Delinquentes comuns

wilmanvillar

Em memória de Wilman Villar Mendoza

Há um par de anos o meu amigo Eugenio Leal decidiu tirar uma certidão de bons antecedentes, trâmite indispensável para solicitar certos empregos. Confiante foi buscar a folha que diria que não havia sido julgado por nenhum delito, porém ao invés disso deparou-se com uma desagradável surpresa: aparecia como perpetrador de um “roubo com força” no povoado onde havia nascido, mesmo que jamais tenha furado um sinal vermelho. Eugenio protestou porque sabia que aquilo não era um erro burocrático nem uma simples casualidade. Sua ação como dissidente o havia feito vítima de comícios de repúdio, prisões, ameaças e agora lhe trazia, além disso, uma mancha em sua folha corrida. Havia passado a ser um opositor com um passado de “delinqüente comum”, o que se torna muito útil para a polícia política para desacreditar.

Se nos deixarmos guiar pela propaganda governamental, nesta Ilha não há uma só pessoa decente, preocupada com o destino da nação, mas sim crimes cometidos por quem se opõe ao sistema. Todo aquele que critica é imediatamente tachado como terrorista ou vendilhão da pátria, malfeitor ou amoral. Acusações difíceis de se “desmentir” num país onde a cada dia a maioria dos cidadãos tem que cometer várias ilegalidades para sobreviver. Somos 11 milhões de delinqüentes comuns, cujas tropelias vão desde comprar leite no mercado negro até ter uma antena parabólica. Desertores de um código penal que nos asfixia, fugitivos do “tudo é proibido”, evadidos de uma prisão que começa com a própria Constituição da República. Somos uma população quase penitenciária a espera que a lupa do poder passe sobre nós, tateie nossas vidas e descubra a última infração cometida.

Agora, com a morte de Wilman Villar Mendoza, volta a se repetir o velho esquema do insulto estatal. Uma nota no jornal Granma o descreveu como um vulgar malfeitor e talvez prontamente na TV um programa – de viés estalinista – apresentará as presumidas vítimas dos seus abusos. O objetivo é subtrair impacto político a morte deste cidadão de 31 anos condenado em novembro por desacato, atentado e resistência. A propaganda oficial tentará tirar importância da sua greve de fome e fará cair sobre seu nome todo tipo de adjetivos depreciativos. Veremos também o testemunho – quebrando o juramento hipocrático – dos médicos que o atenderam e provavelmente até a própria mãe deporá contra o filho defunto. Tudo isto porque o governo cubano não pode permitir que reste um resquício de dúvida na mente dos telespectadores comuns.  Seria muito perigoso que as pessoas comecem a acreditar que um opositor possa sacrificar sua vida por uma causa, ser um bom patriota e até um homem decente.

Traduzido por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

86 thoughts on “Delinquentes comuns

  1. …Já pensaste que a influência americana contribuiu em muito para os problemas cubanos?…
    DEPOIS DE MAIS DE 50 ANOS TEM IDIOTA QUE ESCREVE ISSO.
    A CULPA SÃO SEMPRE OS OUTROS.
    ….A democracia na sua maior plenitude como a dos USA não é e nunca será a melhor solução para os povos…
    NÃO, BOM É SER ESCRAVO DE TIRANOS CUBANOS BANANEIROS.
    VÁ SE ROÇAR NAS OSTRA CUBANAS, MAS NÃO DE VARADERO, BABAOVO DE DITADOR BUNDÃO!

  2. E agora, dona Dilma ??? Você falou tanto que aqui nós tivemos uma “ditadura”……então, seja coerente, agora, e denuncie, e se oponha à tirania cubana, e interceda em favor de uma das muitas vítimas dela, que pede seu auxílio !!!! ( Prisioneiros políticos NOS PORÕES DE FIDEL pediram ajuda a lula – de nada adiantou !!! Ele preferiu apoiar Fidel Castro, que IDOLATRA, em lugar de apoiar presos políticos, que nenhum crime cometeram – apenas se opuseram ao seu amigo DITADOR!!)
    E VOCÊ, DONA DILMA ?? O QUE VAI FAZER AGORA? SERÁ COERENTE COM SEU DISCURSO DE “OPOSITORA de DITADURAS”, OU TAMBÉM VAI MOSTRAR QUE, DITADURA, DESDE QUE SEJA DE ESQUERDA, PODE !! DESDE QUE SEJA DE ESQUERDA, VOCÊ APOIA?????
    Abraço aos amigos!
    Roberto S G M acedo

  3. De onde aparece esses jurássicos marxistas que ainda teimam em defender o Gal fidel ? Será que eles sabem que Cuba está quase igual ao Haiti. Os haitianos podem colocar a culpa no terremoto, mas os cubanos só tem que culpar esses incompetentes canalhas que ainda teimam em manter o poder, custe o que custar!
    A sorte do fidel foi se armar até os dentes, mas não era pra se defender dos EUA. Era pra defender seu feudo das rebeliões dos súditos famintos!
    O canalha enganou o povo com esse anti americanismo. Seu objetivo era outro! Era manter o povo calado a ferro e fogo!
    Agora ainda aparece alguns idiotas defendendo esse tirano!!! Vá plantar batatas seus marxistas de botequim!

  4. Embora a Presidenta Dilma seja do mesmo partido do Ex-Presidente Lula, já se nota uma mudança importante na política externa. Os indícios são perceptíveis. Por exemplo, Armadnejad não pode incluir o Brasil na sua visita pela América Latina. A presidenta Dilma, deu uma força para que o governo libera-se o visto da Yoani Sánchez. Uma outra coisa é que os líderes polêmicos da América Latina (H. Chávez, Evo Morales, Rafael Correa, Fernando Lugo, Kchinners) estão mais contidos. Na era Lula, todos eles se aproveitaram da passividade e facilidade com que colocavam os pés pelas mão dentro do Brasil. Esperemos que isso tenha ficado para trás.

  5. GOVERNO GAÚCHO RECEBE
    TERRORISTA ITALIANO
    COM TAPETE VERMELHO

    Por esta Cesare Battisti certamente não esperava. Condenado à prisão perpétua na Itália, foi ontem recebido quase com honras de chefe de Estado no Palácio Piratini, em Porto Alegre. Desfilou ainda pela imprensa gaúcha e pelo centro da cidade com uma aura e sorrisos de celebridade.

    Em março de 2007, o terrorista foi preso quando passeava tranqüilamente no calçadão de Copacabana. Ligado às Brigadas Vermelhas, que durante dez anos sabotaram fábricas, assaltaram bancos e realizaram atentados contra juízes, jornalistas, policiais e empresários, culminando com o seqüestro e assassinato do ex-premiê Aldo Moro, em 1978, Battisti foi condenado à prisão perpétua – à revelia – por quatro homicídios nos anos 70.

    Battisti se diz inocente. Mas não ousou comparecer aos tribunais para defender-se quando estava sendo julgado. Estava gozando de um exílio idílico na França, graças a uma lei de Mitterrand que negava extradição a terroristas italianos.

    Em 2004, com a cassação do asilo, fugiu para o Brasil, para não ser reenviado à Itália. Sua escolha foi sensata. O Brasil está se tornando um resort de luxo para terroristas aposentados. É o único lugar do mundo em que guerrilheiros presos e condenados por ações terroristas estão hoje confortavelmente sentados nos altos escalões do poder. Battisti deve ter intuído que encontraria nas praias cariocas o meio-ambiente ideal para gozar ses vieux jours. Antonio Negri, outro terrorista italiano, ligado às Brigadas Vermelhas e responsável por inúmeros crimes, ganhou coluna na Folha de São Paulo. Por seus feitos, certamente.

    Com a ameaça de extradição de Battisti para Itália, Fernando Gabeira imediatamente saiu em socorro do companheiro de terror e liderou um movimento, junto ao governo e parlamentares, para evitar que Battisti tivesse de cumprir a pena a que foi condenado na Itália: prisão perpétua.

    Gabeira certamente terá êxito – escrevi na época. O Supremo Tribunal Federal já havia negado extradição a três outros terroristas italianos: Achille Lolo, acusado de matar duas crianças em incêndio e hoje assessor oficioso do PSOL; Luciano Pessina, membro das Brigadas Vermelhas e Pietro Mancini, participante da organização Autonomia Operária.

    Gabeira teve êxito. Em 2009, quando ministro da Justiça, o stalinista Tarso Genro concedeu asilo político ao assassino. “A sua potencial impossibilidade de ampla defesa face à radicalização da situação política na Itália, no mínimo, geram uma profunda dúvida sobre se o recorrente teve direito ao devido processo legal”, dizia o texto assinado por Tarso ao justificar a concessão do refúgio. Como se a Itália contemporânea fosse uma ditadura onde um réu não tem direito à defesa. Battisti foi condenado à revelia porque estava refugiado na França, sob as asas protetoras do colaborador nazista François Mitterrand.

    O Brasil já teve fama internacional por ser um país generoso com assaltantes internacionais e mafiosos. Você já deve ter visto não poucos filmes em que um vigarista bem sucedido, já nas cenas finais, após livrar-se da polícia, prepara as malas com uma bela cúmplice e escolhe seu rumo com um sorriso beatífico: Brasil. Os tempos mudaram. Atualmente estamos recebendo de braços abertos uma nova safra de delinqüentes, os terroristas.

    Em Porto Alegre, Battisti foi recebido com abraços no palácio do governo por Tarso Genro, que acaba de voltar das Disneylândia das esquerdas tecendo loas à ditadura cubana. Tudo muito coerente. O capitão-de-mato que devolveu ao gulag tropical dois dissidentes que buscavam refúgio no Brasil, recebe agora os agradecimentos do terrorista ao qual ofereceu refúgio.

    Diz Battisti em entrevista à Zero Hora:

    – Tarso como homem, ministro e hoje governador é uma pessoa que mostrou ter um valor muito alto de ética e de coragem política. Quando ele teve de se expressar e decidir sobre o meu caso, mostrou tudo isso. Eu tinha muita vontade de conhecê-lo pessoalmente e de apertar a mão dele, como hoje aconteceu.

    Tarso desejou que Battisti fizesse bom proveito da liberdade. Que aproveitasse a generosidade do povo brasileiro. O criminoso quer agora encontrar-se com Lula, que foi o responsável, em última instância, por seu asilo. Lula, que já abraçou Kadafi e o saudou como “amigo e irmão”, certamente não verá nisto nenhum inconveniente.

    A Zero Hora, gentilmente, define o terrorista como ativista. A Folha de São Paulo também é gentil. Fala em ex-terrorista. Ora, se Battisti é inocente dos assassinatos pelos quais é acusado – como pretende – nunca foi terrorista nem pode ser ex-terrorista. Se é culpado, como foi julgado, é terrorista e terrorista continua sendo, pois em momento algum renegou seu passado.

    O ativista Bin Laden teve uma idéia infeliz ao refugiar-se no Paquistão. Viesse para o Brasil não precisaria esconder-se e estaria sendo caitituado pela imprensa e recebido por governadores.

    – Enviado por Janer

  6. Yoani .seja muito,muito bem-vinda, e não ligue para comentários de certos “comunistas” pois eles são iguais ou piores que os de sua linda Cuba.Então digo para estes que não lhe desejam boas vindas.Troquem de lugar com ela e sintam na pele a situação.O Brasil ainda é, e sempre será livre,pois estes que a odeiam são uma minoria que se Deus permitir um dia nem isto serão.Eles adoram terroristas, assassinos e dão abrigo para eles,então é somente a prova do caráter deles.Sei que você luta por liberdade e também por um mundo mais justo com menos desigualdades,algo ainda muito presente no Brasil governado por quem? Então não tenha medo,receio pois se depender de mim e da grande maioria dos brasileiros,será muito bem recebida.Sou da cidade de Fortaleza no estado do Ceará e que bom que posso dizer isto sem medo e sem temor destas pessoas pequenas sem sentimento humano nenhum.Seja mais uma vez bem-vinda Yoani.

  7. Esperteza.
    Dilma está dando uma de espertinha ao conceder visto de turista para a blogueira cubana Yoani Sanchez. O Brasil do PT jamais negou visto para qualquer cubano que quisesse vir ao Brasil. O problema é outro. A blogueira pediu para Dilma interceder para que ela possa, depois de ser proibida mais de trinta vezes, sair do país e depois retornar, sem problemas. Não é por falta de visto que Yoani deixa de atender convites no mundo inteiro. É porque está proibida de deixar o país pelo governo tirano e assassino de Cuba.

  8. regis E hasta siempre
    PELOS COMENTÁRIOS TÃO DEMOCRÁTICOS E INTELIGENTES VOCES ACABAM DE GANHAR UMA VIAGEM SÓ DE IDA AO PARAISO SOCIALISTA DA COREIA DO NORTE, ONDE DESFRUTARÃO DE TODAS AS DELICIAS QUE SÓ A DINASTIA KIM CONSEGUE OFERTAR AOS ADORADORES DO OUTRO MUNDO POSSÍVEL, PODENDO SER ESCRAVIZADOS E SODOMIZADOS À VONTADE, COMO É DE SEU DESEJO.
    APROVEITEM, HEHEHEHEHE

  9. Enviado por Luiz Felipe Lampreia – 24.1.2012
    Cuba:uma visita desnecessária
    A presidente Dilma vai visitar Cuba em uma saia justa pois nada terá a ganhar pelo silêncio ou, menos ainda, pela solidariedade com um regime que, além de terminal, é profundamente injusto com seu próprio povo mergulhado na miséria e na repressão.

    O argumento da não-interferência nos assuntos internos de outros países – uma tradição brasileira que vinha do Barão do Rio Branco- já foi abandonado por diversas vezes no governo Lula,que chegou a subir no palanque eleitoral de alguns colegas sul-americanos.Essa primeira razão para nada dizer sobre as brutalidades da ditadura cubana não vale, portanto.
    A segunda razão para,pelo contrário, dizer algo está em que o regime cubano mantém no cárcere mais severo centenas de oposicionistas de consciência, além de deixar morrer muitos que fazem greves de fome de protesto.Esta violação fundamental dos direitos humanos é inaceitável e impediria um silêncio total de nossa parte.Quando estive em Cuba como chanceler em 1997 fui objeto de severa crítica de Fidel apenas por ter recebido para uma conversa discreta,previamente anunciada ao governo cubano,com o senhor Elizardo Sanchez,presidente do Comitê de direitos humanos de Cuba.
    A morte do opositor Vilman Vilmar, após muitos dias de greve de fome, a carta aberta de Yoanny Sanchez e a persistência do fechamento do regime – malgrado os esforços de Raul Castro para, pelo menos, fazer uma abertura à la Geisel (“lenta,gradual e segura”, lembram?) – tudo isto coloca o governo brasileiro e a presidente em especial em posição desconfortável.Por isso, não consigo entender a razão da visita.Se era para pagar esse preço, melhor teria sido ficar em casa.

  10. Quando o ex-embaixador escreveu esta pérola ele estava de sapatos ou, como quando foi às Nações Unidas, teve que tirar os sapatos no aeroporto de Nova Iorque?

  11. 26/01 – 11:06, 11:08, 12:59 – Dois novos cretinos esquerdistas que nem mesmo sabem o significado de democracia e têm a mentira como hábito (como todo petralha, psoltralha e aberrações semelhanntes ) resolveram invadir o blog para despejar a titica que têm no cérebro. Quem é democrata não defende ditadura, qualquer que seja. A democracia sempre foi utilizada pelos canalhas comunistas (ex-terroristas ou não ) para solapar a democracia por dentro. É o que o PT e outras aberrações esquerdistas estão fazendo no Brasil. Utilizam principalmente as escolas e universidades para introjetar sua ideologia comuno-fascista. Os sindicatos e imprensa atrelada são outros meios utilizados.

    Logicamente Yoani não virá tão cedo ao Brasil, já que o visto brasileiro nada lhe garante. Dilma está só fazendo média. Para sair de Cuba e visitar qualquer país, a blogueira depende da permissão dos donos do feudo cubano, a ilha-prisão. Se Dilma fosse a democrata que seus comparsas dizem que é, simplesmente não viajaria a Cuba, até a libertação dos presos políticos e convocação de eleições livres disputadas por quantos partidos surgissem, sob supervisão de observadores independentes e sem qualquer vinculação com o comunismo ou com os ditadores do país.

  12. …Quando o ex-embaixador escreveu esta pérola ele estava de sapatos ou, como quando foi às Nações Unidas, teve que tirar os sapatos no aeroporto de Nova Iorque?…
    FOI NO DIA QUE BARRARAM O MEGALONANICO AQUI MESMO NA BANANIA NA VISITA DO OBAMA, LEMBRA PETRALHA FILHO DA PUTA.
    VÁ TOMAR NO CU, SOME DAQUI BABAOVO DE DITADOR ASQUEROSO.

  13. a histórica viagem
    de dilma a cuba

    Dilma vai a Cuba. Na falta do que fazer na pobre ditadura comunista e quiçá avexada de dizer que vai visitar os comunas porque os admira, mandou a equipe ajeitar um plano de ajuda econômica, por assim dizer, para ficar mais “institucional” o encontro com os ditadores facínoras.

    Para coordenar essa ajeitada, na praxe do lulopetismo, entra em ação, como sempre, o assessor “especial” de Lula para ditadores e terroristas, agora de Dilma, o Marco Aurélio Top-Top. É o homem certo, porque em Cuba ele manda e não pede, pois toda a camarilha bolchevista da ditadura local sabe que ele é o homem de confiança de Hugo Chávez no governo brasileiro. E Hugo Chávez é o dono de Fidel e Raúl.

    A viagem terá então esse jeitão de acordo. Foi atrapalhada pelo blogueira Yoani Sanchez, que mandou uma carta para a Dilma justo agora. Mas isso foi tirado de letra pelo Itamaraty. Deram-lhe um visto de entrada no Brasil. O de saída lá do “paraíso”, ela que se exploda lá com o Rául Castro. Fala com ele, santa, é o que a chancelaria arranjou para a coitada.

    Aliás, ela e também as mães dos presos políticos da ilha, algo como as mães da Praça de Maio na Argentina, querem encontrar a Dilma. Quando esteve em Buenos Aires, Dilma encontrou as mães – uma semana antes da chefe delas ser acusada de desviar dinheiro do grupo.

    Mas nada indica que vá dar trela para encontro em Cuba. Nem com a blogueira nem com as mães, que afinal não são mães comunistas, tão pensando o quê? Dilma não vai se meter em “assuntos internos”, como explica o ministro Top-Top.

    O jeitão da visita vai ser mesmo o de ajuda nas áreas econômicas. Quando esteve lá, Lula deixou uma grana para investimento num porto. O governo Dilma leva algo mais denso, uma baita linha de crédito de 200 milhões de dólares para agricultores – que basicamente não existem lá. Mas é uma boa grana para a compra de tratores, implementos e tecnologia canavieira para a ilha que, antes da “revolución” era grande produtora.

    Comissão da Verdade
    Mas a essa dinheirama toda o governo não Dilma não condiciona nada. Nem atitudes na área de direitos humanos, como sempre fazem governos e entidades mundo afora, nem pela democratatização do país.

    E fica fora também a oportunidade de fazer lá uma “comissão da verdade”, para averiguar eventuais crimes, por exemplo os contra a humanidade, os de tortura e principalmente os fuzilamentos.

    Estes, de fuzilamento, deram uma notável feição à “revolución”, como mostram as fotos escolhidas para ilustrar essa “histórica” viagem da Dilma à Cuba. Os dois velhacos ditadores, considerados e admiridados pelo lulopetismo, são o baluarte dessa fuzilança de “burgueses”, mostrada pelas imagens.

    Mais ocupado na “gestão” econômica e institucional da “revolución”, Fidel Castro delegou ao irmanito Raúl a coordenação de fuzilamento, tanto dos oficiais, no “paredón” onde foram mortos 14 mil burgueses, como os esporádicos, após julgamentos sumários, pelos matos e quebradas da ilha. Como esses aí das fotos.

    Neste clima revolucionário e libertário, segue para a pobre ilha comunista a comitiva presidencial do governo petista, sublinhando o seu apreço e admiração pela ditadura cubana. Como sempre. TREM AZUL

  14. Irakitan
    Enero 26th, 2012 at 13:57

    As contradições dessa senhora…
    Devias pedir asilo pra Suiça….
    Não és bem vinda!

    Texto publicado sobre as contradições dessa tal de Yoani.
    http://osamigosdopresidentelul…..icoes.html
    ESTA É VELHA AMIGO DO LADRÃO LULA LA RAPIO
    VA TOMAR NO CU PETRALHA
    DEVOLVE O DINHEIRO QUE O LULA TÁ LAVANDO!

  15. 26/01- 11:08 – Os textos abaixo mostram como se comporta a “esquerda democrática” a que o “gênio” hasta siempre se referiu.
    _______________

    PT DÁ INÍCIO DA CAMPANHA PELA PREFEITURA DE SP NA BASE DO QUEBRA-QUEBRA. É O ESTILO CONSAGRADO POR LULA E SEUS SEQUAZES.

    Cena da campanha do PT em São Paulo: retrato do Brasil do PT. (FOTO NO BLOG ALUIZIO AMORIM)

    No post das 11h39 AM, que está abaixo deste e sem ver as fotos dos arruaceiros acertei em tudo no título. Como se vê, esses esbirros do PT e seus satélites iniciaram a campanha de Fernando Haddad à prefeitura de São Paulo.
    O mais estranho de tudo isso é que o Fernando Henrique Cardoso, na já célebre entrevista que concedeu à revista The Economist, acenou com uma aliança de tucanos com petralhas.
    Há pouco mais de uma semana, Gilberto Kassab visitou Lula no hospital onde recebe doses de radioterapia para debelar o tumor maligno que se instalou na tireóide. Foi nessa oportunidade que Kassab sugeriu também ao Lula uma aliança com PT-PSD, uma espécie do já conhecido acordo caracu.
    O veículo acima (VER NO BLOG) sendo chutado pelos bate-paus do PT é o carro oficial da prefeitura de São Paulo que conduz o Prefeito Kassab.
    Dito isto, creio que não precisa acrescentar mais nada.

    CLIQUE E SIGA —> BLOG DO ALUIZIO AMORIM NO TWITTER
    Enviar por e-mailBlogThis!Compartilhar no TwitterCompartilhar no FacebookCompartilhar no Orkut
    1 comentários Postado por Aluizio Amorim às 1/25/2012 10:57:00 PM
    Links para esta postagem Marcadores: AGITAÇÃO DO PT, HADDAD, São Paulo

    ARRUACEIROS DO PT TUMULTUAM CENTRO DE SP E CHUTAM VEÍCULOS DE AUTORIDADES. CANALHA COMUNISTA ANTINGE SEU OBJETIVO QUE É A REAÇÃO LEGAL DA PM. É CAMPANHA DO HADDAD.

    A Polícia Militar usou gás pimenta e cassetetes contra manifestantes (a Folha não diz, mas os arruaceiros são comandados pelo PT) que protestavam na praça da Sé na manhã desta quarta-feira. O grupo é contra a reintegração de posse em Pinheirinho e contra a operação na cracolândia, no centro de São Paulo.
    Uma parte dos 800 manifestantes cercou e chutou carros de autoridades que participavam da missa na catedral da Sé pelo aniversário da cidade, comemorado hoje. O prefeito Gilberto Kassab (PSD) teve que sair pelos fundos da igreja para evitar a confusão.
    Após a saída do prefeito do local, um grupo de manifestantes tentou agredir ainda uma equipe da Rede Globo que estava no local. Um outro grupo que participava do protesto, no entanto, tentou interromper a confusão e fez com que os manifestantes dispersassem.
    Além de Kasasb, também estavam no local os pré-candidatos a prefeitura Guilherme Afif (PSD), Andrea Matarazzo (PSDB) e Gabriel Chalita (PMDB). O governador Geraldo Alckmin (PSDB) era esperado, mas não compareceu.
    Após a confusão, os manifestantes seguiram em passeata em direção à prefeitura. De acordo com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), as ruas da região estão sendo bloqueadas com a passagem dos manifestantes. Do site da Folha.com

    CLIQUE E SIGA —> BLOG DO ALUIZIO AMORIM NO TWITTER

  16. CARTA ABIERTA A FIDEL Y RAUL CASTRO
    Yoani Sánchez

    Estimado Señor Presidente de la República de Cuba:

    Salga a dar una vuelta conmigo por La Habana. Hagamos como que usted y yo, sólo somos dos personas normales, y usted no es mejor que yo.

    Me gustaría hacerle algunas preguntas, si es que podemos hablar honestamente:

    ¿Por quién reza en las noches antes de dormir?

    ¿Qué siente cuando se mira en el espejo? ¿Se siente orgulloso?

    ¿Cómo logra dormir mientras el resto de nosotros llora por la Libertad?

    ¿Cómo logra soñar sabiendo que el pueblo cubano no tiene la oportunidad de expresarse y reclamar por sus derechos?
    ¿Por qué ese odio hacia los que piensan diferente? ¿Es malo reclamar por aquello que uno siente? ¿Es malo luchar por aquello que uno se merece?
    ¿Cómo camina con la frente en alto?

    ¿Es capaz si quiera, de mirarme a los ojos… y decirme por qué?

    Señor Presidente:

    ¿Fue usted un niño solitario? ¿Es usted un niño solitario?
    ¿Cómo puede decir usted, que ningún niño es dejado de lado? Cuando se le quita la posibilidad de pensar libremente y de vivir por aquello que sueña.
    ¿Cómo puede decirme que todos los cubanos tenemos los mismos derechos? No somos tan estúpidos y no estamos ciegos, Señor Presidente.

    Estamos parados en nuestras celdas, estamos encerrados en nuestro propio país. Estamos escuchando atentamente sus palabras, mientras usted pavimenta el camino hacia el odio, mientras usted nos divide sin más motivos que el hecho de pensar distinto.

    ¿Qué clase de padre le quitaría los derechos a su propio hijo? ¿Qué clase de padre odiaría a su hijo por no pensar igual que usted? Piénselo Señor Presidente… ¿De verdad usted piensa usted, que nosotros no queremos un país mejor? ¿O en realidad es temor, que eso que soñamos sea mucho mejor a lo que usted viene prometiendo desde más de 50 años y nunca ha llegado?

    Sólo puedo imaginarme lo que su consciencia tiene para decirle Señor Presidente: “Hemos avanzado tanto Fidel, desde la época de revolucionarios”, solo eso me imagino. Pero no se deje engañar por su propia consciencia Señor Presidente. Mire a su alrededor y ponga la mano sobre su corazón y piense Señor Presidente, ¿realmente estamos mejor?

    ¿Cómo logra dormir mientras el resto de nosotros llora?
    ¿Cómo logra soñar sabiendo que miles de ciudadanos somos encarcelados sólo por el hecho de pretender un país mejor para nuestros hijos? ¿Cómo camina con la frente en alto?
    ¿Es capaz si quiera, de mirarme a los ojos… y decirme por qué?

    Déjeme contarle sobre un país mejor, Señor Presidente:
    Un país, donde nuestras voces sean escuchadas…
    Un país, donde todos aquellos que no piensan igual sean respetados, tenidos en cuenta…
    Donde toda persona que quiera participar e involucrarse en el futuro de nuestra patria, tenga el Derecho y el espacio para hacerlo…
    Un país, donde al diferente no se lo mire como un contrarrevolucionario…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Donde los únicos países amigos, no sean aquellos que esclavizan y quitan todos los derechos a su pueblo…
    Donde existan medios informativos que puedan criticar las malas políticas del gobierno, sin por ello tener que ser perseguidos o eliminados…
    Donde tengamos la posibilidad de elegir a quién nos represente, y tener la posibilidad de quién lo desee pueda presentarse como candidato…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Un país donde dejemos de escuchar promesas de la revolución que nunca las vemos materializadas…
    Donde podamos soñar con un país mejor, donde tengamos Libertad de salir y entrar cuantas veces lo queramos…
    Donde tengamos los mismos derechos que cualquier otro ciudadano tiene en el mundo…

    Déjeme contarle sobre un país mejor, Señor Presidente:
    Donde los ciudadanos podamos viajar libremente, en cómodos servicios de transporte…
    Donde los hospitales no se caigan a pedazos…
    Donde los cubanos tengamos los mismos servicios médicos que los extranjeros, y los enfermos no deban durante semanas esperan ser entendidos como animales…
    O donde los defensores de los DDHH, no terminen muertos por supuestas enfermedades en abandonados hospitales…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Donde podamos recibir un sueldo digno, donde cada uno pueda ser premiado por su esfuerzo y voluntad, y no ser castigados con un ingreso fijo que no alcanza para nada…
    Donde podamos construir nuestra casa propia con el fruto de nuestras manos, sentir que lo que tenemos es fruto de nuestro trabajo…
    Sentir que al menos valemos para alguien…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Donde no estemos buscando excusas ridículas para justificar nuestros propios fracasos…
    Un país, donde se pueda ahorrar para gastar en aquello que deseemos, y no uno donde no podamos ahorrar ni una sola moneda debajo del colchón, mientras nuestros políticos abren millonarias cuentas en el exterior…
    Donde el estado no nos mienta con números irrisorios…

    Déjeme contarle sobre un país mejor, Señor Presidente:
    Donde no se les pague a las personas con un sándwich y un refresco para llenar actos, o agredir a disidentes, menos aún para defender posturas indefendibles…
    Donde quienes pensemos diferentes, tengamos los mismos derecho de aquellos que piensan como usted…
    Donde lo diferente no sea mirado como una amenaza, sino como tales, como personas que sólo piensan diferente…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Donde las fuerzas de seguridad estén para defender al pueblo, y no para agredir a quienes pretenden hacer valer sus derechos…
    Donde no exista un Comité de Defensa de la Revolución, que funcionan en cada cuadra llevando un registro de las actividades de todos los ciudadanos llevamos adelante…
    Donde tengamos Libertad de hacer todo aquello que queramos hacer, sin perjudicar a nuestro hermano…
    Donde la Libertad, pueda vivirse en carne propia y no ser un simple deseo inalcanzable…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Un país, donde la educación sea realmente de calidad, y nuestros alumnos tengan acceso a estudiar y leer cualquier libro que ellos deseen y no sólo aquellos que el régimen les permita…
    Donde cualquier ciudadano que lo desee pueda tener libre acceso a internet y por medio de ésta expresarse libremente…
    Donde se nos permita escuchar radios y ver programas de TV extranjeros, sin que se nos persiga por ello…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Un país, donde todos los ciudadanos podamos sentir orgullo por nuestro representante, más allá de las diferencias ideológicas…
    Un país, donde podamos creer en la palabra, y no desconfiar de todo lo que se nos promete…
    Donde las necesidades del pueblo sean satisfechas en tiempos coherentes y no morir en falsas promesas…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Un país, donde al menos podamos comprar jabón para bañarnos, y no tengamos que solicitárselo a los turistas que nos lo regalen…
    Un país, que nos permita mínimamente comprar aquellas cosas que podamos necesitar diariamente…
    Donde las tiendas comerciales no sean sólo para turistas o funcionarios del Gobierno…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Un país, donde nuestros hermanos cubanos esparcidos por el mundo tengan la posibilidad de volver a su patria…
    Y no, donde los cubanos sólo vivan pensando en la forma de escaparse del suelo que los vio nacer…

    Déjeme contarle sobre un país mejor.
    Donde la prostitución no sea el único negocio rentable en la isla…
    Donde existan posibilidades para todo aquel que pretende mejorar su calidad de vida…
    Donde sólo podamos ser libres… tan sólo eso Señor Presidente… ser libres.

    Déjeme contarle sobre un país mejor… déjeme contarle sobre mi sueño de país.
    Usted no tiene idea lo que es un país mejor…
    Usted no tiene idea lo que un país, Señor Presidente.

    ¿Cómo logra dormir en las noches?
    ¿Cómo camina con la frente en alto?

    Señor Presidente: Usted nunca saldrá a dar una vuelta conmigo. Usted no es mi presidente.
    Fonte:Publicado no Facebook da Yoani

  17. 26/01 – 13:57 – Quando será que o tal Irakitan, para não ser contraditório, se mudará para Cuba ou Coreia do Norte? Apesar do PT e comparsas, a democracia ainda resiste no Brasil.

  18. 26/01 – 6:53(Claudio) – Que constatação interessante! Como diria Reinaldo Azevedo, o governo Dilma é bom porque a cada dia fica pior, pelo que mostra a sucessão de escândalos, as visitas aos facínoras Chávez (Venezuela) e os irmãos Castro, da ilha-prisão e até a participação do tal forum de ongoloides, embusteiros, terroristas e maconheiros de Porto Alegre.“Vejam que governo corajoso! É cada vez melhor porque é ruim!”. E sempre haverá otários para bater palmas.

  19. regis
    Enero 26th, 2012 at 14:30

    Manoel: o correto não é “apesar” mas POR CAUSA DO PT A DEMOCRACIA AINDA RESISTE NO BRASIL.
    VAI DAR O CU PRO FIDEL COMUNA VAGABUNDO TRAPACEIRO LADRÃO

  20. 26/01 – 14:30 – Gente como você jamais se convencerá do contrário. É caso perdido. De democracia você não entende e provavelmente jamais entenderá.

  21. 26/01 – 14:30 – (Regis) Gente como você jamais se convencerá do contrário. Nada entende de democracia e provavelmente jamais entenderá. O melhor é você seguir o conselho de maisvalia.

  22. 26/01 – 11:08 e 14:30 – Abaixo, mais um texto que mostra mais uma façanha do “esquerda democrática” brasileira, especialmente o PT. Só otários, beneficiários e aproveitadores não percebem ou não querem reconhecer.(mfgomes:26/01/2012)
    ______________________

    Quarta-feira, 25 de janeiro de 2012
    Brasil desaba no ranking da liberdade de imprensa. Mais uma conquista do PT e da esquerda brasileira.

    No domingo passado, um carro da Globo foi incendiado por militantes de esquerda insuflados por um assessor presidencial. Hoje um fotógrafo da Folha de São Paulo levou uma pedrada dos mesmos militantes de esquerda. E um repórter do Estadão foi agredido. A esquerda, ao contrário de outros países mais civilizados no trato da imprensa como o Haiti, Botswana e Moldávia, está no poder no Brasil. Imagina se não estivesse no governo.

    Segundo ranking divulgado hoje pelos Repórteres Sem Fronteira, o Brasil ocupa a 99a. posição em liberdade de imprensa. Caiu 41 posições em um ano! O Haiti, ocupado pelo exército brasileiro, está em 55o. lugar. Segundo O Globo, a organização lembrou que três repórteres morreram no Brasil em 2011. Há dez dias, a entidade International News Safety Institute (Insi) considerou o Brasil o oitavo país mais perigoso para o trabalho da imprensa. Segundo o instituto, o país só fica atrás de quadros graves de violência contra a imprensa, caso do México, com o agravamento da violência do tráfico de drogas, e de países em conflito no Oriente Médio. O ranking foi baseado no número de jornalistas assassinados no exercício da profissão.
    Postado por O EDITOR às 18:08:00 37 comentários

  23. Os ignorantes entusiastas do marxismo preferem fazer o que as avestruzes fazem, ou seja, enfiam literalmente a cabeça na areia pra não saber de nada que possa colocar por terra seus tão adorados conceitos! A verdade sobre Cuba dói! Cuba não é o paraíso que os soviéticos propalavam aos 4 cantos da terra. Sem a mesada soviética a verdade aflorou….Agora se apegam nas mentiras veiculadas pelo centro de inteligência dos canalhas ditadores, que procuram de todas as maneiras minimizar os efeitos das denúncias do blog da Yoani.
    Cuba e Haiti estão no mesmo patamar!!! Terremoto num, marxismo noutro!!!

  24. CARACAS – Uma das filhas do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, provocou polêmica ao publicar na internet uma foto em que aparece segurando um “leque” de notas de dólares americanos. A venda da moeda é controlada no país e a atitude da garota, de 14 anos, irritou muitos venezuelanos, segundo o jornal britânico The Guardian.

    A filha do presidente venezuelano e as notas de dólar
    Rosinés Chávez mantém uma conta no site Instagr.am, aplicativo com o qual usuários de iPhones podem compartilhar imagens gratuitamente. De acordo com o diário britânico, ela postou na conta uma foto com o cantor canadense Justin Bieber. A maioria das imagens, contudo, é de cunho pessoal. Na foto polêmica, ela aparece com as notas da moeda americana diante do rosto. A foto não está mais disponível na conta da garota.

    Medidas

    Como forma de controlar a compra da moeda, Chávez limitou, em 2003, o valor anual de câmbio a US$ 3 mil por pessoa. O montante é suficiente apenas para pequenas viagens. O câmbio ainda é feito com uma taxa oficial e as regras são ditadas pela Comissão de Administração de Divisas (Cadivi), agência oficial do governo de Caracas.

    É a cara do comunismo e do socialismo do século 21: salafrários roubando o povo.

  25. Me nego a dialogar
    .Como diria Ernesto “Hay que endurecer, pero sin perder la ternura jamás.”
    EU QUERO QUE VOCÊ E O PORCO FEDORENTE COVARDE, POIS ASSASSINOU UM GAROTO DE 15 ANOS NA FRENTE DA MÃE, E LADRÃO POIS ROUBAVA ROLEX DE QUEM EXECUTAVA, VÃO TOMAR NO CU. VOCÊ NÃO PASSA DE UM BABAOVO DE TIRANO.
    MOSTRAREI TEXTO DO OLAVÃO A RESPEITO DO QUE PENSO DE COMUNISTAS CANALHAS:
    Que respeito merecem essas pessoas? Que sentido tem conceder-lhes o direito de debater planos para o nosso assassinato, sabendo que a única divergência que pode surgir entre elas é quanto ao prazo de execução?
    Imaginem o escândalo, a revolta da mídia chique se nos puséssemos a planejar “ações armadas” contra os comunistas! No entanto, ela acha muito natural e nada escandaloso que partidos legais se associem com quadrilhas de narcotraficantes e assassinos para a defesa mútua de seus interesses – interesses que, por isso mesmo, se destinam a sair igualmente beneficiados pela violência ou pela simultânea conversa mole de paz e democracia.
    Haverá nisso somente uma “divergência de idéias” ou uma desigual distribuição dos meios de ação permitidos aos dois lados da disputa, um deles investido do direito de matar, roubar, seqüestrar e trapacear à vontade, o outro abstendo-se servilmente até de falar duro contra quem faz isso? Aceitar esse jogo é mais que covardia, é trair a própria causa, é prostituir a própria consciência.
    Não, meu caro amigo, tratar esses indivíduos com a rispidez que merecem não é jamais rebaixar-nos ao seu nível. Nem mesmo se os xingássemos dos piores nomes e o fizéssemos o dia inteiro, sem parar, com a mesma obsessividade persistente e psicótica com que eles sonham com a nossa morte, estaríamos nos igualando aos bandidos das Farc e aos seus parceiros no governo federal. Nenhum de nós é traficante, seqüestrador, assassino, nem parceiro político e bajulador de quem o seja. Muito menos somos consciências morais deformadas como o sr. Presidente da República, para quem a prática desses crimes hediondos não desqualifica ninguém para o exercício dos mais altos cargos numa democracia. Endereçado a quem de direito, nada que saia da nossa boca, por mais ofensivo e brutal que soe, pode jamais nos tornar tão sujos e desprezíveis quanto eles.

  26. A filha de Chávez, os dólares e como vivem os esquerdistas
    Essa é a foto de Rosinés, de 14 anos, uma das filhas de Hugo Chávez, ostentando, feliz, um leque de dólares. A gente pode ficar só no “Ahhh, ohhh, ihhh…” ou pode tentar entender. Opto pela segunda alternativa.

    Fui da sinistra, vocês sabem. Uma das coisas que me fizeram romper com os “companheiros e camaradas”, entre muitas, foi constatar, ainda bem jovem, que os valentes jamais viveram — ou acharam que deveriam viver — segundo a disciplina que queriam impor aos outros. Aliás, isso define de modo notável o perfil moral dos esquerdistas.

    Eles inventaram uma categoria que poderia ser sintetizada pela expressão “é uma questão política, não pessoal”. Isso abre as portas para qualquer indecência, para qualquer imoralidade, para qualquer crime. Nessa tal “questão política, não pessoal”, está a raiz, acreditem, de uns 150 milhões de mortos pelo menos. Ora, se a “questão política” exigiu, faça-se; nada de pessoal contra os executados.

    A imoralidade vale para todos os setores da vida. Ainda nesta manhã, e muitos bobalhões não entenderam, comentei o despropósito que é Luiz Inácio Lula da Silva andar agarrado a um fotógrafo pessoal — até quando faz químio e radioterapia. Não há ex-dirigente no mundo, nem Clinton, da nação mais rica da Terra, que faça o mesmo. É o padrão de um ditador, de um caudilho… “Ah, é com o dinheiro dele!” Uma ova! É com o dinheiro do Instituto Lula, financiado por empresas que têm interesse no governo petista. Vão contar essa história pra outro.

    Agora vamos voltar a Rosinés. A garota postou uma foto no Instagram, aplicativo da Apple, exibindo os seus dólares. A imagem deixou muitos venezuelanos indignados, já que é conhecida a dificuldade para obter a moeda americana no país. Não para uma quase criança, filha do ditador. O ar de satisfação da mocinha deixa claro que o “antiamericanismo” do pai não contaminou a filha, né? De fato, é só uma estratégia política para pegar os trouxas. Há pencas de reportagens na Internet sobre os milionários do “socialismo” de Chávez. Por que seria diferente justamente com a família do chefe do sistema?

    No Twitter, a mãe de Rosinés, a jornalista Marisabel, separada de Chávez desde 2003, defendeu a filha: “Eu disse para ela que o erro não era tirar a foto, mas postá-la num meio onde pessoas ignorantes não respeitam os outros”.

    Como se lê, trata-se de um ambiente em que se respira uma profunda moralidade!
    Por Reinaldo Azevedo

  27. Ao idiota do Irakitan:
    A frase “Hay que endurecer,pero sin perder la ternura jamás.”o Chê a dizia para Camilo Cienfuegos,quando este o comia nas matas de Sierra Maestra.
    Preste mais atenção à verdade,mocinha tôla.

  28. Ao idiota do Irakitan:
    A frase “Hay que endurecer,pero sin perder la ternura jamás.” o Chê se referia ao falo dos soldados cubanos que estavam no cio se saciavam bebendo com ele.

  29. Se Yoani não pode manter o blog no Brasil, expulsem já o escritor assassino Battisti.
    Ontem o Brasil diplomático já saiu em defesa do ditador assassino Fidel Castro e de seu irmão acostumado a vendar os olhos de presos políticos antes dos mesmos serem assassinados com um tiro de pistola. O assessor de Dilma para assuntos bolivarianos Marco Aurélio Garcia declarou que Yoani Sanchez, a quem o Brasil concedeu visto, se quiser se exilar no Brasil terá que parar o seu blog, pois não pode ter attividade política como exilada. Que fique claro: a cubana não quer exílio, quer poder sair e poder voltar em liberdade. O que ocorre é que Cuba não dá autorização de saída:

    “Tenho um passaporte cheio de visto de vários lugares, do Chile, da Espanha. Nos últimos quatro anos tem sido assim: eu recebo o visto para entrar em outros países, mas não para sair daqui.”

    Garcia impôs a condição de silêncio e censura à Yoani Sanchez ontem, no Forum Social Mundial, em Porto Alegre, onde o assassino italiano Cesare Battisti, exilado no Brasil, foi recebido pelo Governador do Estado do Rio Grande do Sul, o petista Tarso Genro, em ato político, no Palácio Piratini, onde o autoridade declarou que, quando ministro da Justiça, concedeu asilo ao terrorista que assassinou quatro pessoas porque não poderia entregá-lo ao governo corrupto da Itália. O bandido acoitado no Brasil pelo PT também lançou um livro de conteúdo totalmente politico. No entanto, Garcia quer dar tratamento diferenciado à cubana, porque o Brasil lambe as botas da ditadura daquele país, fechando os olhos para crimes hediondos que contesta em outros países. Se seria crime Yoani Sanchez manter o seu blog no Brasil, expulsem agora mesmo o escritor assassino Cesare Battisti.

  30. Tentando calar a Yoani…

    Os canalhas petralhas mais uma vez fazem ou respeitam as ordens da famíglia castro. Se os terroristas brasileiros não tivessem sido treinados em havana, dava até pra desconfiar que foram programados pra cumprir ordens das múmias caudilhos marxista!

  31. 27/01 – 5:42 – 8:09 – Estas foram as melhores interpretações que já li para a frase atribuída ao porco fedorento. Que ele gostava de um nabo sem fatiar eu já tinha ouvido falar. E depois de satisfeito, todo “cheio de ternura”, aproveitava para estourar os miolos de algum infeliz que lhe caísse nas mãos. E não esquecia de ficar com o que a vítima portasse de valioso, como relógios Rolex, por exemplo.

  32. Dilma abraçará tiranos, mas nega encontro com oposicionistas.

    Nada de espanto: é o lulismo no poder – com ou sem o falastrão de Garanhuns.
    Apesar de o governo brasileiro ter concedido visto para a blogueira cubana Yoani Sánchez, que se tornou uma das principais vozes críticas ao governo de Cuba, a presidente Dilma Rousseff não pretende incluir em sua agenda o pedido de audiência feito por oposicionistas daquele País. A concessão do visto e a nota publicada pelo Itamaraty anunciando a decisão foram consideradas um “gesto público forte” do governo no sentido de posicionar em relação à questão. Auxiliares da presidente asseguram que receber os oposicionistas seria um ataque direto ao regime cubano, o que atrapalharia o bom rendimento da visita de três dias de Dilma a Havana, que começa na próxima segunda-feira.
    Nos discursos que fará em Cuba, a presidente Dilma aproveitará para elogiar a abertura comercial cubana, dizendo que vê com bons olhos a iniciativa e que o Brasil fica feliz em poder estar contribuindo para melhorias na ilha cubana. Na avaliação de auxiliares de Dilma, esta é uma maneira “mais eficiente” de apoiar e sugerir mais mudanças e a modernização no País.

  33. A verdade que estamos vendo aqui no Brasil é que o povo de Cuba é muito fraco, sim essa é a palavra além de outras como covarde e mole pois não lutam por suas vidas,para ter uma vida com o minimo de dignidade possivel.Parece um pouco com o povo daqui se difere porque o povo daqui está começando a se levantar e agindo mais ante o roubo do dinheiro publico e contra a corrupção.Mas isso só agora depois de ter sido feito tantas vezes de BOBO.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s