Violentados

Estamos atentos à que ninguem se acerque lascivamente de nosso filhos, porém poucos se dão conta do quanto o manuseio se centra nas mentes e não nos corpos. A ideologização da educação cubana chegou a um ponto que alarma inclusive a nós que nos formamos debaixo desses mesmos métodos. Só ao entender-se um livro texto ou revisar-se o sistema de avaliação, pode-se notar o terreno que ganhou a doutrina em detrimento dos conhecimentos. Na aula do meu filho, seis fotos do Líder Verde oliva adornam as paredes, enquanto nas qualificações se inclui a participação  em atividades políticas e patrióticas.

Evoco minha etapa de pioneirinha lendo um comunicado ou gritando palavras de ordens e não posso deixar de sentir-me violentada. Porém a sensação é mais forte quando vejo que Teo – em seus três anos – aprendeu já quais opiniões não deve dizer na escola para evitar problemas. Descobrir minha própria máscara prolongada agora no rosto do meu filho é mais doloroso do que aquele estupro do qual fui alvo.

Anúncios