Celebração

fundacionprincipeclaus

ipi

Em dias como estes lamento muito não ter uma conexão com a Internet, para compartilhar tanta felicidade com os comentaristas do blog. Para tagarelar com os teclados, brindar em frente à tela e agradecer a todos os que me tem apoiado com suas frases de alento, suas críticas e suas sugestões.

Faz três anos, essa mulher tímida – que fui um dia – abriu este espaço virtual para narrar sua realidade, com mais medos do que certezas. Recordo a incredulidade dos leitores num primeiro momento, as dúvidas de alguns, a identidade da Seguridad del Estado ou da CIA que outros me impuseram, os tropeços no árduo caminho de opinar. Desde 2007 até aqui sinto que vivi seis ou sete vidas ao mesmo tempo, cheias de realizações, porém marcadas também pela coerção constante de um aparato repressivo que se nega a dormir.

Contudo como sou uma otimista crônica só vou ficar com as satisfações: a blogosfera alternativa que cresce, o muro em que se abrem fissuras, o Podcast que acabo de inaugurar faz umas semanas e todos os SMS que tenho recebido felicitando-me pela nomeação de “Heroína da liberdade de expressão” do Instituto de Imprensa Internacional e agora a grata surpresa do Prêmio Príncipe Claus 2010.

Traduzido por Humberto Sisley de Souza Neto

About these ads

Deixar uma resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s