Era pós Marambio

Faz uma semana que Max Marambio, aliás El Guatón (O Gordo), deveria chegar nesta Ilha, declarar frente a um tribunal, explicar certos temas. Contudo, o dono da empresa mista Río Zaza preferiu a proteção da sua terra chilena, conhecedor – como ninguém – dos resultados imprevisíveis de se por em mãos da justiça cubana. Acusado de suborno, malversação, falsificação de documentos bancários e estelionato, ele que um dia foi o protegido predileto do Líder Máximo, acaba de receber – ao invés de tapinhas nas costas – uma ordem de busca e captura.

Estranho Marambio mesmo sem conhecê-lo, pois com sua partida reduziu-se abruptamente o número de famílias que nesta Ilha podia tomar uma jarra de leite. O mercado informal que se nutria dos seus armazens entrou em colapso quando se foi e as redes subterrâneas que desviavam seus produtos terminaram por secar ou por duplicar os preços. Quando o tenente-coronel tornado gerente escapou para Santiago do Chile, nos demos conta do papel que aquele homem – alinhado à direita do poder – jogava sobre nossas mesas. Não o fazia por altruismo – está claro – porém ao menos diversificou a insípida produção local e conseguiu que um tetrapack deixasse de ser um objeto para colecionadores.

A fortuna de Marambio foi amealhada onde os cubanos nao podem inverter um centavo, nessas empresas mistas abertas à passaportes estrangeiros, porém não à nacionais. Sua história pessoal foi a antecipação do que veremos, vaticínio de como os escalões militares se transformaram em ternos e gravatas, em empresários sem ideologias. Apesar de ser ágil nas armas de ontem: uma Kalashnikov, as palavras de ordem, os dogmas marxistas, o recordaremos por outras estratégias: as contas bancárias, a troca de favores e as inversões. Seus antigos companheiros de luta não terão clemência ao julgá-lo num tribunal, porque Guatón acabou convertendo-os em competidores comerciais e por isso sabe muitas histórias – secretas – sobre eles.

Traduzido por Humberto Sisley de Souza Neto

About these ads

Deixar uma resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s