CDR

Por uma dessas confusões tão frequentes nas crianças, pensei durante anos que o logotipo dos Comitês de Defesa da Revolução era um enorme olho que portava um facão. Como desconhecia a origem dessa agressiva iconografia, a via como uma pupila indiscreta que me vigiava em cada quarteirão. Tempos depois, um amigo se encarregou de esclarecer-me que onde eu percebia uma córnea e uma iris, tratava-se sómente de um sombreiro visto de cima. Apesar de sua amável observação, continuei sentindo o peso de uma olhada, cada vez que passava em frente a algum letreiro com as siglas do CDR.

Por este dias, ocorre o sétimo congresso desta organização que ostenta mais de sete milhões de membros, dos quais um bom número não foi consultado para pertencer às suas fileiras. Entra-se no comitê por puro automatismo, como mesmo nós as mulheres somos englobadas na Federação de Mulheres Cubanas e os meninos passam às fileiras dos pioneiros. Poucas vezes alguem se nega públicamente a ser parte desses agrupamentos que – na Cuba atual – são mais formais e burocráticos que efetivos.

Minha confusão entre um olho e um sombreiro tinha um pouco de desvario infantil, porém muito de olfato frente ao perigo. Aprendi que nas portas que ostentavam o alarmante slogan “com a guarda em alto”, habitavam os mais hábeis redatores de informes para delatar os outros vizinhos. Tambem soube de quem por uma falsa verificação – saída da caneta de um presidente de comitê – perdeu uma promoção, uma viagem ou a possibilidade de ter uma nova casa. Até cheguei a conhecer alguém que portava o título de “Vicepresidente do CDR” e era além disso o maior deliquente do bairro.

No Palácio das Convenções, a pupila de facão tem uma nova conferência. Percebo que o Argo multi-olhos que algum dia foi, é hoje um cíclope com catarata, um corpo de vigilância que apenas pode ver todas as travessuras que fazemos.

Nota do tradutor:
A rede cubana de Comitês para a Defesa da Revolução foi formada em 1960. De uma população de cerca de 11 milhões, são mais de 7 milhões de membros representando a vasta maioria da população adulta de Cuba. O CDR mantém arquivos de cada residente de seus respectivos quarteirões.

Anúncios