O que mais se pode pedir?

A propósito do prêmio do juri ao melhor weblog e da recompensa dos Repórteres sem Fronteiras na competição The BoBs.

De certo há, contudo, muito que me falta todavia. Não são precisamente prêmios, senão direitos largamente postergados, como o de poder ser lida dentro do meu próprio país. Ainda devo a mim mesma dizer tudo isto no mundo real e não na realidade de um blog. Passar esta praça cívica que hoje é Geração Y à uma existência concreta onde tambem abundam os trolls (internautas idiotas) e o castigo é mais forte que um simples hackeo (golpe cibernético). Necessito algo mais que kilobytes, estou necessitada de realidades.

Carecemos ainda – e esse é o mais ansiado prêmio – do direito à dialogar, dissentir e termos a cor política que queiramos no interior da Ilha. Não deixemos que este seja só um fenômeno restrito a blogosfera, temos que ir em busca do prêmio principal: a livre opinião.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s