Trasval

trasval21

A loja se ergue no lado esquerdo da rua Galiano, esquina de San Rafael, onde antes houve um Ten Cent carcomido pelos anos e a imundície. Verdadeira nave espacial caída num bairro que tem visto como muitos dos seus negócios se convertem em albergues para acidentados, escritórios sem importância ou locais fechados por entupimentos de esgoto. Porém Trasval é diferente. O grande armazem, administrado – segundo se diz – pelo próprio Ministério do Interior, foi batizado pela população como “o museu”, pois mais se vai olhar do que comprar, devido aos altos preços – em pesos conversíveis – de cada mercadoria.

Trasval era brincar de capitalismo, com música indireta, empregados com uniformes e auriculares, câmeras por todas as partes e produtos que nossos olhos nunca haviam visto. Nos sentíamos como galetos aconchegados pela luz das lâmpadas e o tilintar da melodia, que desembocaria no matadouro da caixa registradora pagando-se por um abridor de latas o salário de tres meses de trabalho. No seu interior ainda se exibe uma seção com suprimentos para piscinas, embora, fazem vários meses, as vendedoras não sorriem para os clientes nem lhes respondem, com amabilidade, às perguntas.

Na última vez em que estive nesse bunker forrado de louça negra, a desmoronamento já era iminente. O ar condicionado não funcionava, os empregados haviam prescindido da indumentária quente com direito a gravata e nas prateleiras metros e metros do mesmo produto anunciavam a decadência. Todos os abridores de lata haviam desaparecido e um rumor de escândalo de corrupção espalhava-se pelos seus corredores. Seu esplendor foi breve, seu lucro pode ter sido enorme. Porque Trasval foi a mais recente fraude mercantil que tramaram para os cubanos, o último engodo levado a efeito por essa mistura de comerciantes e policiais secretos que pululam atualmente. Indivíduos que tanto traficam mercadorias como informações, vendem uma lâmpada ou vigiam numa esquina, contam moedas ou acariciam a pistola que levam às costas.

Traduzido por Humberto Sisley de Souza Neto

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s