Papel de homem ou o viagra nativo

Imagen tomada de Flickr

A bolsa do mês passado não estava tão pesada. As provisões escasseavam e teve que se conformar com alguma banana e uns kilos de frango. Tempos melhores virão. De qualquer modo sentiu-se abençoado, pois quando chegou ao seu bairro com os dez ovos que também haviam distribuído no trabalho, várias vizinhas lhe perguntaram – ansiosas – onde estavam sendo vendidos. Ruborizou-se levemente, porém esclareceu-as orgulhosamente que não foram comprados, mas sim parte de uma cota adicional de alimentos, de uma porção entregue a todos os membros do Ministério das Forças Armadas.

Usar um uniforme militar verde oliva nesta Ilha tem suas múltiplas vantagens. Não só se recebe prebendas em forma de comida e objetos materiais, como também o indivíduo fica investido de certa capacidade de atenuar castigos legais, pular trâmites que para outros cidadãos levariam uma eternidade e até para obter de forma mais rápida uma moradia. O mesmo oficial, que agora esconde melhor sua cota de comida dos olhos das vizinhas, disse-me uma vez que sua patente de capitão era como “um cheque ao portador”. Quando seu filho menor cometeu um delito, bastou que ele se vestisse com as dragonas e as botas para que o juiz de instrução mandasse o “rapaz desencaminhado” cumprir uma pena domiciliar ao invés de fazê-lo numa penitenciária.

Contudo, nosso homem de pistola na cintura e quepe na cabeça aspira a mais. Só os altos oficiais, aqueles que superam certo nível da hierarquia, recebem uma partilha freqüente do fármaco PPG, também conhecido como Viagra cubano. Resta-lhe pouco tempo para ter uma promoção antes que chegue a idade de passar para a reserva, porém não quer se reformar sem levar a sua cota mensal dessas pílulas de vitalidade. O Ministério ao qual consagrou a sua vida o ajudará a representar o papel de homem, porque um soldado tem que estar pronto para vencer – e manter no alto o nome dos seus chefes – não só no campo de batalha, mas como também entre os lençóis de qualquer cama que lhe apareça pela frente.

Traduzido por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s