaladas por ideais de igualdade, como a Revolução Francesa, ou de igualdade de oportunidades, como a Revolução Americana, este não foi o caso da dita Revolução Cubana. Castro inspirou-se no socialismo soviético que, na época do levante em Cuba, já vinha fazendo água. Isso sem falar nas purgas stalinistas e nos gulags, denunciados já em 49 por Victor Kravchenko e em 56, no XX Congresso do PCUS, por ninguém menos que Nikita Krouschev, secretário do Partido.

    Isto é, apenas três anos antes da dita revolução cubana, seu modelito, a União Soviética, admitia de público seu fracasso. Bucci quer puxar para mais atrás, para as revoluções francesa e americana, a inspiração da cubana. Como bom comunista, Bucci se pretende hábil em destorcer os fatos. Mas não engana quem seja minimamente informado. Inspirada no sonho socialista soviético, a ditadura cubana só podia resultar numa tragédia inevitável, fatal.

    Prossegue o sofismador emérito: “Mesmo agora, a partir do final da 2.ª Guerra, inúmeros governos declaradamente socialistas se sucederam na Europa, em perfeita convivência com a sociedade de mercado, sem que isso acarretasse uma degeneração de corte totalitário.”

    Aqui, o sofismador emérito mostra as cartas que esconde na manga. Os inúmeros governos declaradamente socialistas que se sucederam na Europa são equiparados ao sonho socialista que teria inspirado Cuba. Ora, a Europa não se inspirou em ditadura soviética alguma para chegar onde chegou.

    Impértérrito, o articulista vai adiante: “Tanto é assim que, no mundo contemporâneo, o ideário socialista de perfil não autoritário foi acolhido como proposta legítima e até mesmo necessária à normalidade democrática”.

    Acontece, meu caro, que o ideário socialista de perfil não autoritário não é mais socialismo. É social-democracia.

    Bucci admite a ditadura em Cuba – e cego seria se não admitisse – e vê a ela duas oposições, a de direita e a de esquerda: “Por esse ângulo é que podemos entender o lugar de uma oposição de esquerda à tirania dos irmãos Castro, uma oposição que não se confunde com as causas da direita. Ela não se serve da falta de liberdade como pretexto, mas toma a liberdade como fim”.

    Ou seja, oposição de direita não vale um vintém. Só pode opor-se à ditadura cubana quem for de esquerda. O comunista irrecuperável, no fundo, está afirmando: “só nós, de esquerda, podemos criticar nossas ditaduras”.

    Comunismo é como caxumba. Ou dá na adolescência ou provoca esterilidade.

    – Enviado por Janer

  36. A minha vida mudou! – Eu adoro o Lula!
    Logo que ele entrou no governo eu trabalhava em uma empresa como até hoje de vigia noturno. Ficava ali passeando pelo patio sem ter o que fazer pois era um lugar pacato sem violência e minha presença ali espantava até “moleques” que queriam pegar as frutas de um pomar ali plantado. Era uma época dificil! Eu com familia e filhos e o salario de um vigia noturno. Meu patrão ( um cara muito esperto) se meteu em umas coisas de diretório de partido e me disse que iria ganhar muita grana nisso. E não é que era verdade. Ao passar do tempo ele instalou na empresa diversas cameras de segurança e computadores (pois dizia que a segurança estava abandonada pelo poder publico e precisava proteger seu patrimonio.)
    que vigiavam tudo. Eu até fiquei com medo de perder o emprego. Mas precisava de alguém para verificar as imagens e eu fui treinado para isso. Então aprendi a mexer nos computadores. Foi um orgulho conseguir navegar na internet.Enquanto isso meus filhos que são muito trabalhadores arrumaram uma forma de ganhar algum dinheiro nas estradas ali perto que estão abandonadas e eles tapam os buracos com terra para ganhar uns trocados de quem passa por lá. A minha mulher descobriu e se cadastrou em um programa e hoje eu recebo o bolsa familia, o vale gás, o vale luz, o vale pão, o vale leite, o vale tudo, etc… e para isso ela me disse que a unica coisa que deveria fazer é sempre votar no PT. Isso é fácil para nós. Eu realmente estava mudando de vida.Então como navegante da internet eu li uma noticia aqui. E vi os comentários.Vi palavras tão bonitas que nunca antes teria ouvido ou lido. Na verdade eu nem sabia o que significavam. E fiquei surpreso ao saber que o face me daria o
    direito de comentar. Mas como fazer isso diante do que li? E então vi comentários que me credenciam para isso. E dessa forma passei a comentar . Hoje eu sou feliz e me orgulho pois tenho alguns amigos que comentam o que postei. Faço parte deste seleto grupo.
    O meu medo é que o PT não ganhe as eleições de 2014. Imagino o que será se as estradas forem consertadas se minha mulher precisar trabalhar para conseguir as bolsas e se a segurança for restituida ao pais. Eu perco o emprego e a internet, meus filhos serão bandidos pois não sabem fazer outra coisa e não estudam e vou passar fome, ficar sem energia pq minha mulher não tem onde trabalhar.
    DILMA PARA 2014!!!

    Como podemos ver depende da ótica que se vê a coisa.
    Texto do BIG – Brasileiro Indignado com este Governo!
    Na verdade deveria ser BID – Brasileiro Indignado com este DESgoverno!
    Eu mesmo!!!!

  37. 11/02/2012 14:16
    ministra infeliz
    e mal amada

    O bispo de Assis, d. José Benedito Simão falou que Eleonora Menicucci, a nova ministra das Mulheres da Dilma é uma pessoa infeliz, mal amada e irresponsável.

    Disse que “ela é infeliz, mas ninguém precisa ficar sabendo. Seu discurso mostra que ela pode estar reabrindo feridas que estavam cicatrizando”.

    Filha lésbica
    O bispo também reclamou das declarações da ministra sobre as preferências sexuais de sua filha, lésbica, afirmando que ela “deveria tomar mais cuidado para não dar mau exemplo para nossos adolescentes”.

    D. José, o bispo de Assis, que tem 61 anos, ficou conhecido em janeiro de 2010, quando divulgou notas chamando Lula de “novo Herodes”, por levar adiante o PNDH 3, aquele plano de “direitos humanos” bolchevista do PT que precisou ser abortado, reparem no trocadilho, pelo governo petista.

    Ele falou também que a ministra “foi uma escolha infeliz do governo de Dilma”, que poderia ter escolhido “uma pessoa mais responsável e equilibrada, mas colocaram essa para reacender temas polêmicos e complexos e reabrir feridas que estavam se fechando”.

    Pois é.

    Polêmicas de cunho religioso à parte, se a ex-terrorista é abortista, temente, atéia, se come mulher, se a filha é lésbica, tudo isso é da conta dela. O que me chamou atenção em sua posse foi sua fala cínica, em falso tom grave, lembrando “dos que tombaram na luta contra a ditadura”.

    Mentira

    Ninguém tombou lutando contra a ditadura militar. Nenhum deles, nem a nova ministra, nem a Dilma, Zé Dirceu e toda essa trempa da “luta armada” não lutou nem um minuto, nem em armas, nem em príncípio contra a ditadura militar. Jamais defenderam a democracia naquele período. Jamais defenderam a volta do poder aos civis por eleições.

    Nem uma vezinha só. Nem em qualquer manifesto, qualquer letra por eles escrita. Nada. Lutaram para mudar o regime brasileiro capitalista pelo comunista, por uma “revolução” bolchevista, por uma “ditadura do proletariado”, como cacarejavam esses revolucionários de meia tigela.

    Nem essa ministra, nem a Dilma e nem a alta burguesia petista abandonou, até hoje, esses ideais “libertários” e “revolucionários”.

    Acometidos ainda da pueril ideologia comunista dos anos 60 ou, pode ser também que evoluídos para uma forma branda ou precedente de demência senil, estão nessa lenga-lenga até hoje. Visitando o Fidel Castro. Quem não conhece essa trempa que a compre.
    Trem Azul

  38. 11/02 – 8:15- A Cuba de que fala o imbecil na carta que enviou à BAND fica em outra galáxia. Aliás, a reportagem da emissora me pareceu muito branda, tendo em conta o que eu próprio vi em janeiro de 1999. De lá para cá, só piorou, é evidente. Já li transcrito neste blog, há alguns anos, o texto de um aspone safado do PSB no Senado que afirmava que em Cuba o povo vive cantando e dançando. Na época, um grupo de comentaristas — ou alguns com diversos codinomes,muito provavelmente instruídos pela ‘embacuba’ no Brasil— invadiam o blog para se opor a tudo que era escrito contra a ditadura dos Castro, classificando Yoani e os comentaristas anticomunistas das piores coisas.

    Comunista leva a sério a máxima de repetir a mesma mentira quantas vezes for necessário para que um dia seja tomada como verdade. É assim que ganham os corações e as mentes principalmente de jovens (provavelmente a maioria) doutrinados criminosamente em escolas e universidades.

  39. NOTÍCIA TRISTE PARA TODOS!!!!

    MULA MORREU NESTE SÁBADO

    Mula morre no Baianão

    http://www.obaianao.com.br/noticia.php?id=1138

    Moradores das imediações da feira do Baianão disseram que a mula foi eletrocutada durante a madrugada deste sábado.

    Segundo um morador que não quis se identificar, alguns feirantes usam energia do poste onde a mula foi eletrocutada e devido a falta de manutenção o fio ficou descascado.

    Um homem disse que no inicio da manhã deste sábado algumas pessoas que se aproximaram para ver a mula morta também receberam descarga elétrica.
    Um morador disse que técnicos da Coelba estiveram no local e desligaram a energia.
    Até o inicio da tarde deste sábado a mula continuava no local.

  40. A verdadeira história do cão raivoso de Fidel.

    Sem ele não teria tomado posse da ilha e nem teria conseguido estabelecer o regime de terror que permitiu a sua perpetuação no poder! O che chanco porco assassino foi usado pela dinastia Castro de maneira covarde, vil e cruel. Não teria logrado exito sem esse Serial killer! E o utilizou contra seu povo! Fidel é o verdadeiro assassino das milhares de pessoas inocentes fuziladas por esse psicopata!

  41. Finalmente, Guevara foi cercado pelo exército boliviano..e capturado com vida em El Yuro.
    Segundo as anotações do general Luiz Reque Terán…naquela época general e chefe…da quarta Divisão de operações Antiguerrilheiras na Bolívia…

    ‘GUEVARA LEVANTANDO EM ALTO SU CARABINA GRITO: “ ME RINDO. NO ME MATEN, SOY EL CHE; VALGO MA VIVO QUE MUERTO.”

    Isso aconteceu, conta o general Reque Terán…eram 13h30…do domingo 8 de outubro de 1967. Nesse enfrentamento morre a maioria dos guerrilheiros…prendem o Che e Simon Cuba…que o estava ajudando a fugir. Seu nome de guerra era Willy.

  42. CARTA DO TEN VARGAS – José Vargas Jiménez

    Prezado Companheiro/amigo/cliente que adquiriu meu primeiro livro BACABA, bom dia!

    Este é o meu segundo livro “BACABA II – Toda a verdade sobre a Guerrilha do Araguaia e a Revolução de 1964”, onde estou homenageando o primeiro militar assassinado pelos terroristas/comunistas do PC do B na guerrilha do Araguaia, nosso HERÓI, Cabo ODÍLIO DA CRUZ ROSA “Cabo Rosa”. O qual foi morto pelo guerrilheiro Osvaldo Orlando da Costa “Osvaldão” no dia 08 de Maio de 1972. E também os outros 15 militares heróis, mortos na guerrilha.

    O livro possui 206 páginas.

    O conteúdo do livro é:
    – A guerrilha do Araguaia do início, ano de 1972 até o término, ano de 1974 (final). Todas as operações que foram feitas pelas Forças Armadas. Operações: PEIXES I, II, III, IV, V, CIGANA, PAPAGAIO, SUCURI, MARAJOARA e LIMPEZA. Com provas (documentos confidenciais e secretos) para confirmar a minha narrativa, por eu ter participado da guerrilha na última operação, na qual nós vencemos os guerrilheiros das Forças Guerrilheiras do Araguaia (FOGUERA) do Partido Comunista do Brasil (PC do B), os quais tinham sido treinados na CHINA e em CUBA para nós combater e impor o COMUNISMO no BRASIL. O que não conseguiram.

    – Repercussão do meu primeiro livro, “BACABA – Memórias de um Guerreiro de Selva da Guerrilha do Araguaia”. Onde fui por três vezes na Câmara dos Deputados Federais em Brasília-DF e fui ameaçado de ser preso e processado pelos políticos e morto pelas famílias dos guerrilheiros comunistas. Também fui a Bacaba em Marabá-PA e Xambioá-TO, a convite do Ministério da Defesa junto com o Grupo de Trabalho Tocantins (GTT) para mostrar os locais onde estavam os cadáveres dos guerrilheiros.

    – E, resumo da Revolução de 64 onde publico o dossiê da Presidente Dilma Rousseff e seu depoimento quando foi presa, confirmando o que fez naquela época e a relação de todos os brasileiros que eles assassinaram em assaltos, sequestros, atentados com bombas, etc.

    Este segundo livro é também para complementar o primeiro, contar a verdadeira história da guerrilha e a Revolução de 1964, pois estes terroristas/comunistas que hoje estão no poder, querem mudar a verdadeira história do regime militar “ditadura militar”, dizendo, fazendo propaganda e divulgando para toda a população brasileira, que lutaram contra nós militares para impor a Democracia no Brasil. MENTIRA! Queriam sim, impôr o Comunismo (Ditadura do Proletariado).

    Por isso estou lançando este segundo livro, pois eu sou um dos poucos arquivos vivos daquele período e tenho credibilidade. Eu os combati na guerrilha do Araguaia, junto com o Capitão Sebastião Rodrigues de Moura, “CURIÓ”, hoje Tenente Coronel e o Major Lício Augusto Ribeiro Maciel “Dr. Asdrubal”, hoje Coronel.

    Para adquirir o livro pode solicitá-lo pelos seguintes emails: chicodolar60@gmail.com, chicodolar60@yahoo.com.br, jimenez.josevargas@gmail.com e pelo telefone (067) 3365-6844 em Campo Grande-MS.

    Para o Pagamento do livro: Depositar ou transferir para o BANCO do BRASIL, agência nr 0048-5, Conta corrente nr 63.292-9, CPF 004.196.481-00, em nome de JOSÉ VARGAS JIMÉNEZ. (Obs: o preço do livro é de R$ 40,00.com frete pelo correio já pago).

    O livro anterior tem 136 páginas, “BACABA – MEMÓRIAS DE UM GUERREIRO DE SELVA DA GUERRILHA DO ARAGUAIA”, custa R$ 30,00 com o frete pelo correio pago.

    Aguardo o pagamento, com comprovante, seu nome e endereço completo (rua, bairro, cep, cidade, etc) e os livros serão remetidos imediatamente e serão informados do número do registro do correio para rastrear os livros.

    Respeitosamente e abraços.
    Tenente Vargas – SELVA – Guerreiro de Selva nº 702 da turma 73/2 COS “C” do COSAC, hoje CIGS.

    POR FAVOR ME AJUDE A DIVULGAR ESTA VERDADEIRA HISTÓRIA.
    “BRASIL ACIMA DE TUDO”

    OBS: Se quer saber a repercussão do meu livro, entrevistas que dei aos jornais, revista “Isto É”, minhas três idas ao Congresso nacional onde peitei todos estes políticos e minha história no BRASIL, acesse o site:
    http://www.google.com.br e pesquise:
    – Livro BACABA
    – Chico Dolar
    – José Vargas Jiménez

  43. Rede Globo foi expulsa pelo povo hoje, dia 12/02/2012, na manifestação pacifica e ordeira dos Policiais e Bombeiros.
    Aos gritos de FORA GLOBOBOSTA o povo expulsou a emissora que presta um serviço de desinformação e ocultação de notícias que possam comprometer a quadrilha do lula ladrão/Sérgio malandro Cabrale e de seus aliados pagos com o mensalão.

    O povo brasileiro está acordando !!!

  44. .
    Bastante interessante o documentário abaixo postado pelo Fernando.
    Parece que não existe “companheiros” do Che que o elogiem.
    .
    Todo mundo discutiu com ele e naturalmente ele sendo um estrangeiro com muito poder, acabou obtendo mais inimizades do que amigos.
    Na época se falava muito sobre o Paredon, mas depois veio o mito do Che e quem morreu, foi esquecido talvez mais por conveniência, do que apego aos fatos do passado.

  45. Como capturar porcos selvagens – o jogo comunista!

    Cercaram lentamente os porcos selvagens, com cercas, enquanto ganhavam milho grátis…
    Eles ficam correndo e dando voltas dentro das cercas, mas logo voltam a comer o milho fácil e gratuito!!!…
    E ficam tão acostumados a ele que esquecem como caçar nas florestas por si próprios. E por isso aceitam a servidão!!!…
    O governo fica cercando e empurrando o povo para o comunismo e o socialismo e espalhando o milho gratuito, na forma de:
    Propagandas de auxílio de renda
    Bolsas isso e aquilo
    Impostos variados
    Estatutos de proteção
    Cotas para estes ou aqueles
    Subsídios para todo tipo de coisa
    Programas de bem estar social
    Medicina e medicamentos gratuitos

    Sempre e sempre novas leis!!!…
    Tudo a custo da perda contínua da liberdade!!!…
    Migalha à migalha!!!…

    Devemos nos lembrar que NÃO EXISTE ESSE NEGÓCIO DE ALMOÇO GRÁTIS e, também, que NÃO É POSSÍVEL ALGUÉM PRESTAR UM SERVIÇO MAIS BARATO DO QUE SERIA SE “VOCÊ” MESMO O FIZESSE.

    Finalmente se você percebe que toda essa maravilhosa “ajuda” governamental se opõe ao futuro da democracia em nosso país, você vai mandar esse alerta para seus amigos!!!…

    Mas, se você acha que os políticos petralhas e ongueiros pedem mais “poder” para as classes deles tirarem liberdade e dinheiro dos outros para beneficiar “você” ou os “pobres”, então você, provavelmente, desconhece a História!!!…
    E que Deus o ajude, quando trancarem a porteira!!!…

    O milho já está sendo colocado faz tempo; as cercas estão sendo colocadas aos poucos; imperceptivelmente!

    E, quando você menos espera..”PRONTO”…

    TRANCARAM A PORTEIRA!!!…

    Foi assim que aconteceu na extinta União Soviética!!!…
    Lembre-se, NÃO CUSTA NADA AVISAR!!!…

    Em Cuba usaram a caderneta de racionamento que hoje se resume a 10 ovos, 2,5Kg de arroz, 500gr de Frango/peixe, 250ml de azeite e um pão por pessoa. Crianças até 7 anos ganham leite. Será que valeu a pena trocar a liberdade por isso?
    No Brasil estão acostumando os porcos selvagens, ao cativeiro, com as bolsas.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s